11.11.08

Atores e Papéis na Sucessão da UFPA

O ex governador Simão Jatene é Maneschy desde criancinha nas eleições da UFPA. Tucanos menos votados também torcem pelo professor da Mecânica. O apoio dos ramphastídeos só não é geral e irrestrito pois o senador Tapiocouto não faz sua fezinha naquela academia. Fosse na Universidade de Samba Boêmios da Campina, vá lá...
O ex deputado Valdir Ganzer (PT) e parte da DS também apoiam Maneschy, junto com Arnaldo Jordy (PPS) e o PCdoB, enfim juntos.
O federal Paulo Rocha (PT) e outra parte da DS vão cerrar fileiras com a odontóloga Regina Feio. Sua xará, a deputada petista Regina Barata, também. Quase toda a bancada vermelha na casa de Noca de Nova Déli, e grande parte do PMDB, idem.
PSOL e PSTU apoiarão a pedagoga Ana Tancredi.
O geneticista Ricardo Ishak não ostenta apoios político partidários.
Nenhum dos candidatos tem filiação partidária.
Os arcos de alianças que se formam em torno dos candidatos comprovam a presença de políticos e partidos nas eleições da UFPA. Divididos, como reza a tradição petista, ou porteira fechada, como o PSDB, PPS, PCdoB, PSOL e PSTU.
Democracia pura? Longe disso. Não falta quem queira cassar a cidadania política do reitor Fiúza, balindo contra sua participação na campanha - na condição de docente da instituição e não da máquina que comanda.
Em nota pública, o reitor desafiou quem provasse a utilização da máquina ou pressões espúrias. Ninguém se apresentou.
Todavia, a safadeza prossegue: hoje, mais uma vez, o doutor honoris causa em fraudes chamado Seventy dá guarida à calúnias contra a reitoria.
É assim.

23 comentários:

Anônimo disse...

Mesmo não participando desse processo de escolha de candidatos a reitor da UFPA, mais uma vez, faço questão de deixar aqui o meu apoio incondicional ao reitor Alex Fiúza de Melo, um exemplo de homem público, e preparado para assumir os mais importantes cargos públicos do nosso estado.
Alex, sai da reitoria com o sentimento do dever cumprido, e com certeza, pronto para novos desafios.
Alex, faz parte de uma geração que faz da vida pública, a honradez como início, meio e fim.
Vic Pires Franco

Juvencio de Arruda disse...

Bom dia, deputado.
Prazer em revê-lo aqui no blog.

Anônimo disse...

A campanha de O Liberal contra o reitor da UFPa é uma estupidez. Que causa acadêmica, científica, isntitucional os Maioranas defendem? Que interesses eles alimentam contra Fiuza? Não defendem nenhuma causa porque não têm cabedal para defender nada nesse campo.
Fosse na Europa ou nos Estados Unidos - guardadas as proporções -o Grupo ORM defenderia não apenas causas, mas financiariam bolsas, pesquisas, bibliotcas, laboratórios, como fazem autênticos empresários compromissados com a sociedade.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado por sua certeira participação,das 9:53.

Anônimo disse...

POR FALAR EM MAIORANAS
Certa feita, ainda no governo Almir Gabriel,o grupo tinha um projeto para levantar recursos de doações para o Hospital do Câncer Infantil. Embalado pelo suceso da maternidade da Santa Casa, o projeto previa uma grande campanha publicitária nos veículos da Casa. Os patrocinadores pagariam a mídia nos jornais, rádios e Televisão. As ORM não entrariam com nenhum centavo na campanha. O Capital deles, dos maioranas, seria apenas a "boa vontade", o autruisimo falso, a divulgação e a mobilização dos otários; a rigor, o governo acabaria paando a campanha publcitiária também. Gande sacada de marketing, seria vendida como ação de "empresa cidadã", tudo pelo social no bolso deles. om proejto foi defendido por dois jornalistas então funcionários da empresa. Havia médicos, assistentes socias, enfermeiros, educadores - todos funcionários do governo. E representante do gabiente do governador.
Tem gente muito bem viva que pode atestar ess história abortada numa reunião na SESPA, depois que se revelou que a empresa não daria um só centavo para o projeto. Muito pelo contrário.

Juvencio de Arruda disse...

Essa prática, das 10:17, é rotina nos veículos da Rede Globo, onde se inspira. Lembro que nos anos 90a campanha da FINEP pela divulgação do prêmio Jovem Cientista, custou 11 milhões. Dez e meio aa a mpidia e meio para premios e produção do certame.
De todo modo não há como retirar o mérito da iniciativa das ORM em apoiar a causa.

Anônimo disse...

Talvez razões de ordem "material" ($$) motivem, como sempre, as ORM. Todavia, uma das claras razões foi a postura firme e corajosa do Alex quando da agressão covarde sofrida pelo Lucio Flavio Pinto, por um dos maioranas. Naquele triste episódio, poucos se levantaram para defender o Lucio. Se não me engano, dentre os que ocupavam função pública de relevância, apenas o Alex teve essa postura, até mesmo setores e pessoas importantes da esquerda e da imprensa calaram. Daí em diante passei a admirar e muito o Alex.

Anônimo disse...

Estão meramente reeditando uma velha prática: a defesa incondicional, de seus narizes.

Anônimo disse...

Então os Maiorana apoiam o Maneschy?
Nossa, já sem em quem eu NÃO vou votar.
Mas, Juca: e o Barbalho, com quem fica?

Juvencio de Arruda disse...

Aguarda-se a manifestação do deputado sobrancelhudo.

Anônimo disse...

Tas que nem cego em tiroteio,
Manesche nada tem a ver com Jatene, era o irmão dele o tucano, já falecido.
O liberal nada tem a ver com Manesche e menos os tucanos que sempre apoiaram ao Reitor, especificamente, Nilson Pinto e Almir Gabriel que conseguiram nomear ele lá com FHC.

Juvencio de Arruda disse...

Vc é que não está enxergando bem...eheh
É Jatene que é Maneschy desde criancinha, e não o contrário.

O IVCezal só tem a ver com seus próprios interesses, chamem-se eles Maneschy, João ou Tião. É o que estiver de plantão.

Os tucanos, reitero, estão com Maneschy. E o que é que tem isso de mais?
As informações do post foram apuradas.
Ou se fosse o contrário já não teriam sido desmentidas?

Dispenso molecagens.

Anônimo disse...

Maneschy é apoiado por um amplo leque: PCdoB, algumas alas do PT, PDT, PPS, PSDB, PMDB (através do grupo do Igor Normando)e PTB.

causaeefeito disse...

ahhh... mas tem coisas que já são comentadas por detrás dos muros da academia porém nada é divulgado!

há poucos dias eu já havia comentado sobre alguns fatos que assombram a UFPA!

pode conferir, Juvêncio.... acabei de colocar uma referência no Causa!


Abs.


Gilton Paiva.'.

Juvencio de Arruda disse...

Eu li a postagem.
E vc? Leu a nota pública do reitor?
Abs

Anônimo disse...

Juvencio, que O Liberal tem uma briga antiga com o reitor eu concordo, e sempre estive do lado do reitor e por conseguinte com a Universidade, pois ele é o seu maior representante e que este grupo de comunicaçao queira usar essa disputa eleitoral para atingi-lo também concordo, mas afirmar que o Maneschy buscou ou tem aliança com o mesmo é forçar a barra.

Anônimo disse...

A candidatura do Maneschy parece que tem o mesmo mérito, o de aglutinar um amplo campo, que na academia, bem sabemos nem sempre coincide com o partidário, tal qual a candidatura do Alex, que apesar de ter como demiurgo o Nilson Pinto e todo o tucanato, conseguiu agregar boa parte da militancia petista na uFPA.

Anônimo disse...

O anõnimo das 5.21 está totalmente desinformado.
O Alex não foi apoiado pelo Almir. Em sua primeira eleição, o nome que constava da portaria do MEC era o do Maneschy. Mas Jader (acionado pelo Roberto Corrêa) telefonou a FHC e conseguiu mudar a designação para o Alex. Por isso perguntei ao Juca quem é, agora, o preferido do JB - e ele, sabidamente, não respondeu.
Mas que o Maneschy é a aposta da ORM, ah, isso é, sim. Pelo menos para quem lê a folha nariguda todos os dias e a espuma de raiva deles contra o Alex, onde entra, também, o apoio que este deu publicamente ao Lúcio Flávio, de quem aquela corja é inimiga figadal.
Mas Juca, não se preocupe com o apoio do JB.A parte disso, temos que ter na UFPa uma administração comprometida com o mérito, com a ética e com o seu desenvolvimento, além da afinação com as necessidades da Região. E eu nunca vi nestes meus 22 anos de UFPa, uma administração tão séria e competente como a do Alex.

João Salame disse...

Juca

Convivi com o Carlos Maneschy no PPS. Ele era vice-presidente do partido. Há mais de um ano se afastou porque havia decidido ser candidato a reitor da UFPa e achava por bem não ter vínculo partidário. Durante todo o tempo que convivi com ele foi um intelectual da melhor qualidade, militante e pessoa humana fantástica. Correto, responsável, inteligente e amigo. Não estou por dentro das nuances que envolvem o reitor Alex Fiúza, a quem admiro, e sua sucessão. Não determino meu posicionamento nesses casos pelo posicionamento do grupo ORM, Jader Barbalho, tucanos ou petistas. Vejo sim, com alegria, que a pessoa com quem eu convivi e admiro, no caso o Maneschy, tenha uma ampla gama de apoios. Entre eles o meu. Com todo o respeito aos que pensam diferente.
Forte abraço

João Salame

Juvencio de Arruda disse...

Muito bem, deputado, é assim que se faz. Obrigado por confirmar o post, no que toca ao PPS.
Parabéns pelo João Neto!
Longa vida e muitas felicidades pra ele.
Forte abs

Joao Salame disse...

Obrigado caro amigo. O João Neto é forte e saudável. Uma alegria que há muito não sentia.

João Salame

John Charles disse...

Por que ninguém fala nada da Regina, hein???!!!, que é a tal da candidata em si....???!!!

Juvencio de Arruda disse...

"A tal"?
Engraçado,John Charles... vc é mais elegante em seu blog.
E já atraiu um comentário desafortunado, por assim dizer. Enviado para a lixeira, naturalmente.