2.5.08

Santo Forte

Leitores do blog em Marabá perguntam qual será o candidato apoiado pelo atual prefeito Sebastião Miranda. Há tres nomes em disputa.

a) Sebastião Ipojucan

b) Sebastião Bentes

c) Sebastião Salame

Até o final de maio Sebastião anuncia o Sebastião.

18 comentários:

Anônimo disse...

Qualquer um vai levar PAU, chega de Sebastião !!!
O Salame não tem voto, o Ipojucan quem é esse ? e o Bentes seria o fim da picada.
Sebastião, tá na hora de cantar em outra freguesia.

Anônimo disse...

Pô, me lembrou uma musica do Titãs, já na última fase: o mundo é bão,sebastião....
rá rá rá rá rá rá rá rá
(melhor que rs rs rs rs...)

Anônimo disse...

E a ten Caten??

Juvencio de Arruda disse...

A Bernadete Carepa Lula ten Caten é candidata de oposição, assim como Maurino Jesus Cristino Magalhães.
Eis aí os candidatos e seus garantidores.

Anônimo disse...

O Salame só é garganta, precisa se tornar mais simpático ao povo. O Ipojucan e Bentes jogam Marabá no colo da elite, a mais atrasada, como escravocratas, madereiros inescrupulosos e latifundiários.

Anônimo disse...

Juvencio, no meio disso aí tem um nome que se sair mesmo candidato (já foi lancado pelo partido dele) pode se transformar na grande surpresa da campanha e papar todos.
Nao tem nódoa em su biografia e é um defensor intransigente do meio ambiente e da qualidade de vida nas cidades.
Podemos ter supresas, das boas.
Aguardemos.

Juvencio de Arruda disse...

Aguardamos o lançamento da candidatura verde do dr. Jorge Bichara, comandante da UNIMED Sul do Pará.

Anônimo disse...

é o seguinte:
1) asdrubal não tem $$ e conta com o apoio do prefeito, oferecendo-lhe apoio em 2010 para deputado federal; responde a processo criminal no TSE por uso de esterectomias na eleições de 2004;
2) salame tem apenas o jornal para oferecer e deseja colocar-se como competitivo dentre os que estariam no grupo do prefeito, já que o vice - com quem tinha um acordo e agora desacordo - não se habilita; salame teve poucos votos em marabá e está usando seu jornal para se auto-promover a todo instante, embora tenha contas rejeitadas da última campanha e pode ter problemas quanto a isso; será se Tião esqueceu os males que ele lhe fez quando foi secretário de Veloso e articulava para que Tião não assumisse a prefeitura?
3)este, Ipojucan, por sua vez, encontra-se dividido entre suas empresas e a prefeitura, mas está bem abaixo nas pesquisas, é um nome do meio empresarial e conta com apoio da ACIM, Leo da LEOLAR e Vale, com quem tem contrato; sem gogó e sem propostas até agora;
4) ten catem foi condenada em ação de improbidade, mas se conseguir o apoio do PT se torna bastante competitiva pois este partido é o mais votados na últimas eleições em Marabá; se conseguir Maurino para sua chapa já pode considerar-se vencedora;
5) Jorge Bichara é o melhor nome, mas não terá apoio do próprio partido PV que tem entre suas filiadas Vanda Américo, ardorosa defensora de Tião e agora de Salame, diz-se por aí;
6) PSOL lança Félix Urano, militante do meio educacional, artista ex-militante do PT, que vai dar um bom trabalho, embora não ganhe - digo trabalho porque deve denunciar as falcatruas dos demais, assim como o PT fazia antigamente;
7) Maurino magalhães continua liderando as pesquisas, sabe-se lá porque talvez porque o povão o associe à Tião Miranda, ou ao período de apenas seis meses que passou na prefeitura e nada fez de importante, senão distribuir dinheiro em cultos às sextas feiras;
8) enquanto isso esperamos para saber a taxa de transferencia de Tião Miranda, e se de fato, ele está bem avaliado, tendo a seu favor, além da caneta, o fato de que desde 1986 conhece como poucos os bastidores e os meandros da política marabaense, quando seu irmão foi candidato com Haroldo Bezerra e este depois lhe indicou vice de Veloso e finalmente prefeito de Marabá, após o velho ter morrido.
Raimundo Marabaense

Juvencio de Arruda disse...

Grande Raimundo.
Obrigado pela análise da cena da terra de São Félix do Valois.
Vai ser boa a briga aí.
Abs

Anônimo disse...

Concordo com Raimundo marabaense, só gostaria de fazer uma correção: O irmão do Tião foi candidato do Haroldo (toc,toc,toc)Bezerra, em 1988.

Anônimo disse...

Dá-lhe Salame.Você é o melhor.o mais preparado.Você merece Marabá e Marabá lhe merece.

Marabaense do roxo.

Anônimo disse...

Ei marabaense "do roxo", saiba que seu candidato não pode concorrer, ele foi condenado em ação onde não quitou a justiça eleitoral na prestação de contas da última eleição; se é assim, imagine quando estiver na prefeitura de Marabá, acorda!

Anônimo disse...

Égua da inveja!!! O anônimo tá totalmente por fora. O TSE ainda vai julgar a prestação de contas do Salame, que já tem parecer favorável do Ministério Público Federal. O advogado dele é o melhor do Estado, Inocêncio Mártires Coelho. Mais um dos absurdos do TRE do Pará. Deixaram de aprovar porque o Salame deixou de prestar contas de uma cortesia do Liberal, duas publicações minúsculas. No período de retificação o deputado deu entrada na retificação e o TRE não a levou em consideração. O TSE certamente vai reformar a decisão.
Quanto as eleições o Salame é disparado o melhor candidato a prefeito de Marabá. Tem a experiência do Asdrúbal, o arrojo da Bernadete, a determinação do Maurino, a competência do Italo, sem falar na sua capacidade de articulação, a melhor de todos. Vai colocar Marabá no cenário político estadual e dar continuidade ao trabalho do Tião. Aliás os dois estão muito bem. Se falam todo dia. São amigos. A família do Tião na sua totalidade apoiou o salame pra deputado. A briga entre os dois no final do governo Veloso é coisa do passado. Já lavaram essa roupa suja.
Salame foi bem votado pra deputado, ficou na frente de Julia Rosa, Vanda, Ademir Martins e outros em marabá. Só perdeu pra Bernadete e Elza Miranda, por pouco, por causa da máquina que elas tinham. Todo mundo sabe que ele tem pouca grana. Foi candiddato a primeira vez e já se elegeu. Tem currículo e nenhuma mancha na sua vida. A única duvida que ainda tenho é que ele é muito independente, mas o Tião já entendeu que é o melhor candidato pra ele. Tenho certeza. Tem estrela o rapaz, pra desespero dos invejosos. Votei nele e to orgulhoso. Não tem erro: o prefeito de Marabá vai ser o Sebastião salame.

Anônimo disse...

Gostei da defesa do salame, anônimo, você deve trocar de nome para Salame roxo, e nunca mais se diga "marabaense roxo" depois de usar essa cor em salame, deixe a rouxidão para os verdadeiros marabaenses. Mas retificando: 1) o recurso do Salame não subiu para o TSE, como eu sei, apesar de estar assistido pelo Inocencio Coelho;2) os jornais dele já estão guardados pelo uso indevido da imagem durante o decorrer de todo esse período, a ação já esta pronta se ele for candidato por abuso;3) pense nesta ação com a juíza anti - tião no eleitoral, que trabalho vai ter o Salame se ele for condenado e ficar de fora durante a eleição, o partido vai ter que escolher outro candidato;4)admitiu a briga do governo Veloso, hem, coisa do passado...mas é claro, resta saber se os ressentimentos também foram esquecidos,, isso lhe(o) descredencia para ser confiável ao Tião, mesmo porque é muito "independente" como vc mesmo diz; 5) ah, e largue esse argumento de "inveja" porque não cola, vc vive repetindo isso nos comentários, penso que vc é vc mesmo, hum? para um cabo eleitoral preparado como seu candidato, esse tipo de sofisma é fraco; 6) e não adianta chamar Tião de amigo, isso ele não tem, e ele não vai colocar quem é muito independente e impedir a ascensão dele como deputado federal, melhor o Asdrúbal que está em fim de carreira; 7) e salame não é muito independente, mas o seu projeto político é igual como de tantos outros, é pessoal e fisiologista como o G-10 comprova.
anônimo "invejoso"

Anônimo disse...

Para seu desespero invejoso, o mandado de segurança do Salame está na pauta do TSE desta quinta-feira, com parecer favorável do MP. O seu terrorismo não conta, ele está muito bem assessorado para que a cobertura jornalística de suas atividades não criem nenhum problema jurídico. Pra isso ele tem bons advogados

Anônimo disse...

ah, sabichão, tá no TSE é mesmo? cadê o número porque acesso lá e não encontro, e desde quando parecer de MP vale alguma coisa? Vejo que ele começou bem, já enrolado nos tribunais, no G10 e com "bons advogados" - de fato ele é mesmo um político "preparado". Terrorismo é? Tu gosta mesmo, mas acaba demonstrando teu nervosismo...ok, vamos esperar a bomba explodir, rs...

Anônimo disse...

A polêmica é boa, mas alguns pontos merecem esclarecimentos.

Quanto à prestação de contas do Deputado João Salame:

O TRE-PA não aprovou a prestação de contas do deputado por causa de duas publicações de pequena mídia (aquela que aparece a foto, o nome e o nr. do candidato, no rodapé da página), no jornal O Liberal, mediante doação do periódico, com valor estimado correspondente a 0,8% do valor total da prestação de contas. Somente por isso.

De fato existe um Recurso junto ao TSE (Recurso em Mandado de Segurança), onde o Ministério Público Eleitoral já opinou pelo provimento do recurso (processo 23848/2007, RMS-551), considerando a doação insignificante, sem comprometer o valor global prestado contas. Além do fato de que o TRE não apreciou a RETIFICADORA (regularizando a doação do O Liberal), na prestação de contas apresentada pelo Deputado ao Tribunal em Belém, que também é objeto do pedido no recurso.

Ainda vislumbrando a possibilidade de rejeição do MS em Brasília, entendo perfeitamente possível garantir o registro da candidatura do Deputado.
Primeiro, considerando que a apreciação do recurso perante o TSE impossibilita, por ora, o trânsito e julgado do processo de Prestação de Contas, o que lhe garantiria o registro mediante simples cautelar.
Segundo, a Resolução eleitoral do TSE regulamentando as eleições de 2008, criou uma nova condição de elegibilidade, qual seja, a aprovação de prestação de contas eleitorais. Entretanto, condição de elegibilidade (dada sua importância jurídica eleitoral) somente pode ser imposta mediante lei, e não por resolução.
Terceiro, mesmo considerando a possibilidade de trânsito e julgado do processo de prestação de contas, mantida a rejeição, caberia ao prejudicado interpor ação judicial para anular o processo de prestação de contas, que é meramente administrativo, garantindo-se, mediante cautelar, o registro da candidatura. Existem várias ações na Justiça Eleitoral nesse sentido.

Por fim, ressalte-se, que o Deputado João Salame, reconhecidamente homem de poucos recursos, sempre pautou e pautará suas ações na legalidade, tanto é que prestou contas de todos os recursos recebidos naquela eleição, tendo sido reconhecido como o oitavo candidato eleito em volume de recursos prestados contas na campanha eleitoral, não sendo um lapso, na divulgação de duas pequenas inserções no jornal O Liberal, que irá comprometer a prestação de contas.

Quanto ao fato do Jornal Opinião divulgar as ações do mandato do Deputado João Salame, temos o seguinte:

Registre-se, primeiro, que o Jornal Opinião sempre teve como linha editorial a divulgação de fatos e notícias, de conotação essencialmente política, sem distinção quanto a este ou aquele partido político, movimento social ou agente político. Tanto é que seu slogan é JORNAL OPINIÃO – INFORMAÇÃO A SERVIÇO DA DEMOCRACIA.

Segundo, especialmente quanto à cobertura jornalística, todos os pré-candidatos à Prefeito de Marabá (João Salame, Ítalo Ipojucan, Asdrubal Bentes, Maurino Magalhães e Bernadeth Tem Caten), têm recebido tratamento jornalísticos com a divulgação de suas ações relativas aos seus mandatos, indistintamente. Se há fatos, serão notícias.

O Jornal Opinião sempre se pautou na pluralidade.

Por fim, acredito que eleição se ganha é no voto, e não no tapetão.


ROBERTO SALAME FILHO
Advogado

Anônimo disse...

É Beto, nós acreditamos também em duendes, papai noel, disco voador, etc...