4.6.08

Papelão

É um Asdrubo. E só.

9 comentários:

Anônimo disse...

Luluquefala:
Madame Danielle está desde ontem numa mesa redonda espírita, tentando contato com o finado:
- Bem,bem, vê se baixa aqui e atende o pedido
desse deputado Asdrubo.

Anônimo disse...

Juva, Bom dia!
Lamentável! Bem que o enleado poderia pedir para algum "aspone" seu pesquisar alguma coisa no google sobre o assunto.
E o pior é que daqui a 4 anos, o nacional será reeleito!
O Vigiador

Juvencio de Arruda disse...

Bom dia, Vigiador. Asdrubo é um homem bom, mas "simples".
"Simples" demais para uma cidade complexa como Marabá.

Anônimo disse...

Pois é Juvêncio,
Eu estava lá, mesmo, na Comissão da Amazônia e tive a oportunidade de ouvir ao nosso deputado Asdrubal. Foi uma intervenção extremamente vergonhosa e constrangedora a insistência do deputado de que a Sra. Danielle Mitterrand interviesse ante o ex-presidente François Mitterrand para que mudasse de opinião.
Na verdade, como eu estava próximo do deputado, percebi que ele saiu sem saber que tinha dito tamanha barbaridade. Ainda mais, sua intervenção mostrou um desconhecimento total da realidade da Amazônia. O que ficou claro era que ele tinha nascido na região, de resto nada. Ele também disse que estava contra a intervenção da multinacionais responsáveis pelo desmatamento e de levar nossos produtos para o exterior. Ele tinha razão, só que essas multinacionais contam com o apio dos madereiros, pecuaristas, e emprasários da soja locais (disso não disse nada), todos com apoio do governo, que praticamente nada tem feito para diminuir a destruição da Amazônia. A história vai registrar esses fatos. Outrossim, é verdade que o governo não planta cana de açúcar na Amazônia, entratanto desloca plantios de soja do Sudeste e Centro-Oeste, para a Amazônia (seria bom dar uma voltinha por Santarèm, para conferir)para liverar terras e ampliar o cultivo da cana nessas regiões.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado pelo testemunho, que comprova a "simplicidade" do Asdrubo.

Bia disse...

Quase boa tarde, Juca querido:

você tá de mal humor?

Seus comentaristas também?

O nosso simples deputado pode apenas ser um romântico confuso!
Quem sabe confundiu Mitterand com Aznavour, que está vivo e ainda canta "...c'est trop triste Venice au temps des amours mortes, c'est trop triste Venice quand on ne s'aime plus..."

Valei-nos quem?

Beijão

Juvencio de Arruda disse...

Bia, estou sempre de mau humor contra a chatice e a repetição.
Linda canção do romântico Aznavour.
Valha-nos quem?...São Ningas!
Bjão, queridona.

Bia disse...

Boa noite, querido:

você é um cavalheiro.
O meu "mal humor" doeu nos olhos. Eu vi o desgraçado horas depois que postei, mas não tive coragem de fazer a correção.

Foi um horror!

Beijão

Juvencio de Arruda disse...

Nem pense nisso queridona.
Bom dia opra vc!