18.5.08

Lágrimas de Crocodilo

Na nota Sem Limites, da coluna Repórter Diário, edição de hoje da folha indisponibilizada, o Sobrancelhudo chora, coisa rara, acusando os golpes que tem sofrido do MPF e da Justiça Federal.
Referindo-se a uma suposta plantação, em jornais e revistas locais e nacionais, de informações que atentam contra a ética jornalística, a nota identifica um excesso de ataques à Jader.
Mas não há palavra sobre ética pública, excessivamente atacada pelo nacional.
Nem poderia.

--------

Atualizada às 12:55.

Aqui estão as notas que equimosearam o Sobrancelhudo, da Folha de SP na coluna Painel. (thanks, Espaço Aberto)

Laços 1. Uma vez revertida a condenação de Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, acusado de ter sido o mandante do assassinato de Dorothy Stang, o próximo personagem do caso a enfrentar o júri no Pará é Regivaldo Galvão, o Taradão, braço-direito do deputado Jader Barbalho (PMDB) na época do escândalo da Sudam.

Laços 2. No inquérito policial 259/2001, da Sudam, uma testemunha afirma que Jader e Taradão, que atuava como agiota, encontraram-se em Belém para acertar um empréstimo de R$ 600 mil, supostamente utilizado para o pagamento de propinas.

Ora ora, até as tartarugas do Xingú sabem que Altamira é um depósito de bandidos, muitos deles vinculados ao PMDB. Mas a Folha de SP aplicou um belo hook de direita no combalido figueiredo de Jader Barbalho. Por isso o nacional foi à lona, e chorou.

7 comentários:

Anônimo disse...

Luluquefala lendo o Diário do Pará:
Essa vai para o personal-stylist do doutor Jáder.
Acho que ele deveria dar um toque para o chefe não usar terno com risca de giz tão forte.
Ele acaba ficando com cara e jeito de presidiário elegante...

Anônimo disse...

Esse é o Lulu !
Que fala, que curte e faz a gente morrer de rir.
É o deputado Vic Pires, mesmo ?

Anônimo disse...

Claro que é.
É a cara do pai.

Val-André Mutran disse...

Um cordão de "amigos" o consolarão, pessoalmente ou por telefone.
A maioria deixando implícito que quer alguma coisa.
E la nave vá!

Juvencio de Arruda disse...

O cordão será cada vez menor Val-André, a medida em que o cerco avançar. O nacional entrou na reta final.
Abs para toda a turma aí de BSB.

Val-André Mutran disse...

Com todo o respeito amigo. Acho que isso não passa de jogo cenográfico. Essa gente vive num filme e o que importa é a performance do artista.
Insisto na tese, pois a platéia é uma bela cêsta de votos.

Anônimo disse...

também concordo, enquanto ele é atacado o povo infelizmente o enche de votos. Por isso que ele tripudia a vontade.