30.5.07

CVRD Apresenta Diagnóstico

Do blog Quaradouro, da terra de São Félix do Valois, a fumaçenta Marabá.

A Fundação Vale do Rio Doce e a Diagonal Urbana Consultoria apresentam hoje à tarde (14hs), na estação ferroviária, escritório local da mineradora, o "Diagnóstico Integrado em Socioeconomia no Sudeste do Pará". Contratado pela Fundação e realizado pela Diagonal, o estudo - diz o convite - "proporciona a gestores públicos e sociedade civil acesso a informações que podem ser usadas para potencializar o desenvolvimento integrado e sustentável da região".
Presentes na apresentação, o consultor Jaime Almeida (Diagonal), Liesel Filgueiras (coordenadora da FVRD) e José Carlos Gomes Soares (diretor do Departamento de Ferrosos Norte da Vale).

8 comentários:

Val-André Mutran disse...

São seis volumes de um ótimo e completo estudo. Traça muitos e interessantes cenários.
Mais um ponto para a divisão do Pará e a criação do Carajás e do Tapajós.

Anônimo disse...

Na verdade, se a vale gastasse 50% do dinheiro que gasta em publicidade na área social, não teríamos tanta pobreza e desempregados no Estado.

Flávio Sacramento disse...

Olá amigo estive lá e o material é chumbo grosso para os separatistas no qual me incluo, ao ser questionado sobre a posição da CVRD sobre a divisão do estado, o diretor dos ferrosos da Vale José Carlos Soares, diz que a vale é neutra no processo,porém no meu ponto de vista a Vale está enfiada até o osso nisso, e é separatista ao extremo, afinal é mais fácil influenciar seja, economicamente ou politicamente em um pequeno território do que nesse continente chamado Pará, e esse estudo sai logo após o outro estensamente comentado aqui no blog.
Um diferencia são as consultoria que a CVRD truxe com experiência na região, a Diagonal, a UFPA a UNICAMP e o NAEA.
Flávio Sacramento

Anônimo disse...

Por que então não transformar a região em Território Livre da Vale do Rio Doce?

Wanterlor disse...

Caro Juca, realmente a material e farto(aqui por mim comentado) e é um prato cheio para os separatista. Que na realidade, se tivesse um pouco de paciencia, não precisaria do estudo do IPEA, pois esse (FVRD) por se só já retrata o nosso potencial.
Pro outro, esse estudo apresentado em todo estado e a todo povo do Pará nos dará a certeza de que esse estado não presisaria ser divido e sim reafirmado como uma grande potencia econmica, politica e cultural.
Beijos

Juvencio de Arruda disse...

Dom Flávio e camarada Wanterlor.
Parece que este estudo muda o patamar da discussão.Tão logo ponh as mãos nele, comentarei.
Segue a discussão.
Abs aos dois.

Flávio Sacramento disse...

Ganhei dois dvd´s e estou te enviando um meu amigo, o dvs é completo.
Abraços do amigo
Flávio Sacramento

Juvencio de Arruda disse...

Beleza, Dom Flávio.Estudarei o material assim que chegar.
Abração.