20.7.08

O Crime Bate à Porta

Não é nada boa a situação em Santarém. Nesta madrugada, a casa do blogueiro Jeso Carneiro foi alvo de atentado. Veja os detalhes do caso, com foto, aqui.

17 comentários:

JOSÉ DE ALENCAR disse...

Juvêncio,

Passei lá e deixei minha solidaridade, abaixo da do Manoel Dutra.

É, sinceramente, preocupante essa escalada de violência.

Juvencio de Arruda disse...

É isso aí, Alencar. Falei com minhas fontes em Santarém por telefone por duas vezes agora de manhã. Por pouco o prejuízo não foi maior.
Há pistas e suspeitos. Talvez um dos dois marginais tenha se queimado no atentado. Na perna.
É a terceira agressão contra Carneiro, depois do jornal e de seu carro, sempre na mesma toada: incêndios.
A escalada é altamente preocupante, principalmente se os autores não forem localizados.

Victor disse...

Plagiando o Juvêncio:

Não é verdade que Lira Maia está envolvido no atentado ao blogueiro Jeso Carneiro.

Juvencio de Arruda disse...

Estou certo que não.A violência não é, nunca foi, uma característica de Lira Maia, que tem defeitos mas não esse.
O mesmo não posso dizer de alguns de seus seguidores, à revelia. Ademais, Lira Maia não é o único adversário de Jeso naquela terra onde pululam bandidos da pior espécie.
Prefiro aguardar as investigações.

Anônimo disse...

Victor,
me desculpe, mas esse é um assunto muito sério para brincadeiras.
Você deve ter seus desafetos, mas isso não quer dizer que tocaria fogo na casa de um deles, não é ?
Estamos em um período eleitoral, e uma ilação como essa pode acirrar os ânimos de toda a cidade.
O importante é que se investigue tudo o mais rápido possível, para colocar atrás das grades os responsáveis por isso.
Um abraço.

Anônimo disse...

"A violência não é, nunca foi, uma característica de Lira Maia, que tem defeitos mas não esse."

Não esperava saber isso!

Juvencio de Arruda disse...

É mesmo?

Anônimo disse...

Vamos com calma pessoal. O tal victor, que na verdade não existe, esta equivocado ao tentar fazer piada com assunto tão serio. Deixemos a policia a investigação do fato, pois, como já disse o mestre, Jeso possui outros desafetos. De resto, concordo que a violencia não é, nem nunca foi uma caracterisitca de Lira Maia.

Um abraço

Fabio Bentes

Juvencio de Arruda disse...

Mestre Fábio, abs pra vc.

Jeso Carneiro disse...

Caro Juvêncio, não esteja certo de nada. De ninguém, absolutamente ninguém. Agindo assim, estarás dando uma enorme contribuição para elucidação de mais esse atentado contra a liberdade de expressão.

Juvencio de Arruda disse...

Caro Jeso, lamento muito o ocorrido e vc deve ter recebido - de sua cunhada Abigail e do jornalista Alaílson Muniz, a meu pedido - minha manifestação de solidariedade.
Esteja certo disso.

Victor disse...

http://www.portalnahora.com.br/noticia_publicada.php?id=1087


"Para ele, o atentado tem haver com os últimos acontecimentos relacionados à sua proibição, na Justiça, de relatar fatos e manifestar críticas sobre determinadas pessoas. 'Eu não descarto nenhuma possibilidade. Há duas semanas eu fui impedido de falar no meu blog, mas em seguida, ganhei na Justiça o direito de me manifestar. Depois acontece isso, não é coincidência. Trata-se de uma questão política, é tentativa me cercear na liberdade do exercício da minha profissão', diz Jeso."

Anônimo disse...

Agora analisemos o impacto que isso terá na campanha eleitoral M x L.

Anônimo disse...

Caro Jeso e Juvêncio, isso é um absurdo! Mas atentem para uma coisa, não existirá uma verdadeira investigação. O IML e a polícia não possuem tecnologia/pessoal treinado para investigar coisa alguma. Tudo irá pro campo da especulação, por isso não confie na polícia nem em ninguém. Jeso, faça o que todos os outros que vieram atrás de você não fizeram: pense melhor na manutenção de sua vida. Ao invés de "vem, vamos embora", pense em "depois de um ano eu não vindo, ponha a roupa de domingo e pode me esquecer". Não entendam como uma ameaça, nem conheço vocês dois e estou sentado na normalidade de meu apto em Belém. Sou apenas um leitor de seus blogs. Mas se tivesse oportunidade de dizer ao Chico Mendes e a Irmã Doroty e ao Paulo Fonteles o que eu lhe disse agora, eu diria. Não vale a pena. Nem o Brasil, nem Santarém valem o sacrifício humano.

Mantenha a esperança, mantenha a vida.


Glauber

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado por seu comentário, Gleuber, que não entendi como ameaça não.
Mas cada um tem seu modo de manter a esperança e a vida.
Eu procuro respeitar todas as maneiras.
No caso em tela, repito, espero que Polícia elucide a questão.
Abs pra vc.

Anônimo disse...

Só sei que Nero, o incendiário, tocava uma lira...

Anônimo disse...

É tocava Lira e agora poderia PESCAr,não é mesmo anônimo das 10:12.