4.4.08

Chávez, My Love

No blog de Walter Rodrigues.

A amante de Chávez

Um jornal da Espanha e uma TV colombiana anunciam com grande alarde que Chávez tornou-se amante da governadora do Pará, Ana Júlia Carepa (PT). É uma maneira de dizer que ele não está interessado no Fórum Social Mundial ou qualquer outro tema semelhante, mas sim em viajar a namoro por conta do erário.
Um dia desses o boato era que Chávez dividira a cama com a top model Naomi Campbell, que aliás não poupa elogios políticos e pessoais ao presidente da Venezuela.
No ano passado, porém, quando Chávez separou-se da segunda mulher, a mídia “americanalhada” insinuou que ele era gay.
Brincadeirinha? Muito mais que isso. O departamento de patranhas da CIA (central de espionagem e operações secretas dos EUA) e seus imitadores sempre trabalharam com a desqualificação pessoal dos adversários. Já divulgaram histórias desse tipo sobre Fidel Castro, Kadáfi, Saddam Hussein, Jango, Allende e Brizola. Este último chamou os Civita de “proxenetas”, depois que Veja lhe deu como amante a mulher de um amigo do ex-governador do Rio.
Saddam, quando convinha à propaganda, virou um fauno sexualmente insaciável. Kadáfi foi apresentado como homossexual na imprensa italiana. De Allende tiraram fotos amorosas com a secretária, pouco antes do golpe de 11 de novembro de 1973 e espalharam cópias no Chile de norte a sul.
Uma repórter norte-americana chegou certa vez a interpelar Fidel sobre o boato de que ele fora emasculado na prisão, durante a ditadura de Batista.
O presidente cubano respondeu na lata:
— Convido a senhorita a verificar pessoalmente...

8 comentários:

Anônimo disse...

Para ser imparcial essa prática de desqualificar adversários não é privilégio dos americanos. No Brasil já é uma coisa muito velha e atualmente o governo Lula tem usado e abusado disso.
Para quem já foi militante e conhece os bastidores "até parece" que essas histórias vão tirar o sono da governadora...

Anônimo disse...

É completamente falso que nenhum jornal espanhol tenha publicado, com alarde ou sem alarde, nada sobre um presunto namoro entre Chavez e Ana Julia.
Sou espanhol e trabalho na area. Acho que o presunto periodista confundiu o jornal venezuelano El Nuevo Pais com o jornal madrilenho El Pais.

Ale -Lain disse...

Que coisa! Foi a primeira risada deste dia...

Juvencio de Arruda disse...

Espanhol, se não se incomoda, prefiro aguardar a correção do Walter Rodrigues, brasileiro e expert na área.

Anônimo disse...

Hahahahaha, "o governo Lula tem usado e abusado disso". Haahahahaha, não sei qual a melhor piada mentirosa: se essa, ou aquela do "namorico" entre Chávez e Ana Júlia.

Anônimo disse...

Fique a vontade, Juvencio, é seu blog e publica nele o que quiser.
Nao vou me incomodar com isso.
Só ficaría incomodado (e muito) se o único argumento fora ficar fazendo referencias sarcásticas a nacionalidade dos outros.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado.
Foi vc quem se identificou como espanhol, e assim o tratei, respeitosamente, sem sarcasmos.
Também foi vc quem disse que trabalha na área.
Disse-lhe que WR é expert na área. E é.
Agora se ainda assim vc ficar muito incomodado, faça a gentileza de não se incomodar mais com este blog, que tem algo de espanhol: o mau humor.

Anônimo disse...

O jornal é da Venezuela EL Nuevo País e tras a foto de Ana beijando Chavez normalmente, apenas o angulo da foto é que insinua que o beijo é de enamorados.
Está no sítio do jornal também.