26.6.08

Na Boca do Estômago

O presidente do TSE que me desculpe, mas abrir questionamentos de ordem legal contra o aumento do Bolsa Família - 8% - é um acinte. Até parece que os preços ou a necessidade esperam as eleições.
Todos os assalariados receberam reajustes neste primeiro semestre, mas os programas sociais não podem receber aumento sem algum tipo de algazarra safadinha da oposição. E se o aumento é superior a inflação - 6% - melhor ainda. Aumenta o poder de compra dos beneficiários do programa, os muito pobres.
Depois se mordem com os índices de popularidade do presidente, quando deveriam fazê-lo com as próprias orelhas, enormes e ponteagudas.

9 comentários:

Juvencio de Arruda disse...

Entendo sua revolta e concordo com ela,principalmente em relação aos mega salários e pouca produtividade da magistratura mas - espero que entenda - não posso aceitar generalizações.
Há gente séria e que trabalha, no Judiciário.

bruno moraes disse...

Só gostaria de saber se esse percentual de reajustes é maior ou não do quê o reajustes dos benefícios dos aposentados
Se for maior, na minha simples opinião é eleitoreiro sim.

Anônimo disse...

Obrigado juve, acho que me excedi.
Desculpe.
Um abraço.

Juvencio de Arruda disse...

Pôxa,não se desculpe.
Obrigado e um abs pra vc.

Juvencio de Arruda disse...

Bruno, o projeto que reajusta as aposentadorias espera a solução de dois projetos que estão na frente, a pauta da Camara dos Deputados.
A promessa é reajustá-lo um pouco acima da inflação.A promessa.

Raphael Teixeira disse...

Juca, não podemos nos esquecer que o reajuste veio junto com um corte de mais de R$ 8 bilhões do orçamento deste ano, com isso o governo deu um recado: está disposto a fazer os sacrifícios necessários para o controle dessa "desgraça" da inflação, mas que não penalizará os mais pobres por isso.

Paulo Nogueira Batista Jr, o nosso homem forte no FMI até disse que o governo poderia fazer o reajuste do Bolsa Família por "um índice que refletisse a estrutura de gastos da população pobre", o que não é o caso do IPCA. Como sabemos desde sempre os gastos de quem recebe o benefício são quase totalmente direcionados a alimentação, justamente onde a inflação se mostra mais severa.

Anônimo disse...

Candidatos do PSDB a vereador:
1. Heitor Pinheiro- foi presidente da FUNBEL durante os primeiros 3 anos da administração Duciomar Costa.
Hoje, é assessor especial do prefeito.

2. José Croelhas- foi Agente Distrital de Icoaracy durantes os primeiros 3 anos da administração Duciomar Costa. Hoje, também é assessor do prefeito.

3. Vereador Paulo Queiroz- foi secretário municipal de habitação, e voltou para a Câmara a pedido do prefeito Duciomar Costa. Tem 17 indicados seus como assessores especiais na prefeitura.

4. Vereador Nemias Valentim- É um dos vereadores que mais defendem e elogiam a administração Duciomar Costa. É da tropa de choque do prefeito, e ligado ao deputado federal Nilson Pinto. Tem 17 indicados seus como assessores na prefeitura.

É com essa turma que a Valéria vai fazer a sua campanha.
Boa sorte.

5.

Anônimo disse...

A Valéria está lascada com esta turma...
Mas o que ela quer mesmo é o tempo de televisão, o resto que se exploda.

Anônimo disse...

Quem tem fome, tem pressa !
Essa , era a frase do inesquecível Betinho.
O presidente Lula está certíssimo ao dar esse reajuste o mais rápido possível.
O que a eleição tem a ver com isso ?
O Bolsa família só incomoda a uma oposição burra, insensível e cega, que não vê ou não quer ver o que está embaixo do seu nariz.
Ou talvez seja o incomodo por não ter feito o que o presidente Lula fez, e por isso está de bem com o seu povo.
Vic Pires Franco
Deputado federal