28.7.08

Transpioca

O senador tucano Mário Tapiocouto comprou um ônibus.
Não é um busão comum, nem vai ser usado como coletivo em qualquer linha ou cidade paroara. Vai trafegar pelas Pa's e Br's do estado, levando a campanha do senador ao governo do Pará em 2010, sonho de consumo do elemento. Dispondo de suites e escritório, o veículo desfilará em breve na espoliada malha viária paroara, conduzindo sua excelência, o candidato.

30 comentários:

Bia disse...

Bom dia, Juca querido:

o anúncio desse "temporal" lembra Paulo Leminski:

Tarde de vento.
Até as árvores
querem vir para dentro.


Santo Ambrósio cancelou seu título de eleitor!


Beijão.

Anônimo disse...

Está de parabéns o senador Mário Couto. Ele tem mais é que sair pelo estado plantando desde já a sua candidatura ao governo.
Hoje, não tem outro nome na oposição para enfrentar a máquina do governo petista.
Mário é corajoso e cumpre seus compromissos políticos.
Com ele, já tem uma enxurrada de prefeitos e ex prefeitos que querem vê-lo a frente do governo.
Dentro do PSDB, Mario Couto se transforma em uma unanimidade entre seus companheiros.
Nos partidos que formavam a União pelo Pará, o apoio a Mário é total, e a torcida maior ainda.
Mário Couto é o grande responsável pela aliança do PSDB com o DEMOCRATAS, que viabilizou a candidatura de Valéria Pires Franco a prefeita.
Mário Couto está comendo pelas beiras e tem tudo para ser o nome da oposição em 2010.

Anônimo disse...

Bom dia Juca!
Por saber da imparcialidade e seriedade deste blog em relação às notícias e fatos, estou estranhando a ausencia de uma postagem referente a sra Valéria Pires Franco, que a teve seus bens aumentado de 0 (ZERO) para 7.000.000,00 milhões em 01 ano. Caro juca gostaria de saber qual sua opinião, e o que vc acha dessa multiplicação´. Abços

Anônimo disse...

Vamos levantar a farra que esse senhor fez com o dinheiro da Assembléia Legislativa.

Juvencio de Arruda disse...

Das 9;20, obrigado pelos elgios. Quanto ao seu estranhameto da ausência de postagens à esse respeito, que tal solcitar informações da receita federal e do TRE sobre essa questão? Ao que se saiba não há nenhum registro de qualquer impedimento ou irregularidade no Imposto de Renda da candidata. Ou há?
Se houver, traga-o ao blog que publicará o "furo".
Abs

Anônimo disse...

Bens de candidata vão de 0 a R$7 mi em 1 ano
A candidata Valéria Pires Franco (DEM) tem o maior patrimônio entre os concorrentes à Prefeitura de Belém, embora no Imposto de Renda de 2006 não tenha declarado nenhum bem. Valéria apresentou à Justiça Eleitoral, este mês, declaração de bens que somam R$ 7 milhões. Ela disse que os bens não apareceram entre 2003 e 2006 porque era vice-governadora e, por sugestão do contador, declarou apenas rendimentos que auferia no cargo. Afirmou que os bens estão no nome do marido e constam na declaração conjunta do casal de 2002, antes de ela exercer cargo público.

Publicado na Edição de domingo 27/07/2008
No Jornal O Estado de S. Paulo (http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20080727/not_imp212617,0.php)

Anônimo disse...

caro amigo, pergunto: e o Carecão de cavanhaque o que acha dessa candidatura?

Anônimo disse...

mas já?

Quem fez essa de pegar um ônibus todo customizado foi o Joaquim Roriz pra circular por todas as DF's e BR's do DF, mas só na campanha eleitoral.

Ele vai mesmo querer tomar o lugar do coronel..perdão, digo, do Exmo. Gov. Almir?

Anônimo disse...

Caro Juca, sou o anonimo das 9:20 e desde já agradeço por sua atenção. É o seguinte: Todo candidato tem que declarar seus bens à Justiça Eleitoral, em 2006 a mulher do Vic declarou à Justiça Eleitoral não possuir nenhum bem, 02 anos depois, em 2008 ela declara a mesma Justiça Eleitoral possuir mais de 7.000.000 milhões em bens sem ganhar na loteria. Na sua opinião: será que ela mentiu à Justiça Eleitoral em 2006 ou será que em 01 ano ela consegui construir todo esse patrimônio? Abços

Anônimo disse...

Tá na hora de alguém (tem alguma autoridade ai?) por o pé no freio desse tipo de politicagem. Se a moda pega, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos que se cuide.

Anônimo disse...

Juvencio,

Acho importante que seja apurada essa questão das declarações de renda da candidata VPF. Senão vejamos:

1)Em 2006, ano que deixou o governo do estado, a candidata declarou que não possuia nenhum bem em seu nome.

2)Em 2008, ela declara quase 7milhões em bens.

3)Ela alega que fez isso por orientação do contador, então resta algumas hipoteses:

a)Ela ja possuia o bem, o contador exerce sobre ela uma forte influencia, e ele mandou ela fazer algo errado, e ela o fez. Desconsiderando que a omissão da informação é crime.

b)Ela adquiriu os bens após 2006, periodo em que ela não possuia renda pra justificar a aquisição do patrimonio, precisando portanto justificar a origem dos recursos.

De um jeito ou de outro, errou a candidata Valeria e se faz necessário o esclarecimento do fato, pois, ela não pode estar acima da lei.

era isso, muito obrigado e parabéns pela forma imparcial como voce conduz o blog.

Anônimo disse...

Nunca vou esquecer a foto publicada em O Liberal, em que Tapiocouto dá um cotôco pra gente. Na hora de disputar o cargo para o governo o eleitor deve imitá-lo, retribuindo um não para o abusado politiqueiro, para não dizer outra coisa.

Val-André Mutran disse...

Já combinaram com o Jatene?

Anônimo disse...

Em respeito aos leitores do Quinta Emenda, faço questão de esclarecer todas as dúvidas a respeito da nossa vida. Afinal, ela é pública e assim tem que ser mostrada.
Vamos lá: não existe absolutamente nada de nebuloso no nosso patrimonio, tenham certeza disso.
Eu e Valéria, sempre fizemos nossa declaração de imposto de renda em conjunto, e nunca deixamos de declarar nada. Centavo por centavo.
Durante o tempo em que a Valéria ocupou o cargo de vice governadora, ela fez as suas declarações de IR separadas das minhas , declarando somente seus rendimentos, já que os bens continuaram sempre declarados nas minhas declarações , com o CPF dela sempre registrado juntamente com o meu.
Quando a Valéria foi candidata pela primeira vez em 2002, declarou todo o nosso patrimonio para a Justiça Eleitoral e fez a mesma coisa em 2006, e agora em 2008.
Ter patrimonio não é pecado. Pecado é roubar dinheiro público e construir fortunas com a corrupção.
Nossa vida é pública e o Ministério Público ou a Receita Federal podem e devem investigar do jeito que acharem necessário.
Aliás, a receita Federal já fez isso durante um ano, ainda no governo Lula, e ao final me enviou um atestado de boa conduta nas nossas declarações.
Um abraço,
Vic Pires Franco
Deputado Federal

Anônimo disse...

O zoológico senador é unanimidade entre os tucanos e tem apoio total de todos os partidos que formavam a União pelo Pará? E os caras ainda falam em "mãos limpas"? Francamente! Isso é que é União contra o Pará!!!

Anônimo disse...

Estão querendo que pegue na Valéria essa história sórdida do Diário do Pará, de que ela fez uma mágica com o seu patrimonio.
No mínimo uma palhaçada que cai no primeiro levantamento feito na Justiça Eleitoral.
Já entrei no site do TSE e estão lá todas as declarações da Valéria nas eleições que ela participou, em 2002, 2006 e 2008.
O Diário do Pará, a gente sabe que é contra o casal Pires Franco, mas não precisa mentir e enganar seus leitores.
É só entrar no site do TSE pra pegar o Diário na mentira.

Anônimo disse...

Por favor, anônimos, procurem entrar no site do TSE e confirmem que a Valéria declarou todos os seus bens quando se candidatou em 2002, em 2006 e agora em 2008.
Estão todos os nossos bens registrados nesses anos todos.
Não somos sonegadores nem ladrões do dinheiro público, como aqueles que tentam sujar a nossa honra, naquela pocilga imunda que se chama Diário do Pará.
Vic Pires Franco

Anônimo disse...

É tão grotesco o que o Diário do Pará está tentando fazer com essa história dos bens da Valéria Pires Franco, que chega a ser risível.
É querer achar que todos nós somos bobos.
Esses Barbalhos não mudam mesmo.

Bia disse...

Boa noite, Juca querido:

alguns anônimos têm razão: acreditar no Diário do Pará sobre denúncias de "ocultação" de patrimônio é reforçar o dito popular que diz "em casa de ferreiro, o espeto é de pau...."

..rsrsrs...

Beijão.

PS:a saudade tá quase incontrolável.

Juvencio de Arruda disse...

eheh...quase incontrolável, é?
Culpa sua. Há meses eu venho pedindo uma agenda gelada pra vc.
Bjão, queridona

Anônimo disse...

Alguém pode me dizer de que planeta é o anônimo 8:09?
Cumpre seus compromissos? Dentro do PSDB é unanimidade entre seus companheiros? E ele [o anônimo] também acredita em Papai Noel?
Torcida? Só se for pra ele ser defenestrado desse estado e do partido... Pelo amor de Deus, Mário Couto governador não é sonho, é pesadelo.
Todos dentro do PSDB se desesperam só de pensar na possibilidade de ter esse senhor presidente do partido, qui sá candidato ao governo do estado... Unanimidade é o posicionamento de todos em se desfiliar do PSDB caso isso ocorra... Todos, do tubarão a piaba!

Anônimo disse...

Creeeeeedo, o senador traídor do Almir, cupixa do Jader, agora quer ser governador??? Irrrrrrc!!!
Não me admira que ele se intitule responsável pelo apoio do PSDB a candidatura da Valéria, mas ele vai cobrar caro por essa "paternidade"!!!

Anônimo disse...

Será que no ônibus tem banheiro pra ele tomar banho??

Bia disse...

Bom dia, querido:

dormindo, ainda???

Agenda gelada? Quente? Morna? Pode ser agora, mais tarde, amanhã. Qualquer dia. Escolha as armas e os padrinos..rsrsrs..

Beijão.

Juvencio de Arruda disse...

Bom dia queridona. Já acordado.
Vamos aguardar que paguem a "mixaria",nesta semana ainda, e a gente se liga.
Bjão.

Anônimo disse...

Lua ô lua, querem te passar pra trás...

Anônimo disse...

Deputado, fui no site do TSE e não vi o que o Sr. disse. Vi que em 2006 a valeria declarou que não possuia bens. Juca, faça o seguinte, va lá e veja com seus proprios olhos.

Anônimo disse...

Anônimo das 12:00 .
Isso não é brincadeira e está em jogo a nossa honra. Não sou mentiroso, tenha certeza disso.
Procure no site do TSE, que está lá.
Não só a campanha de 2006, como a de 2002 e agora, 2008.
Por favor, procure, ache e volte aqui para dar o seu testemunho.
É muito importante para nós.
Vic Pires Franco

Juvencio de Arruda disse...

Das 12:08 e das 2:10 de ontem.

Entrei no site do TSE e fiz uma busca que me levou a resultados bem dferentes dos que vcs apontam, diferente também da nota do Estadão de domingo.
Encontrei uma série de itens na declaração de bens da campanha de 2006, ao contrário do que apregoa o Diário Sobrancelhudo.
Amanhã, em post, vou dar passo a passo, ou melhor, clique a clique, o caminho dos bens declarados por Valeria Pires Franco.
Abs aos dois comentaristas.

Anônimo disse...

Aleluia !