9.7.08

A Boiada de Dantas

No blog do Sakamoto, linkado ao lado.

Sigam os bois de Dantas

Daniel Dantas possui mais de meio milhão de cabeças de gado.
A Agropecuária Santa Bárbara, sob seu controle, mantém a maior parte das suas operações no Sul do Pará. A região é conhecida pela violência contra os trabalhadores rurais, camponeses e indígenas, a grilagem de terras, o trabalho escravo, além, é claro, o desmatamento ilegal.
Não é todo mundo que vive à sombra da lei, é claro. Mas a grande incidência de crimes faz com que a luz de alerta permaneça constantemente acesa. Dantas foi preso ontem, junto com outros cidadãos ilustres como Celso Pitta e Naju Nahas, acusado de uma série de crimes, entre eles lavagem de dinheiro.
Qualquer passarinho sabe que uma das formas mais usadas para lavar dinheiro é através da compra e venda de gado. Renan Calheiros que o diga... E há muitos mugidos nas denúncias contra a lavanderia de Dantas. E pelo o que corre no Sul do Pará, os problemas não não estão apenas restritos ao lavar mais branco possível.
Até agora, só a ponta do capim apareceu. Muita coisa vai rolar.

7 comentários:

Anônimo disse...

Não se enganem: Dantas foi preso para ser devidamente lavado.
Sairá mais branco do que nunca.
Dele, tudo será aproveitado:
as provas contra petistas serão destruidas. As contra governos passados (FHC) serão transformados em torpedos a serem disparados nas proximas eleições.
O mundo é dos mais espertos.

Alex Lacerda disse...

Juvêncio, amigo, preste atenção também aos comen tários, a boca pequena (por enquanto) sobre o possível sócio deste prisioneiro.
Abs, Alex Lacerda.

Juvencio de Arruda disse...

Vou prestar, amigo.
Abs

Bia disse...

Olá, de novo, Juca querido:

não sei se o possível sócio ao qual o Alex se refere é o talentoso filho do poder. Aliás, como sói serem talentosos muitos filhos do poder!

Mas, Brasil Telecom, Gamecorp, TV Play, parecem apenas empresas normais, né?

O que me incomoda desde o início, quando as notícias da compra de fazendas no sul do Pará - em especial as de Redenção - é que eu até sei que boi é uma das melhores coisas pra lavar dinheiro, mas, se levada a sério, é uma atividade trabalhosa, onde a especulação - especificidade dessa turma - parece não ser a melhor vocação.

Vai daí que, levando em conta também a proximidade do Dantas do primeiro filho e a coincidente e patriótica campanha a favor do biodiesel, fiquei por aqui juntando coisas: muita terra, muito boi comprado para justficar a grana suja - os blogs dizem que fazendas, hoje já 12, foram compradas de porteira fechada - e depois, pimba! "como a terra já está degradada pelo pasto, etc. e tal..." entramos - eles - no patriótico, incentivado e internacional negócio do biodiesel. Com a vantagem de vendr os bois, dar uma bela desequilibrada no mercado e ainda estimular outros a abraçarem a novíssima e rentável atividade.

Isso sim é que parece negócio de gente de talento. Como diz você, a conferir.

Beijão.

Anônimo disse...

Esse nosso sul do Pará, só tem bandodo não é grande Juca?
1 abraço Dr.Costa.

Juvencio de Arruda disse...

Não!
Também tem príncipes como vc, dr. Costa.
1 Abs

Alex Lacerda disse...

Ele mesmo, Bia.