1.5.08

Dia do Trabalhador

Há escaramuças entre a puliça e os ( poucos) manifestantes do 1º de Maio na Praça da República. Ouviu-se tres estampidos, e carros voltam na contramão. Rolou um corre corre básico. No microfone do carro som, a palavra de ordem: calma, calma!

------

Atualizada às 12:20.

Uma segunda passeata, bem mais numerosa que a primeira, chega na Praça. Bandeiras e faixas do Sintepp e do PSOL. Uma, bem grandona, diz: Contra Lula, Ana Julia e Dudu.
Tudo na calma.
O senador José Nery e a ex deputada Araceli Lemos estão na passeata.

------

Atualzada às 16:00.

Fonte do blog, presente às duas passeatas, corrige o blog: a puliça entrou em ação para apartar uma escaramuça entre os manifestantes da primeira passeata, nacionais do sindicato dos rodoviários, que também fora dos coletivos se esmeram em péssimos exemplos.

11 comentários:

Anônimo disse...

Contra Lula e Ana Julia... contra quem mesmo? Contra os 68% de eleitores que aprovam o governo Lula, certamente.

Anônimo disse...

68% de famintos que recebem uns trocados do bolsa-família e de banqueiros que "nunca na história desse país" ganharam tanto dinheiro às custas de gente que, como nós, paga taxas bancárias absurdas, impostos absurdos e pra ter educação decente tem que manter os filhos em escola paga, tem que pagar plano de saúde, pagar segurança de porteiros, vigilantes, etc. Porque, meu caro, "nunca na história desse país" se viu tanta desigualdade continuar apesar da distribuição dos dinheiro dos nossos impostos para as camadas mais pobres sem que se fiscalize a contra-partida ou seja: criança na escola, com comprovação de freqüência e aprovada no final de ano letivo.
O Lula é o getúlio do século XXI.
Nem quero começar a escrever sobre farra de cartões corporativos, dossiês fabricados, assassinato do Celso Daniel, cabelereiras da Ana Júlia, menina menor de idade com 20presos numa cela, cuecas de dólares, Zé Cabeleira Dirceu, dinheiro nosso do BNDES pra fusão de Oi com Brasil Telecom...

Anônimo disse...

68% o aprovam. É inquestionável. Você está democraticamente na geléia geral dos 22%, que desaprovam. Ainda bem, pois toda unanimidade é burra.
Agora, um partido nanico como o PSOL sair em campanha com essa bandeira, é repetir uma palavra de ordem datada.
Os tempos são outros. Exigem mais criatividade de quem é esquerda, ou oposição como você. Usem de outra estratégia, criem, porque esse mote de contra Lula e Ana Julia não vai levar a lugar nenhum.

Anônimo disse...

Mano, o que é ser de esquerda hoje em dia? Andar com a camiseta do Che na rua gritando contra Ana Júlia e Lula ou nos gabinetes se fazendo farra de cartões com dinheiro público, voando com cuecas recheada de dólares de origem mais que duvidosa, matando seu companheiros (não importa se é um prefeito de uma cidade do ABC) porque foi pego em altos esquemas de desvio de dinheiro, etc. Lembre que um dia os que hoje estão no "puder" foram um dia um partido nanico. Pena que cresceram com o mesmo fermento dos que tanto criticaram. Viva os PSOLs da vida. Alguém tem que ser do contra.

milton toshiba disse...

Juca passou na tv o quebra pau
:)
abr

Juvencio de Arruda disse...

Caríssimo, fiquei a pensar nas diferenças. Aí uma festa bonita, quase 1 milhão de pessoas...aqui muitas dores, ainda.
Mas vai melhorar.
:)
Grande abs e bom findi.

Anônimo disse...

A ditadura militar também tinha altíssimos índices de aprovação. E Getúlio Vargas, Juan Perón, Franco, Salazar, Mussolini e ... o Adolf.

Anônimo disse...

Comparar índices de popularidade de ditadores com os de um goveno eleito é dose.

Ainda mais com imprensa, congresso e judiciário funcionando (ainda que com seus vícios, que aliás mais atrapalham o atual governo do que ajudam).

Foi uma pena que a passeata das centrais terminasse de forma melancólica, com a pancadaria envolvendo um grupo que veio pronto prá briga.

De outro lado, só teremos uma verdadeira unidade dos trabalhadores quando a maioria dos sindicatos tiver estatutos democráticos que assegurem eleições limpas e a Convenção 158 estiver vigorando, para dificultar demissões imotivadas, por envolvimento sindical, inclusive.

Enquanto isso, avança o gangsterismo sindical e crescem os olhos de muitos na divisão do imposto sindical.

Anônimo disse...

Muito bem anônimo. Sem dizer diretamente, acabou dizendo o que está por trás das tais figuras democráticas e suas palavras de ordem vazias.

Anônimo disse...

Os radicais e moderados do PSOL, os esquerdistas do PSTU, do PCR e do PCB na mais completa unidade e harmonia, desfilavam na avenida com suas bandeiras e velhas palavras de ordem. Do outro lado, as Centrais governistas, com seus militantes DAS, em n�mero bem inferior, trocavam sopapos, pontap�s e pauladas....O que � que est� acontecendo seu Juv�ncio? Alguma alma vai se salvar? Sinais dos tempos.

Anônimo disse...

O Eloi Borges do SINTEP/PSOL anda com a memória fraca. Esquecido do tempo em que ele foi do sindicato e DAS do Prefeitura de Belém, no tempo do Ed. Agora aponta o mesmo defeito nos outros. A pimenta só arde...