29.2.08

Super Popular

Na edição de hoje de O Liberal, o Seventy volta a contar causos de testes de popularidade de Jatene em supermercados. Empurrando um carrinho - coisa mais linda! - foi muito cumprimentado.
Ou Jatene não tem o que fazer, ou o Seventy não sabe o que fazer para agradá-lo, e aí expõe o ex governador ao ridículo.
Francamente.

40 comentários:

Anônimo disse...

Um jornal ridículo e um político ridículo. Jatene já era! Ele saberá disso o dia em que tiver coragem de voltar a disputar alguma coisa, sem o apoio de Almir. Se tiver... (é medroooso!!!)

Cris Moreno disse...

Juca, bom dia.

Mas olhe, qual foi o outro governador(sim, porque eles sempre serão "governadores"), que você já viu em supermercados? Eu entendo você para o fato ser transformado em nota de jornal. Mas que é legal, é legal. Caramba, nunca vi um governador em um supermercado. O que será que ele estava comprando? rsrs

Beijos.

Juca, a partir de amanhã você estará no Flanar. E o Quinta Emenda, será excluído ou continuará, como fez o Yúdice?

:)

Ah, Juca, nunca vi você no supermercado tb... rsrs

Amo-te! Muito...muito...muito...

Juvencio de Arruda disse...

rs...Cris Moreno, o Jatene deveria estar comprando coisas gostosas.
Geralmente ex governadores vão sim a supermercados. Vou ficar nos dois blogs, igual meu profesor Yúdice.
Mas só começo no Flanar na semana que vem, por motivos de força maior fui obrigado a adiar a estréia.
Eu sempre vou ao supermercado, e vou continuar mesmo depois de deixar de ser governador...de seu coração...rsrs
Bjs e bom dia.

Cris Moreno disse...

Você nunca foi governador de meu coração. Você foi, é e sempre será o meu "presidente". Acho que dono tb...será que a professora vai brigar comigo?... rsrs

Beijos.
Bom dia.
bom trabalho.

Bia disse...

Querido,

voltar a ser um cidadão comum é geralmente muito difícil para os que transitam no poder. Muitos fazem do hábito do cachimbo o gosto da boca torta. E não se acostumam à ausência dos séquitos ou do aparato de segurança.

O ex-governador preza seu prazer e agora seu direito e escolha de ir ao supermercado, à oficina, à padaria, sem séquitos e sem seguranças.

Num país onde a maioria dos políticos é apupada quando deixa o poder ou é vaiada em estádios quando ainda está no poder, é bom ser cumprimentado afavelmente em supermercados. Se isso merece ou nao ser notícia, debite-se ao nosso provincianismo ou ao que você debita ao Liberal. Mas a notícia é positiva.

Quanto ao anônimo do primeiro comentário, o ex-governador não é um político ridículo. A seu favor, entre outras coisas, pesam um incontestável respeito à democracia e uma evidente generosidade política. Qualidades ausentes no atual governo.

Beijão, Juca.

Juvencio de Arruda disse...

Queridona, bom dia.
A nota, na minha opinião, é ridícula, não o ato de Jatene em ir ao super, coisa natural, como disse em comentário anterior.

Mas respeito sua opinião.
Bjão.

Anônimo disse...

Luluquefala:
Ora,ora! Deixem o Jatene fazer suas comprinhas em paz.
E sabe o que ele estava comprando no supermercado? Peixe,minha gente, peixe!
Era a quinta do peixe.
E como ele é um pescador que não leva o peixe pra casa,pois devolve o bichinho ainda vivo pro rio, taí a descoberta do grande mistério.
Era peixe minha gente.
Pescada amarela e filhote.
Afinal, esse final de semana ele prepara, com a orientação e supervisão do seu amigo Orly, um peixe que é um verdadeiro manjar dos Deuses.
Como convidados, sua eterna vice, Valéria,acompanhada pelo maridão e toda a prole.
Hehehehehe

Anônimo disse...

Eu também nunca vi um ex-governador zanzando num supermercado, exatamente na época em que se cogita lançá-lo candidato numa eleição direta.

Além disso, jamais vi um político zanzando pelas ruas, pelas feiras, etc, exatamente na época em que se cogita lançá-lo candidato numa eleição direta.

Eu sou muito tolinho, viu?

E sou também um completo idiota.

Anônimo disse...

Aqui no Pará todo mundo é bm tratado, mesmo que se saiba de suas travessuras. Faz parte do nossa morena docilidade.
Até o Michael Jackson se aparecesse no Lider da Doca empurrando o carrinho, acabaria convidado para alguma promoção em prol das criancinhas.
Politicamente o barbudinho está fazendo de um tudo para se movimentar, para que não se esqueçam dele. Ele pode ficar tranquilo, ninguém esquece dele, o dele está guardado, é o que promete muita gente...

Anônimo disse...

A repercussão da notícia aqui prova que a notícia é notícia. Se a Folha desse que o Geraldo Alckmin foi visto assim-assado num Pão de Açúcar ou Carrefou qualquer, também seria notícia.

Juvencio de Arruda disse...

rsrs...seria sim, mas a Folha não esmigalharia o saco com essa cara de pau, das 10:48.
É essa a questão.

Anônimo disse...

Não foi o jingle do Líder que o deputado gel, usou na campanha???

Anônimo disse...

O anônimo das 10:59 é chegado num gel hein!!
Calma anônimo,não se avexe não.
Vá passando,vá passando...

Anônimo disse...

égua! vai entender.
antes o jatene era criticado pelo luluquefala Pires franco,agora é assediado.
Lulu...o Homem presta ou não presta? te decide rapá

Anônimo disse...

Objetivamente, o tal "setenta" está mesmo é caindão, sem crédito e sem assunto.
Tá parecendo o tal da coluna que "faz e aparece" vcs sabem...só besteirol (pronto: parece o Fantástico no domingo a noite!).
Quanto a um ex-governador fazer compras, criticá-lo também é não ter o que fazer, seja lá quem for.
Só se ele estivesse usando cartão corporativo, aí o bicho iria pegar...rsrsrs

Anônimo disse...

O ex governador tem direito a carro e segurança. Não usa nem uma coisa, nem outra. E mantem os costumes que tinha antes de ser governador, o que é no mínimo saudável. Afinal, como já disseram aqui, ele voltou a ser um cidadão comum.
Quanto a ser ou não notícia, depende mais do jornalista de plantão considerar ou não. Das suas preferências ou, quem sabe, da falta mesmo de assunto.
Aquí e acolá agente, às vezes, também faz cada uma, não é mesmo?
Agora, se o ex-governador estava fazendo um teste de popularidade, não deixa de ser interessante para quem está mais de um ano fora do poder.
No mais, uma constatação: o assunto podia até não valer uma nota no 70, mas aqui no QUINTA teve uma tremenda repercursão.
Maior , com certeza, do que no jornalão.hehehe
valeu seu Juca.

Bom final de semana.

Antonio Fernando

Justiça Ativa disse...

não é causo não.
Eu tava no Líder e vi o governador sendo cumprimentado por muitas pessoas sim. Inclusive por mim.

eu disse...

Jatene é um grande economista e planejador, pena que estava um governo onde estava relativamente amordaçado para fazer coisas mais produtivas.

Anônimo disse...

Como afirmou o anônimo 10:48, pela repercussão da notícia aqui no blog, me parece que a notinha publicada no Liberal, bem como a ida do ex-governador Simão Jatene não é assim tão ridícula como alguns querem fazer parecer.
Simão Jatene, antes governador, agora é um cidadão comum como qualquer um de nós e sua destemida exposição em locais públicos, como um supermercado por exemplo, comprovam que, além de desprovido da febre do poder, não é "medroooooooso" como sugerido pelo anônimo 8:51... Até porque, quem não deve, não teme!
Será que um ex-governador como o JB, por exemplo, pode fazer o mesmo?
E pensando lá na frente, será que a hoje governadora, no futuro, poderá fazer o mesmo e com a mesma receptividade?
Vamos esperar pra ver!

Beijos pra vc Bia

Lia

Anônimo disse...

Aí por cima alguém disse que o Jatene é generoso, politicamente. A ser verdade o que saiu do Liberal de hoje, que ele vai se reunir com o casal DEMocrata, ele realmente é generoso, tendo em vista o que o casal falou dele no último ano, além de também mostrar que não tem nenhum escrúpulo, faz qualquer coisa para conquistar o Poder.
No passado fez já esmolou o apoio do Jader Barbalho, então este fato não surpreende.

Anônimo disse...

Garanto que êle NÃO estava comprando:
-shampoo;
-pente;
-brilhantina.

Anônimo disse...

O Antonio Fernando disse "ex governador tem direito a carro e segurança. Não usa nem uma coisa, nem outra. E mantem os costumes que tinha antes de ser governador, o que é no mínimo saudável"
É verdade, as fazendas na estrada de Inhangapi, perto de Castanhal, os dois apartamentos ali na transversal da Doca (um para cada filho) e outros bens (muitos outros) ele comprou quando ainda era secretário de planejamento do Almir, ele não comprou nadica, nem aumentou o patrimônio durante o seu governo.

E, o das 8:49h, de nome EU, falou um troço muito estranho: "Jatene é um grande economista e planejador, pena que estava um governo onde estava relativamente amordaçado para fazer coisas mais produtivas".
De quem o Jatene foi vítima? Do Almir? Ele fazia as coisas contrariado, amordaçado e algemado na beira da cama, rsrsrs, tadinho!

Anônimo disse...

Jatene saiu decepcionado do supermercado, pois não achou os candidatos de prateleira de seu partido sequer citados como produtos disponiveis no mercado eleitoral. Quanto ao "panfletinho" liberado, fico triste pelo nosso povo, que tem que conviver com dois jornalecos vendidos e comprometidos com os donos do poder.

Anônimo disse...

Luluquefala:
Vocês, invejosos, só esqueceram de cantar aquela mudinha pra lá de gostosa:
"Você é líder... do Vic !!"
Obrigado, Jatene, por comprar no Líder !!!
E na próxima vez, venha com a Valéria. Aí, vai ver o que é ser cumprimentado...

Bia disse...

Bom dia, Juca querido:

sobre apoios de Jader Barbalho, nenhum político vivo ou ativo nos últimos 26 anos deixou de fazer parte da sua ilharga, sempre por conveniência dele, mas que não impõe culpa ou dolo a quem o apoiou.Simão Jatene não merece ser exemplo para achincalhe.

Eu, por exemplo, não tenho o menor arrependimento de tê-lo apoiado entusiásticamente em 1982. A história contemporânea que está sendo construída hoje vai dizer quem merece execração por ter feito disto vício para chegar ao poder.

Quanto à generosidade política, ainda que o anônimo das 6:36 confunda aliança com rendição - o que parece ser sua grande confusão na compreensão do que é generosiadade política - o exemplo que ele dá só reforça o dito.

Generosidade no sentido budista. Na persistência da dúvida, o google esclarece o sentido budista da palavra. Agora quanto a esclarecer o que é política, cada um tem seu autor predileto. Não há google que resolva.


Beijão, Juca.

Anônimo disse...

Das 12:13,

Mas o Jatene achou, sim, políticos de prateleira.

Olhaí o Luluquefazfesta pro Jatene...

Ele começou 2007 sendo Luluqueadorava o Jatene.

Lá pelo meio do ano tornou-se Luluquerrrosnava pro Jatene.

Agora, já pinta no pedaço como Luluquetentafazeraspazes com Jatene.

A prateleira tá cheia de Luluquequerporquequerfazeralgumacerto com o Jatene.

O tempo não pára e, se algo não acontecer agora, pode surgir no mercado um Luluquenãoconseguiráseeleger.

Anônimo disse...

Bia, nãi quero brigar contigo, pois aprecio seus comentários.
Aliança não se confunde realmente com rendição. Mas escrúpulo (ou o popular vergonha na cara) é coisa que ou se tem ou não. Vc. faria de novo "aliança" com o Jader, após o que a "história contemporânea" está mostrando? Parece que sim...
Procurar "aliança" com o casal DEMocrata nãO é generosidade budista, é mero oportunismo e rendição as conveniências do momento, no estilo daquela política com "p" minúsculo de sempre.

Anônimo disse...

Luluquefala responde ao anônimo das 10:37
Por isso, é que eu canto:
" É mais gostoso votar no Vic !
Você é líder... do Vic !!! "

Anônimo disse...

Luluquecanta:
O deputado Vic Pires Franco está feliz da vida.
É que um amigo seu viu o ex governador Jatene de perto no supermercado, e advinhem o que ele cantava pelos corredores do Lider ?
" É mais gostoso votar no Vic !
Você é líder... do Vic "
Canta muito bem, o nosso ex governador , né não ?

Anônimo disse...

http://br.youtube.com/watch?v=YyyAryGBczc
http://br.youtube.com/watch?v=1308q46T40s

Anônimo disse...

Além de cantar muito mal, ele tem um mau gosto terrível. Deve ser por isso que ninguém o cumprimentou.

Anônimo disse...

Das 3:23, gostei dos vídeos muito melhores no tom, na mensagem e na substância do que aqueles filmetes que o Orli fazia.

Bia disse...

Meu caro das 11:42:

que bom que você nao quer brigar comigo. Isso me permite agradecer sua cordial crítica. E fazer alguns reparos:

1 - não, você errou. Desde 1987 eu "desaliancei" de Jader Barbalho, ainda que isso não faça a menor diferença para ele. Mas faz para mim. Não há nenhuma chance sequer de votar nele.


2 - quanto aos escrúpulos, eu não sou a melhor pessoa pra discutir. Num determinado momento da minha curta carreira "artística" pequei pelo excesso de escrúpulos. Para eu e minha cabeça, foi ótimo. Para aquilo que eu parecia representar, foi péssimo. Não acho que em poítica não se deve ter escrúpulos, por favor. Mas acho que quando se faz política, os escrúpulos pessoais nem sempre podem prevalecer. Mas você me levou a tentar compreender de novo esta confusão, 21 depois de tê-la vivido. Obrigada.

3 - eu não disse que o ex-governaor tem generosidade budista. Eu apenas explicitava ao anônimo anterior que o conceito de generosidade que eu uso é o budista. E que Simão Jatene é generoso politicamente. São afirmações diferentes.

Um abraço procê.
Beijão pro Juca.

Anônimo disse...

Luluquefala:
Sinceramente, nunca imaginei que uma simples comprinha para um fim de semana de pescaria fosse gerar tanta polemica.
Venham cá, quer dizer que vocês acham que um governador quando deixa o poder fica enclausurado dentro de casa, jogado numa rede, esperando o tempo passar, ou o seu sucessor se ferrar ? Passem outra hora !
O Jatene, todos que convivem com ele sabem disso, é gente como a gente e faz tudo que a gente faz.
Daqui há pouco, logo logo, o "poucas linhas" publica que flagraram o Jatene cantando no banheiro.
O Salame, com certeza, só não vai dizer que a música predileta do nosso ex governador é aquela uma :
"É mais gostoso votar no Vic...É mais gostoso votar no Vic..
Você é líder... do Vic !
É mais gostoso... "

Anônimo disse...

O anônimo das 9:46 tomou alguma coisa? Está a base de remédios ou será que ele tem dupla personalidade? É caso médico de patologia grave.

Anônimo disse...

Então, resumindo a posição da Bia, não se deve deixar de lado os escrúpulos na política, mas também não se deve tomar decisões totalmente levado por eles. Entenderam? Nem eu.
Mas o Jatene e os tucanos podem haver entendido.

Bia disse...

Bom dia, Juca querido:

cordialmente, pensei em responder ao das 1:52. Mas quando reli seu comentário, percebi ser perda de tempo e energia. Não há o que responder para quem não quer ler.


Beijão, Juca.

Anônimo disse...

Anônimo das 10:58
A pior de todas as doenças, a que não mata, mas acaba com a alma, é a inveja.
Cuide dela, amigo, para que você não apodreça por dentro e por fora.

Anônimo disse...

Você sabe muito bem disso, não é "anônimo" das 10:15? Felizmente não possuo tal vício. Agora, você como disse em seu comentário, deve saber muito bem o que é o desgosto pelo bem ou felicidade de outrem.

Anônimo disse...

Vá se curar, anônimo das 10:37.
A inveja não mata, mas apodrece quem sofre dela, como você.
Você, sem o seu pai, não é nada. Não é ninguém.