14.10.08

Tão Profundo Quanto Difícil

No blog Espaço Aberto, do inconsolável azulino Paulo Bemerguy.

Há gente no PSDB que no fundo, bem no fundo do fundão, gostaria que o partido formalizasse uma aliança com o PMDB para apoiar Priante a prefeito de Belém.
Esses tucanos só não externaram esse desejo claramente porque lhes falta o discurso.
O discurso que justificaria essa adesão é que é muito difícil de formular.
Muito difícil.

-----

Ficou complicada a coisa pros lados petebistas. Pra voce ter uma idéia, as chances do ex governador tucano Simão Jatene aparecer no programa eleitoral de Duciomar Sozinho Costa, pelas contas do DataQuinta, são próximas de zero.
Para ser exato, são de -1.

16 comentários:

Anônimo disse...

É... a coisa tá ficando cada vez mais complicada pro Duciomar.

E também pro casal Vic/Valéria. Fizeram uma aposta arriscada e perderam.

Vão ter que baixar a bola, agora.

Bia disse...

Boa noite, Juca querido:

o segundo turno em Belém ficou restrito aos dois mais processados e mais vinculados às especulações - e processos formalizados - sobre desvios de recursos públicos. Por esse critério é difícil definir quem é o pior. E essa definição, no geral, depende de quem é simpatizante de um ou de outro. Não é meu caso. Portanto, declino desta aposta.

Porém, num post logo a seguir, muitos comentaristas desancam o PPS e, com mais deferência, o Deputado Arnaldo Jordy, pela postura que tomou. Parecem até achar que o PT e o PCdoB, por serem da "base aliada" podem seguir em frente, com muita naturalidade, a mesma vertente pirantista, como se no caso destes isso fosse absorvido como o nascer do sol e da lua.

É assim mesmo que as coisas funcionam, é?

Que tal alguém se dispor a discutir porque em Belém, com candidaturas à direita, à esquerda e cambando para o centro, a honestidade, a ética e a moralidade não foram privilegiadas na escolha dos eleitores?

E, pelo pouco que pude observar, esta não foi a sinalização, por exemplo, em São Paulo. Ou no Rio. Ou em Minas. Nem no Rio Grande do Sul.

O que está acontecendo conosco? Escolhemos firmemente entre a manutenção de um presente medíocre ou a reconstrução de um passado danoso?

Beijão.

Juvencio de Arruda disse...

Bia, essas "escolhas de Sofia" vão dominar a cena nos próximos dias.
Vamos continuar debatendo-as.
Bjão

Anônimo disse...

Bia querida,
Aqui em Belém, como de resto no Pará, andamos para trás. É a política do brega, da sujeira, do mau gosto. Os governantes apenas refletem o povo.É a ignorância legitimada pelo voto.

Anônimo disse...

O PSDB nunca se sentiu tão feliz e bem disposto, na vida.
Nem em 2006, na campanha de Almir Gabriel, se sentiu com tanta vontade de ir pras ruas.
Hoje, no ninho tucano, o Duciomar é o cara ...

Anônimo disse...

Jatene é voto negativo. Ou seja, sua aparição tira votos de Duciomar. Como tirou de Valéria, na antológica cena em que apareceu em uma sala escura, como se fosse o Gargamel, barbinha branca amparando as olheiras negras. Basta ver o mapa eleitoral do Estado para ter uma certeza que os ex-tucanos e ainda-tucanos teimam em não aceitar: o PSDB acabou. Voltou a ser o que sempre foi, no fundo do fundão: um partido da elite paulistana e mineira, tão distantes hoje do Brasil real. O PSDB vale tanto que Valéria, quando se viu despencando da altura real (quem diz o contrário nunca leu pesquisa) dos 28 pontos onde chegou, não se socorreu em Almir ou Paulo Chaves. A aparição de Jatene foi um cala-boca no PSDB, àquela altura pronta para transformar a dama da Doca em mulher bomba contra o PT, real autor de sua derrubada.

Cássio de Andrade disse...

Jordy vendeu caro o apoio ao Priante. Portanto, deixemos de lamúrias! Chorar é com o Pioneiro. O resto é relaxar e gozar...

Anônimo disse...

avisa ai....que uma banda do PSDB, ja esta dissidente do dudU, isso mesmo so falta o ultimo U cair pra minúsculo, e quer apoiar o priante, para desespero geral dos tucanos restantes

COLETIVO SOCIALISTA REVOLUCIONÁRIO disse...

BIA VC AS VEZES PARECE SER A VIUVA DO JORDY, MAIS CONCORDO COM VC.. EU ME DECEPCIONEI COM JORDY, DEPOIS DOS DISCURSOS DELE.. APOIAR PIRANTE.
AH,. MAIS SE PENSARMOS BEM... PPS QUE A ALGUM TEMPO ATRAS TRAIU O PT E SE ALIOU AO PSDB, ENTÃO A GENTE NÃO PODERIA ESPERAR MUITO DELE NE?

Anônimo disse...

A ingenuidade é pensar que o Jordy fez a opção pelo Priante com muita dificuldade.
Qual nada ele já revelou sua verdadeira face.
A cada eleição ele vende o passe caro no segundo turno.
Agora uma coisa é certíssima. Ele prefere os tucanos aos peemedebistas.

Anônimo disse...

Votei no Jordy pelo discurso coerente que pregou.
Hoje me arrependo do voto que lhe dei, em razão dessa postura comprometedora ao aliar-se a Priante, que é o mesmo que dar carta de alforria a Jader Barbalho.
Que papelão, Jordy! Perdeste um eleitor e ganhaste um adversário que vai ser contra ti o resto da vida e vai trabalhar contra tudo em que estiveres.
Continuo pregando uma esquerda responsável e nem Duciomar, nem Priante estão nesse contexto.
O Roberto Freire está envergonhado da postura do PSB em Belém.

Bia disse...

Juca querido:um espaço para dois recados.

Prezado "coletivo socialista"(perdoe-me omitir o revolucionário) você errou meu cargo. Não sou viúva do Deputado Arnaldo Jordy, que continua vivo, forte e, com o seu partido, detentor do maior e melhor capital político desta eleição. Sou assessora dele.

Como já manifestei aqui minha opinião sobre o voto no segundo turno - e este blog é de opiniões, pois as decisões são tomadas fora daqui - contesto essa coisinha miúda, estreita e desonesta de vincular o Deputado Jordy ao esquema Jader Barbalho, por ter acatado a decisão do seu partido em recomendar o voto em José Priante.

Arnaldo Jordy pauta sua atuação parlamentar pela ética, decência, clareza e posições políticas transparentes. É isso que faz com que eu o respeite, mesmo na discordância.

Lembro-me que em 2004, quando o PPS se posicionou a favor do não posicionamento - gostaram? - o deputado, acompanhado de seus filhos, inclusive duas crianças, quase foi agredido fisicamente por supostos ou insanos militantes petistas, acusado de não se posicionar.

Pois desta vez o PPS tomou partido. E, coincidentemente, perfila-se ao lado dos "companheiros". E, repito, não ouço urros nem esturros pela opção feita pelo PT, PCdoB e quejandos. Também tinham uma candidatura própria ou eu sonhei? Também representavam uma alternativa a Duciomar e Priante ou era só brincadeirinha pra animar a festa? E agora, ao recomendarem o voto em Priante, são patriotas. Mas, o deputado Jordy ao apresentar a decisão do seu partido é vendilhão?

Quanto à supervalorização do deputado Jader Barbalho, acho que enganam-se os que agora tiraram o parlamentar do armário para justificar o que omitiram nas alianças recentes para o governo do estado.

O deputado Jader Barbalho é uma liderança, com mais prestígio fora de casa - a aí, meus caros, resolvam isso lá com o presidente Lula - do que no seu quintal. Se assim não fosse, o candidato José Priante não omitiria seu parentesco, o deputado não teria se encolhido neste cargo e teria ido gloriosamente candidatar-se ao senado. As almas nos assombram quando temos medo delas.

Caramba!

Apesar de não ser aqui que se tomam as decisões, infelizmente rebatem aqui parte da mesquinharia e da arrogância políticas que nos levaram ao atual dilema de Pirro.

Beijão, Juca querido.

Anônimo disse...

Dona Bia, peraí acho que a indignição desses bárbaros militantes petistas que quase "agrdiram" seu chefe não era exatamante por ele ter ficado neutro, mas porque todo mundo sabia, que ele tinha se bandeado para os tucanos.

Bia disse...

Bom dia,Juca querido:

Bom dia anônimo das 11:58:

se vamos discutir bandear-se baseados em suposições, podemos começar pelo fim: será que a Governadora com essa serissima e declarada neutralidade está se badeando pro Priante ou para Duciomar? Pergunto issso poque o episódio ao quel me referi ocorreu quando o PPS declarou sua neutralidade e alguns, como você, quiseram deduzir que isso era o alinhamento com os tucanos. Palavras suas.

Outra suposição que não posso provar:na noite de sábado, véspera da eleição, um caminhão com caixinhas de isopor percorreu Belém, com dinheirinho dentro - pouquinho, é verdade, cerca de 3 mil mais ou menos em cada caixinha - que foram distribuídas de porta em porta para os cabos eleitorais garantirem a boca de urna, e que essa graninha era do governo? Se é verdade que isso aconteceu, será que o Governo bandeou-se na última hora para o candidato do PT?

Sei não. Há muitos boatos horríveis nesta cidade. E suposições horrorosas. Supõe-se até que agora no segundo turno o Governo ajudará a financiar Duciomar, já um pouco sem fôlego financeiro, para inibir a ascenção do Priante. E isso até pode ser compreensível, pois são todos da base aliada.

Assim fica difícil aceitar que nesta esbórnia, o PPS é o lobo mau e as ovelhinhas estão aborrecidas.

Talvez seja mais adequado, por enquanto, aceitarmos o que explicitamente Partidos e lideranças declaram. Mas há que valer para todos. E acompanhar depois os posicionamentos na vitória e na derrota.

Abraço, anônimo.

Beijão, Juca querido.

Lafayette disse...

Juva, é por isso que já falei aqui: eu gosto desta d. Bia.

Anônimo disse...

Eu adooooro a Bia!