20.10.08

Debatendo-se

Na hora do recreio de uma deliciosa aula sobre Hanna Arendt, um curioso consenso entre os mestrandos: Duciomar Costa asfalta Pirante nos debates, embora debatam-se no nível da lama. E a suspeita de que eles podem trazer dissabores ao candidato barbalho-petista no dia 26.
Será?

-----

Sugestão do comentarista Artur Dias - artigos sobre voto em branco, abstenção e voto nulo - foi aceita por tres colegas de mestrado do poster. Entre quarta (22) e sexta (24) serão publicados aqui no Quinta.

25 comentários:

Anônimo disse...

No debate da RBA, o Duciomar transformou o seu maior problema, que é Saúde, em um grande drama para o Priante.
Agora, na Record, o Priante, que no debate anterior estava bem calminho, veio com tudo pra cima do Duciomar. Aí voltou o velho estilo: agressivo e arrogante. No início estava muito agitado e deixou transparecer intranquilidade, quando os dois candidatos aapareciam em tela dividida: parecia até que cuspia fogo.
Enquanto isso, o Dudu pedia calma e não mexia sequer um músculo do rosto.
Quatro pontos:
1) O Priante está tão encucado e com tanto medo da rejeição da palavra Barbalho, que pede direito de resposta até quando se fala a palavra família.
2) O termo "olhar de seca pimenteira" vem lá do Guamá.
3) A Record, com as perguntas dos jornalistas, foi o que nem a RBA conseguiu ser.
4) Os erros de português passaram dos limites. Os do Duciomar, já estamos acostumados. Mas até o Priante está seguindo a mesma escola.

De resto, não vamos nem entrar nos detalhes do debate, porque aí não sobra nada: repetitivo, sem propostas, sem participação política e, principalmente, sem uma discussão mais aprofundada sobre a cidade que queremos.
Ainda temos dois debates pela frente. Mas não espero que mude muita coisa.

a) Roberto Souza

Anônimo disse...

Data vênia Juvencio
Que tal se debata ainda se as forças políticas que estiveram em disputa podem perante os segmentos do eleitorado que nelas votaram se manterem indiferentes a escolha em um pleito tão complexo como a que estamos assistindo.
Na minha modesta opinião para que possamos compreender esta conjuntura eleitoral-política tão complicada, os comentários devem ficar equidistantes de concepções que já estão cristalizadas e fo ssificadas em cada uma das forças que disputaram as eleições.
Tais como Priante representa a volta de Jader, um corrupto contumaz, portanto quem o apoia também apoia Jader. Será ou não necessariamente.
E outras questões relacionadas a ambos candidatos que se coloca antes mesmo de se ter uma compreensão da conjuntura que vivemos.
Com isso quero dizer que não acredito que pelo fato do PT,PPS,PCdoB e PSB terem aderido a candidatura de Priante renunciaram aos seus objetivos programáticos e ações que julgam necessários para
uma administração participativa.
Creio que eles tem maturidade política suficiente para saber o que fazem.
Além do mais já está mais do que observado que o PT ao chegar ao poder não precisaria da aliança com Jader para, digamos assim, se desviar do projeto democratico e popular que tanto apregoa.
Dizem que acontecem coisitas nos órgãos públicos do Estado que até Jader duvida.

Anônimo disse...

Hannah Arendt, meu chapa? A coisa lá tá boa, gente de fina estirpe. Dela só me lembro a frase de que é no espaço público que a pessoa se revela, se para o bem ou para o mal. No caso de Belém, ambos para o mal, seja duciomar, seja priante - aqui a política é vivida com indignidade. Vale à pena a teoria política ser uma, e a prática outra? Uma nega a outra não achas?
a)Celso Lafer

Juvencio de Arruda disse...

Prof. Celso...rs... vc tem toda razão.

Cássio de Andrade disse...

Profº Celso Lafer (?) Se o anônimo for, de fato o Celso Lafer, comprometeu-se deveras com a referência em Hannah Arendt acerca do comportamento público. A melhor revelação pública do indivíduo é de Agnes Heller: "O comportamento global dos homens transforma-se quando eles estão colocados diante do público" (vide "O cotidiano e história", Paz e Terra, 1992, p. 90). De qualquer maneira, os dois candidatos se revelam em público e na privada.

Lafayette disse...

"O revolucionário mais radical se torna um conservador no dia seguinte à revolução." rsrsrs

Juva, em debates televisivos, o sucesso do participante é fruto direto de uma boa retargada de sua equipe?

Anônimo disse...

Escolher o próximo prefeito de Belém, é como escolher entre duas maçãs podres dentro de uma cesta.
Vamos votar nulo. Eu, a Valéria e nossas duas filhas.
Vic Pires Franco

Juvencio de Arruda disse...

Lafayette, em parte sim. Mas os atributos pessoais dos candidatos e a conjuntura - da campanha e até mesmo pessoal, do candidato - influenciam no rendimento durante o debate.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado, deputado.

Anônimo disse...

Começar a quebrar a cidade faltando apenas 2 meses para as eleições, é uma tática velha(ca). É para dar a impressão de que a cidade se transformou num "canteiro de obras", como diz o nefasto.

Lafayette disse...

Sabe porque te perguntei, Juva?

O Duciomar tem dado um banho no Priante nos debates. E todos os tipos de banho: de mudo; de cara de égua-na-chuva; de preparo; de respostas e argumentos à-moda-do-que-o-povo-quer-ouvir; de política, enfim.

Quem é o faz-tudo-e-sabe-tudo do Duciomar? Se o cabra se candidatar, eu voto nele! :):):):)

A tática de manter a saúde na bola da vez, no debate da BAND foi coisa de gênio (se do mal, não sei).

O debate da Record perdi (estava vendo o da Martha e Kassab), mas quem viu me disse que o baile foi o mesmo. Será?

Quando será o próximo? O do SBT? ou da Globo/Liberal?

Acho que o Priante, sabedor de sua atuação, virá melhor preparado aos dois últimos, se quiser ganhar essa eleição.

Se continuar assim, o Duciomar ganha, e ganha bem.

Lafayette disse...

Anônimo da 5:51PM

Nenhuma novidade. TODOS fazem isso!

E nós votamos sempre nos mesmos.

O único sangue novo neste ano era a Valéria, mas o povo(?) não entendeu assim, e assim, e somente assim, ficamos entre Duciomar e Priante.

E mais, temos que considerar que o Duciomar não foi para o 2º turno apertado. Ele tem uma longa margem de votos. Portanto, se canalhas o não, as obras eleitoreiras ainda são motivos de votos certos neste País, devido, é claro, a nossa miséria.

Anônimo disse...

Nunca ví!
O cara é acusado de passar equipamentos da prefeitura para uso de firma contratada pela própria prefeitura, cujo dono, Jean, é o sempre assessor do próprio cara, o Duciomar prefeito e esse fica impassível, nem pisca, não se defende, não assume, não esclarece e diz:"se tens alguma dúvida, procure a justiça e entre com um processo..."
Não há dúvida: o Dudú, quando faz barba, cai serragem!

Anônimo disse...

Ao das 6:30h:
O Duciomar também é bom aluno da mesma escola do Jáder Barbalho. Vistes o coro da claque duciomarista na saída do debate da Record, "ão, ão, ão, Barbalho na prisão" e os gestos de mãos algemadas? Estão bem ensaiados, claram aos priantistas e petistas presentes!

Anônimo disse...

Genial essa "o Dudú, quando faz barba, cai serragem!". E como creme de barbear: óleo de peroba.

Juvencio de Arruda disse...

Não se debata, priantesco aboçalado das 22:15.
Aguarde o resultado das urnas.

Anônimo disse...

acho que priante se saiu melhor nesse debate, a época de dudu ja passou...

Anônimo disse...

você e a valéria são o quê VIC, OS PÊSSEGOS? hahaha, faz me rir, te juro que agradeço a deus por vocês terem perdido e o que é melhor, em 4º lugar...belém não merecia sua mulher...e o povo entendeu isso, quem sabe pra deputada estadual ela consegue na proxima eleição...abracos deputado!
Bruno almeida jr.

Anônimo disse...

Sim amigo, eles devem ser os pêssegos, muito boa essa...esse casal "ViVa" não aprende mesmo...tem que ter humildade viu?

Anônimo disse...

Decidi votar no Priante pois acho que o DUDU fez muito pouco por belém, asfalto todos fazem, o edmison fez muito isso também, mas obras estruturantes mesmo o dudu so fez a duque, e pra quatro anos isso é vergomhoso, ele prometeu tanto que a esperança do povo ficou grande também, conclusão : a decepção foi grande também com o DUDU!

Anônimo disse...

Velória? Sangue novo?
Só se for sangue de bruxa chupado de criancinhas, me poupe tucano alienado que não pensa o que diz.
Por favor Juvêncio, não sou deputado do G10 mas não tire meu comentário.

Anônimo disse...

Ei Vic, conta aquela história que tu morres no final! Então, vais deixar de empatar o caminho do Barbalho? Logo ele, que bateu na Valéria o tempo todo e até com grosseria, no debate?! Vou fingir que acredito em ti e nem eu mesmo vou conseguir me ludibriar.

Anônimo disse...

O Dudu é mesmo muito cara de pau e não responde diretamente a nenhuma resposta. Mas o Priante é muito fraquinho e não parece ter a metade da inteligência e malícia do primo Barbalhão, nos debates. Perdemos todos. NULO NELES!!

Anônimo disse...

sim cassio sou o prof lafer rs rs rs e vc filho do demir?

Anônimo disse...

acredito que voto nulo beneficia o falsário, entao voto priante, apesar de nao ter sido meu candidato, votei jordy no 1 turno...
bruno almeida jr