24.4.08

Polêmica a Vista

Logo mais, numa coletiva em Brasília, o deputado federal Zé Geraldo (PT-PA) vai propor uma mudança na Constituição para permitir a realização de eleições em segundo turno para municípios com mais de 60 mil eleitores e não somente a partir de 200 mil, como determina a lei atualmente.

5 comentários:

Anônimo disse...

Gosto da iniciativa! afinal, não é justo que vários municípios, de todo o Brasil, ainda tenham que ser administrados por prefeitos "eleitos" com menos de 25% dos votos. O 2º turno irá garantir, ao menos, metade mais 1.
Juvêncio, a proposta tinha que ser é para todos os municípios!Democracia para todos ja!

Alan Lemos disse...

Excelente! Isso é ampliar uma melhor democracia a mais municípios e não só aos com mais de 200 mil eleitores.

Por mim poderia levar o segundo turno a TODO e qualquer município onde o primeiro candidato não somasse 50%+1 dos votos.

Representa menos "disperdício" de votos, mais pessoas vão ter o poder de dar a decisão final.

Anônimo disse...

O Zé Geraldo realmente não tem o que fazer! Segundo turno em todos os municípios, significa dobrar o custo das eleições. Num País de municípios miseráveis como o Brasil, será um grande desperdício. Além de obrigado a votar em figuras como o tal Zé Geraldo ainda teremos que retornar à urna. Niguém merece.

Márcia Guedes

Anônimo disse...

Medida saudável, justa e corretíssima. Isonômica.

Finalmente, um deputado paraense sugere algo razoável.

Prof. Alan disse...

Márcia, tem capital da Região Amazônica (Boa Vista e Rio Btanco, por exemplo) que não tem 60 mil eleitores. É justo se eleger um prefeito de uma capital com menos de 1/3 dos votos?

Se a proposta passar, em toda a Região Norte aumenta de 5 para 19 municípios, os que terão 2º turno.

Considerando que muitos desses municípios ficam próximos a regiões metropolitanas grandes, o custo não é tão elevado assim. Principalmente se a gente considerar o ganho de legitimidade do governante.