29.5.07

Até Tu, Brutus!

O blog está de pleno acordo, de pleníssimo acordo com o controle externo da Polícia Federal.

8 comentários:

Anônimo disse...

Alto lá! PF não faz controle externo. Descobre e esclarece crimes, busca e prende criminosos, abre e conduz inquéritos, remetendo os resultado a justiça. Isto é Polícia, não monitoramento e avaliação da burocracia.

DAMAS disse...

Temos bons exemplos de controle externo no país, né Juvêncio? Que falar do Judiciário, do MP e agora mais um... Concordo com o comentário acima. Deixa a PF trabalhar.. Entre excessos e erros, a sociedade tem lucrado muito.... Podres Poderes.

Juvencio de Arruda disse...

Desconfio que eu ou voces entederam errado as notícias que estão sendo veiculadas.
O post trata de controle externo NAS atiidades da PF e não que a PF faça controles externos em nada.
Acho que tem sido válidos os controles externos da existentes- CNJ e CNMP - e considerpoexcelente o trabalho da PF.
Por isso só teremos, todos, a ganhar caso também ela esteja sob observação da sociedade.

Anônimo disse...

Simon diz: Se não tivesse se tornado instrumento político e fosse atrás de todos sem exceção, daí eu concordaria.

Anônimo disse...

Agora mesmo na operação "Navalha", quatro delegados foram surpreendidos alertando alguns investigados, ou mesmo atrasando encaminhamentos e foram afastados (presos?)pela desembargadora!

Anônimo disse...

Na minha opinião, descontando alguns exageros, prefiro que a Polícia Federal continue agindo como está, que já presta um grande serviço ao país.
De 2003 pra cá, foram mais de 600 operações.
Só não vejo motivo para essas prisões temporárias cinematográficas com SUSPEITOS já algemados e jogados dentro de um camburão, como se fossem culpados. Sejam ricos poderosos ou pobres. Todos são suspeitos até que se prove o contrário.
De resto, a PF tem mais é que ficar livre para investigar, com o acompanhamento do Ministério Público Federal.
E estão aí os resultados.
Vic Pires Franco
deputado federal

Anônimo disse...

Discordo do deputado que, aliás, fica chocado quando as prisões são de figurões. Nunca vi ninguém reclamar das prisões feitas com estardalhaços de "perigosos bandidos" ladrões de galinha ou bandidos quase tão perigosos quanto os figurões, mas sem dinheiro e projeção social. Os criminosos de colarinho branco são piores e merecem sim, cadeia e algemas, porque costumam queimar provas, fugir para o exterior ( ver Cacciolla),etc.
Quando a mídia mostra prisões de miseráveis, todo mundo aplaude, quando são figurões, há uma grita generalizada entre os outros figurões: claro que é legislar em causa própria!

Anônimo disse...

Anônimo das 10:57
Só vou responder pra você quando aprender a ler.
Vic Pires Franco
deputado federal