21.6.08

0,1

A pior escola do Brasil fica em Nova Déli.
Não adianta procurar a notícia na pocilga nariguda.

13 comentários:

Anônimo disse...

Dizem que quando a situação fica escrota, dona Bila rasga pra Brasília, enquanto isso nas sucateadas escolas, a violência corre frouxa, no horário da noite estudantes assistem aula a luz de velas, sentam no chão por falta de carteiras. Como se pode afirmar que este estado é terra de direitos?!Olha que já se passaram uma ano e meio do atual governo.

Juvencio de Arruda disse...

Ao anônimo que acaba de ter seu comentário recusado:a escola é estadual, inteligência rara que sequer lê o link.

Anônimo disse...

Sabe o que vão dizer, Juvêncio,"É herança maldita, etc,etc", "Os professores precisam ser melhor qualificados". Não concordo totalmente com o formato dessas avaliações, pois os dados podem apresentar algumas distorções. Entretanto, quem está diretamente envolvido no processo, sabe que este fantasma arrasta estas correntes há bastante tempo e agora, como é conveniente às pocilgas, aparece mais claramente a dramática situação do ensino público do estado. Entre os vários problemas, a violência é apenas a forma mais eloqüente do abandono a que estão expostos os estudantes da escola pública. O que alguns setores do governo classificam como "fatalidade e caso isolado", o assassinato ocorrido na escola Renato Conduru assombra toda a comunidade escolar, pois o clima de insegurança é geral, principalmente, nas escolas da região metropolitana de Belém. Não precisamos de bola de cristal para dizer que novos "casos isolados e fatalidades" estão prestes a acontecer em qualquer unidade escolar do estado. Além disso, as velhas distorções, denunciadas pela enésima vez na última greve dos professores, colaboram para desmentir o que o atual governo insiste em dizer nas suas malfadadas e caras inserções publicitárias na mídia. As escolas estão à míngua, os alunos sem uma educação de qualidade, os professores sem a devida valorização, os raros funcionários torcendo para se aposentarem, os pais de aluno não sabendo em quem acreditar e a sociedade observando o quadro sem interferir de modo mais eficaz. As férias escolares vão arrefecer os ânimos e a opinião pública, mas no segundo semestre estaremos mais uma vez enfrentando esses problemas. Será que o governo vai às férias também? Ou teremos novidades para o segundo semestre no sistema educacional público?

a)Alcyr Lima - Professor

Anônimo disse...

Aonde vamos parar?
Governadora avaliada como uma das piores do Brasil.
Escolas Estaduais entre as piores do Brasil.
Situação administrativa caótica de conhecimento de toda população, não um dos mais comuns dos mortais que se agrade deste governo.
Programa de Terra de Direitos soa completamente enganosa, chegando até irritar a todos.

Anônimo disse...

O falsário acabou com a educação de Belém, também, como uma secretaria senil, juntando com a falta de compromisso e imcompetência dos professores, só podia dar nisso. Os "fessores" estão mandando as crianças para as ruas, para serem coptados pelos traficantes e ladrões, as crianças são expulsas duas vezes, uma em suas casas, outra pelos fessores idiotas.

Anônimo disse...

O Juvêncio deu a informação pela metade. Das 20 piores escolas públicas do país, 8 são do Pará, das quais todas são estaduais. Este é o Governo do PT.

Anônimo disse...

A pior escola do Brasil se chama Ruy Paranatinga Barata.
Se eu fosse o Paulo André pedia pra mudarem o nome da escola, em respeito ao pai.

Mas Juvencio, vc teve a curiosidade de dar uma olhada no ranking do desempenho por estados?
É de dar inveja a remistas e bicolores: o Pará está pra lá da zona de rebaixamento. Tá em último lugar.
Úllltimo! Fooonaaa! Rabeeeiraa!
Quer mais?

Juvencio de Arruda disse...

Não, pra mim chega, das 2:52...rs... mas ainda não li o relatório do Ideb.
Vou fazê-lo mais pra frente.

Anônimo disse...

Nem Remo, nem Payssandu.
O campeão nacional (isolado) de rebaixamento no "brasileirão" da educação é o Estado do Pará.
Pior desempenho disparado entre todos os estados da federação.
E para completar,temos a escola que marcou mais gools contra, entre os mais de 5000 municipios: Escola Ruy Paranatinga Barata em Belém. A pior do Brasil.
Não deve ser facil ir tão fundo!

Anônimo disse...

Engraçada a militancia, o Pará é o estado com pior desempenho na Educação e os militantes ficam aplaudindo, culpando o ( péssimo) governo Ana Júlia, como se o galardão fosse devido ao último ano de governo. Não é não, minha gente; PSDB, PMDB, PT, pqp são todos absolutamente responsáveis, porque já estiveram no governo e nunca fizeram nada pra mudar esse quadro deprimente.Porque só governam pra seus umbigos, pra seus apaniguados, pra seus bolsos. Não tem um que se salve.

Anônimo disse...

Para o das 12:13.
I - A escola em questão pertence ao sistema estadual (se bem que no sistema municipal a situação não seja tão favorável).
II - Como sempre, os desavisados e desavisadores querem repousar a bomba apenas no lombo dos professores, não é bem assim.
III - Generalizar e ofender os professores é fácil. Difícil é compreender uma situação que vem se arrastando há muito tempo e que ninguém teve coragem de enfrentar. IV - Sua opinião é livre, mas é tão prepotente que não há como entender seu ódio contra os professores da escola pública. Saiba que você, certamente, não faz parte da solução e suas generalizações, ironias e ranços só retratam o que parte (eu disse parte!) de uma sociedade tristemente carrega como pretexto de argumentação.

a) Alcyr Lima - Professor

Eloy Borges - Professor disse...

Excelente comentário do professor Alcir Lima. Jogar a responsabilidade do caos na escola pública apenas para os professores revela uma visão muito simplista do problema. Talvez essa visão seja a justificativa para que governos anteriores e o atual nos responda com spray de pimenta, gás lacrimogêneo e bombas de "efeito moral".

Anônimo disse...

A culpa é do mordomo!