8.7.08

"Orelhudo" Preso Pela PF

No site G1.

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira (8) o banqueiro Daniel Dantas, dono do banco Opportunity, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e o empresário Naji Nahas. De acordo com a PF, foram expedidos 24 mandados de prisão e 56 de busca e apreensão. Ainda não há informações sobre quantos mandados foram cumpridos. A PF informou que os três detidos encabeçam uma suposta quadrilha que teria cometido crimes financeiros.
A Operação Satiagraha investiga desdobramentos do caso mensalão. Segundo informações da Polícia Federal, trata-se de uma investigação iniciada há vários anos e que traz informações repassadas pelo Supremo Tribunal Federal para a Justiça Federal de São Paulo.


Com efeito, um trio de pilantras de alta periculosidade. Que não deverá passar muito tempo enjaulado graças a poderosa indústria de liminares que adoçica o sistema jurídico brasileiro.
Mino Carta deve estar abrindo a melhor garrafa de vinho de sua adega.

-----

Atualizada às 9:35.

No blog do Noblat, a extensão do baque na quadrilha Opportunity/BrOi

Comandados pelo delegado Protógenes Queiroz, quase 300 agentes da Polícia Federal iniciaram, às 6 da manhã desta terça-feira 8 de julho, a Operação Satiagraha. A PF cumpre 24 mandados de prisão - além de 56 ordens de busca e apreensão. Na ação deflagrada nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e em Brasília, foram presos, além do banqueiro Daniel Dantas, dono do grupo Opportunity, sua irmã Verônica e seu ex-cunhado e dirigente do OPP, Carlos Rodenburg, o também diretor Arthur de Carvalho, o presidente do grupo, Dório Ferman, o especulador Naji Nahas e o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta.
Ordens de prisões foram emitidas ainda contra a diretora jurídica, Danielle Silbergleid Ninio, a advogada Maria Amália Coutrin, e o funcionário do mesmo grupo, Rodrigo Bhering de Andrade. Da mesma forma foram expedidas ordens de prisão dos doleiros Lucio Bolonha Funaro e Miguel Jurno Neto. Maria Alice de Carvalho Dantas, mulher de Daniel, também foi detida.
Segundo a Polícia Federal, o universo dantesco foi aprisionado pela prática dos seguintes crimes, pelo menos: formação de quadrilha, gestão fraudulenta, evasão de divisas, lavagem de dinheiro, sonegação fiscal...
Espionagem é parte do extenso rol de crimes praticados pela organização. Daniel Dantas foi preso, também, por tentativa de corrupção contra um delegado, de nome Vitor Hugo.
Dantas é preso quase três meses depois de fechar um dos maiores negócios do mercado de telecomunicações brasileiro: vendeu suas participações da Brasil Telecom e Telemar (OI) por algo em torno de 1 bilhão de dólares. E conseguiu um acordo com os fundos de pensão, pelo qual se livrou de todas as demandas judiciais contra ele. Além do perdão dos fundos, ainda saiu do acordo com mais R$ 140 milhões.
A prisão de Daniel Dantas é o desfecho, ou, melhor, um entreato da maior disputa societária da história do capitalismo brasileiro.
Para que se tenha uma idéia: algo como um bilhão e 900 milhões de dólares foram rastreados na investigação. Fortuna essa advinda de aplicadores e, quase sempre, a transitar por paraísos fiscais. Técnicos do Banco Central e da Receita Federal também trabalharam na megainvestigação pilotada pelo delegado Queiroz.

10 comentários:

Raphael Teixeira disse...

Essa é de lascar! Foi puxado um fiapo de um casaco de lã, vai sair muita coisa dai.

Mas nada se diz até agora na FolhaOnLine, no G1 a coisa é colocada com uma delicadeza... um cuidado..., melhor mesmo a blogsfera:

http://www.paulohenriqueamorim.com.br/forum/Default.aspx

Juvencio de Arruda disse...

Se puxarem tudo cai "meia" república....rs

Anônimo disse...

Tadinhos dos boizinhos paraenses, que vão ficar meio que abandonados nesses dias.

Anônimo disse...

Juca:
Só "meia"...
1 E-leitor

Anônimo disse...

Daniel Dantas, comprou recentemente uma serie de fazendas de bois do Pará.

Prof. Alan disse...

Juvencio, Mano Velho, Brasília tá em estado de pré-explosão! Tem muita gente graudíssima em pânico. Não que o Orelhudo vá abrir o bixco e falar o que sabe (ele é mafioso dos bons e segue a omertà à risca...). Mas sim com medo do que a PF já apurou até agora....

Juvencio de Arruda disse...

Ótimo,parente. Já passa da hora de desarticular esse quadrilhaço de bilhões.
Que desça a verga em cima dos ladrões!

Anônimo disse...

Lulu, aqui.
Lula, lá.
E o Lulinha, aqui e acolá...

Anônimo disse...

Pois é, quando as investigações chegarem aos bois e às fazendas do Pará, afe Maria!

Anônimo disse...

Mas este sujeito é tão poderoso que já sabia da investigação toda, tanto que antes de tudo procurou uma forma de subornar um delegado federal, para não ser preso. Não adiantou.
E o Pitta? Deve estar pensando agora naquele ditado: "Ex-mulher é para sempre", pois foi na briga com a dita cuja que se iniciou o seu calvário.