29.4.08

Idéias Que Movem

O presidente do Diretório Estadual do PT no Pará, João Batista, decidiu diminuir as distâncias com a base do partido. Há tres semanas, sempre às segundas, convida militantes, lideranças e parlamentares para conversar e tomar café na sede da rua Gaspar Viana.
Já rolaram tres edições do evento, onde marcaram presença o secretário do Meio Ambiente, Walmir Ortega, e de Educação, Bila Gallo.
Os encontros tem chamado cada vez mais as tribos petistas para o que João Batista classifica de acalorados debates, na melhor tradição do partido.
Ontem, o Café com Idéias decidiu chamar uma plenária de militantes do PT, propor sessão especial sobre educação na ALEPA, e promover um ato público para demonstrar o que os governos Lula e Ana Júlia têm feito pelo Pará.
Os encontros são um termômetro de como anda o humor e a unidade da militância nos vários campos de atuação. E exercita, na prática, o bom hábito de ouvir, ouvir e ouvir.
Tudo para começar a mover a pata do elefante, tirando-o da inércia em que mergulhou no estado.

5 comentários:

Anônimo disse...

Oh! João!

Os prefeitos do interior, os petistas, morrem de medo de suas bases.

Ele não vão gostar!

Anônimo disse...

"O presidente do Diretório Estadual do PT no Pará, João Batista" = João Batista Babá? heheh

Isso é para ver se ele consegue conter uma parte da evasão da militância petista ao eleitorado edmilsista no primeiro turno.

Anônimo disse...

Não sei não. O João Batista não é a melhor pessoa para fazer mover a pata de elefante para tirá-lo da inércia.
No Encontro Municipal de Ananindeua jogou um balde de água fria na militância. Disse que não tinha jeito, o destino do PT ali era apoiar Helder, senão Maria do Carmo não se elege.
Pediu que levantassem a mão aqueles que queriam que Maria se elegesse.
Que o PT vai sentar com o PMDB para um grande acordo, para saber o que pode ser feito nas eleições deste ano.
Disse que o PMDB é estratégico para a tática eleitoral e que os dois partidos só não andariam juntos onde não pudesem e ele esperava que pudessem em muitos municípios.
Porém Santarém é prioridade para a Unidade na Luta da qual João faz parte e disse que não se pode contrariar Jader em Ananindeua.
Vai daí....

Diógenes Brandão disse...

Só não gosto de conversa quando os surdos não teimam em gesticular...

Anônimo disse...

Companheiras,

Queremos denunciar a atitude machista do companheiro Daniel Rios Garza, coordenador do programa de vivência estudantil-camponês - PROCAMPO - do GOVERNO DO PARÁ, que agrediu a militante da JPT, da JCNB, Regiane, no final do Congresso da Juventude Petista em Belém. Um hematoma ficou "gravado" em sangue preso em seu colo dada a violência do companheiro, que tem mais de 1,80m. Ele era o atual secretário municipal da JPT e é dirigente da Democracia Socialista.
Para não expor o partido evitamos registrar queixa porém esperamos providências em nossos fóruns internos.

Saudações feministas,

UNIAO DE MULHERES DE BELÉM