10.6.08

AEBA Preocupada com Destino do FNO

Os funcionários do Banco da Amazonia estão com a pulga atras da orelha com a proposta de reforma tributária em estudos no Congresso. Suspeitam que o FNO corre sério risco de sair das mãos do Banco da Amazônia, caso a PEC da Reforma Tributária, já enviada para aprovação no Congresso, seja aprovado com seu texto original.
Para evitar esse dano, a Associação dos Empregados do Banco da Amazônia (AEBA) está se articulando politicamente com toda a bancada parlamentar da Amazônia Legal, para derrubar esse ponto na PEC da Reforma Tributária.
A AEBA avalia que, se aprovada, a PEC abre uma brecha para que, no mínimo, qualquer instituição financeira pública possa operacionalizar tais recursos, entre elas, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, que têm papéis distintos de atuação no sistema financeiro.
Isso significaria, considerando-se principalmente a diferença entre os portes do Banco da Amazônia e do Banco do Brasil, um possível esvaziamento do banco amazônico, com a perda gradativa de seu papel, ameaçando a permanência da entidade no mercado.

2 comentários:

Anônimo disse...

Por essas e outras... Definitivamene, o governo nào tem um proejto para a Amazônia.

Juvencio de Arruda disse...

Correto.
Nem para a Amazonia nem para o Brasil.
Daí porque se deixou penetrar - sem KY Gel e sem nenhum pudor - e se entregou à esbórnia na política.