21.10.08

Lá Vem Barulho

O BASA definiu as agências vencedoras da licitação - DC3 e OMG - informa o colunista Mauro Bonna, na edição de hoje da folha sobrancelhuda.

3 comentários:

Anônimo disse...

A teimosia só pára quando encontra um poste, dizem os antigos... A OMG será eliminada por falha na apresentação da proposta de preço. A agência sequer tinha representante legal no dia da abertura dos envelopes do preço, o que a elimina também por omissão e ausência do processo. A ação da Mendes contra a decisão do banco está prontinha e é assinada por Helena Zoya, a mais conceituada advogada brasileira na matéria de licitações envolvendo agências de publicidade, consultora a permanente da ABAP e do Cenp. Ou seja, manter essa decisão de cunho político "na marra" vai deixar o banco sem agência por mais dois anos. Como o contrato com a Mendes findou e não pode ser prorrogado mais, a saída será contratar, por tomada de preço, a agência que apresentar o menor valor, em Leilão virtual ou presencial. Será a primeira vez que um banco usa essa modalidade para comprar serviços de publicidade.

Juvencio de Arruda disse...

Acabo de recusar um comentário grosseiro contra o publicitário Oswaldo Mendes. Afirmo, apenas, que não é a idade que tira algupém do mercado, enquanto sua competência estiver de cima.
Muito vezes pior que a idade, uma condição inexorável, é a dificuldade em aprender que sem ela - a competência - só resta a patifaria, a sabujice e a inveja.
E, é claro, a divisão dos lucros da conta com a estratégia escolhida para consegui-la.

Anônimo disse...

O bom cabrito não berra... Lembra dessa frase anônimo??? Vc tá enganado, peça no banco a ata n 2008/028 e veja que o representante da OMG ,assinou.Como vc prevê o futuro, deveria tá trabalhando numa tenda jogando cartas e não numa agência.