28.4.07

Pausa

Um dia administrativo, e uma pane no celular deste poster, prejudicaram a alimentação do blog e a postagem dos comentários ontem. Sorry.
E agora folga até quarta feira.
Bom feriado a todos.

9 comentários:

Cris Moreno disse...

Bom feriado para você amigo. Até a volta.
Bjs.

Anônimo disse...

Jucaríssimo. Não tenho nada contra os acadêmicos - neste mundo tem lugar para todos - mas não posso deixar de comentar a entrevista que o chefe de comunicação do goveno Ana Julia, Fábio Castro, deu ao Diário dos Barbalhos. Lembrei daquele concurso Madame Natasha que o Élio Gáspari coloca na coluna dominical dele. Veja, por exemplo, essa pérola:
"Nesse sentido, acho que o perfil que estamos construindo neste governo não é o perfil... não temos o modelo de intelectual simplesmente erudito, que é o intelectual de gabinete, mas o intelectual cuja produção se constitui como resposta, com uma contribuição a dar à sociedade. Essa política de comunicação que estamos propondo não é de maneira alguma uma política de gabinete, justamente o contrário, é uma política que pretende possibilitar uma nova prática social."
Veja você: o perfil não é perfil, a política não é política.
Lembro o meu irmão Euclides - Chembra - Bandeira, que dizia, desafiando os jornalistas de gabinete: "Senta aí e escreve 10 linhas..."
Só para não dizer que eu não falei das flores...
Grande abraço.
Ronaldo Brasiliense

Anônimo disse...

E aí Juvêncio? Após tantos elogios feitos por ti ao Dr. Fábio Castro, o que tens a dizer sobre a entrevista que o Dr. Fábio concedeu ao Diário do Pará de domingo (29/04)?

Anônimo disse...

Luluquefala desabafa:
O Pará pegando fogo na política, na polícia, e vc nos deixa aqui abandonados, sem notícias todos esses dias !!
Desse jeito vamos criar a república dos quinteiros abandonados.
E sem o quinta, é noves fora nada.
Blogs com nome de bicho nojento, Blog culto com nome de aparelho de barbear. Blog com nome de genitália alheia, e mal lavada. Cruz credo !!
Carregue aquela plaquinha com vc e nunca mais nos deixe assim, meio que abandonados.
Boa semana, querido Juca.
Lulu

Anônimo disse...

Dêem uma olhada no manifesto que segue, começou a reação:
Manifesto do Coletivo de Trabalhadores da Área de Comunicação Filiados e/ou Simpatizantes do PT contra perseguição política na CCS

MANIFESTO

Primeiro de maio de 2007. Escolhemos o Dia do Trabalhador para denunciar ao povo do Pará uma história de assédio moral e desrespeito aos profissionais da Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) do Governo do Estado. Tão logo a nova direção assumiu a CCS, no dia 11 de abril, teve inicio uma política com comportamentos dignos de um regime ditatorial que incluíam ameaças veladas e que deram ao ambiente de trabalho um clima de terror. Nos primeiros dias da gestão da nova coordenação, os novos assessores se encarregaram de propagar que todos seriam demitidos.
“Nove dias passados, enfim teve a primeira reunião com os profissionais lotados na CCS. Durante o encontro, os profissionais foram informados que todos que quisessem participar do ‘Novo Projeto de Comunicação’ do governo Ana Júlia Carepa deveriam enviar novamente seus currículos, desconsiderando o processo de seleção anterior balizado no caráter técnico e no perfil dos profissionais que queriam contribuir também com a construção de uma Comunicação voltada para os interesses sociais. Além de reconhecida experiência no mercado de trabalho, a maioria dos profissionais da CCS também tem respeitada história em movimentos políticos e sociais.
“Mas esses fatos foram ignorados e foi levada adiante uma administração, baseada em atos de perseguição política. Desde esta reunião, até o momento, 21 trabalhadores já foram informados de sua exoneração, dos quais 13 são jornalistas. Também há promessas de novas exonerações até junho próximo. E ainda mais grave, a nova coordenação tem propagado que as demissões na CCS se davam por critérios técnicos e profissionais, maculando a imagem de pessoas que sempre ajudaram a construir a história do PT. Brincou com a honra e a dignidade de trabalhadores.
“A sociedade precisa saber que a mudança no comando da Coordenadoria de Comunicação Social do governo do Pará está longe de ser mais um ato administrativo. As provas falam por si. Enquanto trabalhadores eram qualificados de falta de 'perfil técnico', a nova equipe da CCS causou prejuízo aos cofres públicos ao editar uma revista sobre os 113 dias do governo Ana Júlia Carepa cheia de erros jurídicos e técnicos.
“A humilhação que os exonerados passaram não será apagada da memória. Neste Dia do Trabalhador fica o registro para que a história julgue os fatos. Esse registro é de indignação contra um comportamento que passa por cima de princípios que sempre nortearam o discurso que conduziu o Partido dos Trabalhadores à presidência da República e ao governo do Pará.
“A condução da política de Comunicação no Estado, para ser democrática, participativa e popular, deve primar pelo respeito ao trabalhador e à sociedade.

Coletivo de Trabalhadores da Área de Comunicação Filiados e/ou Simpatizantes do PT

Anônimo disse...

E aí Lulu? Tudo bem?
Parece que vc ainda não absorveu a peia que levou lá no blog de barbeador, né.
Toma teu remédio, nenê.

Anônimo disse...

Querido anônimo das 8:26.
Em primeiro lugar, bom dia e uma ótima semana, procurando sair de casa antes de meio dia pra trabalhar e voltando só depois das 6 da tarde. Você é muito novo pra viver uma vida de aposentado.
Não sei que peia é essa que vc está falando. Faço minha barba todos os dias no chuveiro, e que eu me lembre, sem nenhum problema.
Aliás, mi quirido, quem tem o apelido de nenem, não sou eu não. Nem nenem e muito menos pudim de leite.
Agora, para encerrar esse papo modorrento, indico um novo livro pra vc ler, que será lançado em breve no auditório da antiga SUDAM:
Trata-se do título " MEU PAPAI...MEU GAROTO ! MENINO TRAVESSO, PAPAI HERÓI" de autoria de um dos melhores jornalistas da terra e grande contador de histórias, o famoso e inigualável Papudinho.
São histórias imperdíveis e engraçadíssimas.
Uma delas, mais recente, conta a história de uma secretária, que sem querer, entrou no gabinete do parrudo secretário e o encontrou suando as bicas tentando fechar uma grande maleta, com notas de cem e cinquenta reais transbordando pelas beiras.
O secretário, é claro, deu no pé, mas a secretária continuou no mesmo lugar e conta até hoje para os mais chegados essa historinha VERDADEIRA e muito engraçada.
Compre o livro e divirta-se !!!!

Anônimo disse...

Melhor tomares o remédio. Ouça meu conselho de amigo.
O Chico ou o Luis vão abrir o bico!
E se tomares o remédio agora, não terás que dobrar a dose ou juntar outros para continuar fazendo a barba sem cortar o rosto.
É verdade. Não é nenê não. É "dandy" mesmo.
Rs...

Anônimo disse...

Vou manter a minha palavra, mesmo com os que não são corretos comigo.
Não vou brincar com coisa séria e com o sofrimento das pessoas.
Quer brincar de outra coisa, eu topo.
E para encerrar, que todos abram os seus bicos. Seria tão bom !!!!
Lulu