5.4.08

Cautela

O fornecimento de atestados de competência técnica à empresas que participam de licitações na Seduc deve ser reavaliado. Com urgência.

5 comentários:

Anônimo disse...

Mais de uma ano desse governo já se passou e observo que a infra-estrutura das escolas publicas estaduais, aqui em Belém, continua precária, imaginem como deve estar no interior do estado.

Anônimo disse...

Há de se dar ainda mais seis meses pra nova Secretária para qualquer julgamento. Pois se ela encontrou "terra arrasada" (e não é difícil imaginar, depois de longos mandatos de gente como Isabel Amazonas, Rosa Cunha e Mário Cardoso), não será fácil, em pouco tempo (dadas as condições burocráticas da gestão pública, leis obsoletas, tempos para licitações, controle e exigências formalistas das auditorias, etc.), corrigir tanto escombro. É esperar e aguardar.

Anônimo disse...

Acho ótimo que a Secretaria cobre condições técnicas de empresas de construção em suas licitações. Muito das gambiarras que se vê por aí decorre de dois problemas: firmas incapazes de realização de obras com qualidade e falta de fiscalização. Cuidado com o dinheiro do contribuinte é tudo o que se espera de um órgão público!

Juvencio de Arruda disse...

A nota refere-se, ainda, aos escombros deixados pela gestão Mário Cardoso.
Pessoalmente não vejo necesidade de dar mais um dia sequer à Bila.
As mudanças já se fazem sentir.

Anônimo disse...

Ocorre que muitas empreiteiras e empresas de construção funcionam na SEDUC na base do bilhetinho.