27.5.08

O Presidente e a Greve

Muito aborrecido com o episódio em que a PM aplicou uns cascudos nos professores grevistas em frente ao Palácio dos Despachos, o presidente Lula chega a Nova Déli na próxima sexta, 30, com grandes possibilidades de encontrar a greve cada vez mais forte, e mais legitimada entre pais de alunos.
A avaliação, consequente, é de uma fonte palaciana do blog, que registrou o sucesso da estratégia dos grevistas nessas conversas com pais de alunos.

4 comentários:

Anônimo disse...

Luluquefala:
É o governo da bordoada.
É bordoada de índio, é bordoada da PM, é bordoada do Puty no Charles, e por aí vai.

Anônimo disse...

Acho que o Lula vai dar um pito: mas governadora, aqui não é Pará, terra de direitos?

Antonio Fernando

Anônimo disse...

Há de nominar quem solicitou que a PM fosse para lá dar essas bordoadas. Como no caso de Abaetetuba todo mundo se escondeu.

Bia disse...

Bom dia, Juca querido:

além das conversas com pais, os professores colocaram faixas elucidativas sobre as razões da greve.

Na escola Rui Barbosa, na Cidade Velha, uma faixa grande explica que o reajuste foi de 0,24 centavos a hora/aula. Com certeza os pais comprendem perfeitamente esse argumento.

A inteligência que sobrou ao comando de greve está faltando ao comando do governo. Aliás, faltam ao governo inteligência e motivo. Afinal, o "comando" foi bem aquinhoado com reajuste recente.

Beijão