31.7.08

f ¢(x) < 0 *

Mestre em Matemática pela Unicamp, o candidato petista à prefeitura de Nova Déli, professor Mário Cardoso, treme nas bases ao pensar na inflexão da curva de satisfação do telespectador quando a governadora Ana Julia aparecer em seu programa no horário eleitoral.

------

* Formulação algébrica da função decrescente.

8 comentários:

Bia disse...

Bom dia, de novo, querido:

a Governadora pode seguir o exemplo do seu guru: não aparecer na campanha quando há mais de um candidato da base aliada. Ou então, se houver sincera vontade de eleger Mário Cardoso, ela pode optar por apoiar publicamente o outro aliado, Duciomar Costa.

..tô rindo, sim...


Beijão.

Juvencio de Arruda disse...

Ahahah...bom dia, queridona.
O marketeiro de Mário, que lê este blog, vai anotar sua sugestão...rs
Bjão

Anônimo disse...

O PT e PTB vão mover ação judicial para impedir a participação da Ana Júlia nos programas eleitorais dos respectivos partidos.

O objetivo é deixa-la livre para declarar seu apoio à Valéria e Marinor, com o discurso de sempre...Mulher, mãe e do norte...rs

JUNIOR disse...

Juca a Bia acertou em cheio!

Anônimo disse...

A ana pode ir pra parauapebas! Fique tranquila governadora, só libere a estrutura que o resto a militancia faz! Mario no segundo turno! Esse ninguem segura!! ninguem mesmo!

Anônimo disse...

viram essa do anonimo das 1:54: Libere a estrutura q o resto a militancia faz.
Ou seja, solte o dinheiro publico desviado pro caixa 2, q a militancia segua o resto.
A safadeza, falta de compromisso ético, etc. do PT vem da base, eh pela base, eh estrutural.

Juvencio de Arruda disse...

Das 2:35, quem lhe garante que o das 1:54 é do Pebinha, é petista e foi sincero no comentário?

Monteiro disse...

Perguntar não ofende...
Durante a paralização dos professores do Estado,onde tu estavas, professor Mário Cardoso? Sentimos tua ausência.

Um abraço Juvêncio do Prof. Marcelo Monteiro.