29.2.08

Relações Criminosas

Então o diretor de Relações com a Sociedade Civil da secretaria de Segurança do Pará era membro do esquadrão da morte, hein?
Como diz o vizinho, é o horror, é o horror!
Mas, sabe quantas vezes a puliça tucana cortaria a própria carne? Never!
A frouxura impediria.

18 comentários:

Anônimo disse...

Cara, esse major foi nomeado pela Vera Tavares....
Agora que a casa caiu!

Juvencio de Arruda disse...

Por favor,Vera Tavares nada tem a ver com esse caso do esquadrão da morte.
Se foi nomeação dela, cobre-se seu erro político, nunca seu envolvimento, como pode ser entendido de seu comentário.

Anônimo disse...

Esse major não foi nomeado pra nada pela Vera Tavares, pelo que eu sei, ele tava cedido pela PM a SEGUP, e trabalhava em serviço burocrático da SEGUP.
Tava o tempo todo sob vigilância enquanto se faziam as investigações.
Ele não podia mais ficar na tropa, Comandando ZPOl ou outra Unidade policial como comandava durante o Governo Tucano.
Tinha que ficar o tempo todo sob vigilãnca mesmo e longe da tropa.

Anônimo disse...

Anonimo 10:29
Então o major foi comandante de Unidades e ZPol nos Governos tucanos?
Porque que não investigaram ou afastaram ele?
A Vera Tavares como sempre corajosa!

Anônimo disse...

Alguem sabe quem são os 02 promotores e o juiz preso?
Por que não divulgaram? Corporativismo?

Juvencio de Arruda disse...

Não há promotores nem juiz preso.

Anônimo disse...

Nos governos do JB também jamais uma operação destas seria possivel. Com ele a PM sempre deitou e rolou, e o governador nem aí.

Anônimo disse...

E a pupulação tendo que conviver com estes meliantes sem ter pra quem reclamar pois o corporativismos não permitia que se fizesse algo contra os colegas. Acho que esta ãção fortalece as instituições e permite a gente acreditar na Justiça, pq é angustiante para um cidadão ver que alguns poliças atuarem como se estivesse acima das leis...

Anônimo disse...

A PM cumpriu só cumpriu ordens, o mérito é da procuradoria militar

Anônimo disse...

Está na hora do sec. Geraldo colocar pra fora os tucanos corruptos que continuam infiltrados em cargos de confiança dentro das duas instituições policiais em todo o estado.

Anônimo disse...

Juvencio,
Todos na Policia Militar, saben quem é, o Major Ferreira, como a Secretaria, não sabia. Policiais, dizem que avisaram a Vera, mais ela, não acreditava, achava que era intriga. E Agora.

Anônimo disse...

Anônimo 10:29
Vc poderia complementar sua "informação" sobre as atividades do major preso na operação "navalha na carne", no governo tucano?
Qual era mesmo a ZPol da qual o major era comandante?
Qual a unidade policial que o tal major comandava?
Já que o anônimo é tão bem informado poderia satisfazer essa curiosidade!!!
Os blogueiros agradecem...

espaço aberto disse...

Juca,
Se o diretor de Relações com a Sociedade Civil é desse naipe, imagina os de "catiguria" menor que a dele.
Abs.

Anônimo disse...

Voce tem razão, no governo tucano nçao eram punidos, principalmente os oficiais.
Esta aí por ser julgado o caso o Majoe Éder em Paragominas, cujo processo corre pela comarca de Dom Eliseu, que comamdava naquela região uma tropa de bandidos. Ele responde por homicídio e quatro homens em uma fazenda. Chegou a ter uma empresa de segurança para terinar a milícia armada da fazenderada. Quando ele saiu de lá, os fazendeiros fizeram protesto, a Câmara Municipal esperneiou, o Prefeito e o deputado Bosco Gabriel protestaram e tentaram barrar sua remoção.Agora ele é tenente-coronel, foi promovido mesmo com esta folha corrida.
E processo nunca andou na Justiça.

Anônimo disse...

Anonimo 9:38
É preciso que se faça Justiça. A Vera Tavares foi quem mandou fazer as investigações sobre o Major. Lembrem que a investigação começou ano passado a mando dela.
Concordo com o anonimo das 10:29.
Como o major poderia comandar alguma coisa se estava tendo investigação deste nível?
Já pensou se ele fosse nomeado pela PM como comandante de Salinas ou comandante de bragança ou de Marituba, ou ananindeua, ou qualquer outra cidade ou batalhão em belém? pra quantos iriam aumentar os integrantes do esquadrão?
Se fosse eu o Secretário faria a mesma coisa e ia querer esse major embaixo dos meus olhos, até saber tudo sobre ele.
Parabéns Vera tavares.

Anônimo disse...

Que a doutora Vera Tavares era incompetente para comandar a segurança pública do nosso estado, isso é público e notório. Agora querer forçar a barra e envolvê-la nessa cachorrada da PM, é pura falta de caráter.
Ela é uma mulher respeitada e honrada.
Vic Pires Franco

Anônimo disse...

Beira o ridículo essa disputa entre petistas e tucanos para saber quem tem mais culpa no cartório nesse episódio.
Todos tem!
Essa cachorrada vem lá de trás, de muitos anos, e só agora essa quadrilha está sendo desbaratada.
Se os tucanos não desbarataram ou não descobriram, os petista fazem isso agora.
Ponto para os petistas.
Aliás, ponto para o doutor Geraldo, que não é nem uma coisa nem outra. Nem petista, nem tucano.
Vic Pires Franco
Deputado Federal

Anônimo disse...

Rei morto, Rei posto, né Deputado?
Ponto pra VERA TAVARES que foi quem teve a coragem de mandar fazer a investigação com profundidade, coisa que o ex-titular da pasta, antecessor a ela não teve.
Mas, concordo com o Sr., e a bem da verdade, 12 anos é muito tempo!