25.11.08

Desfecho

O líder do governo na Assembléia, Airton Faleiro, ao lado do chefe da Casa Civil, Claudio Puty, anunciam neste momento o apoio do governo à reeleição do presidente Domingos Juvenil, do PMDB.
Numa sala ao lado, o G-8 deve seguir o caminho do governo e os conselhos de Jatene.
O PSDB também apoiará Juvenil, já adiantou o blog Espaço Aberto.
Ou seja, todos correram digamos, para a vitória.
Todos menos o outro candidato, o peemedebista Martinho Carmona, que leva, assim, um dos mais sensacionais dribles da vaca que se tem notícia na história recente da política paroara.
Então fica combinado que 2010... só em 2010.
Jader não cabe em si de contentamento.

-----

Atualizada às 16:25.

Nascido na política, Cjk mostra como a política é dinâmica e os acordos, voláteis. À Mesa, agora, o banquete.

15 comentários:

Nicolau Duranz Vilegagnon II disse...

Grande Juvêncio,

Deixa eu ver se entendi:

Os tucanos retribuem sua parte no acordo do TCM. Se for verdade, na ocasião, a DS pegou também um senhor drible da Vaca (concordo que menos vergonhoso do que o que pega o Martinho Carmona)

Se este acordo aconteceu, Jáder e Jatene se embalam de cuecas e cigarros na mão na rede da sala de espera de 2010 (com o perdão da metáfora)

A DS (Governo, Puty, etc e tal) vão de Juvenil para não pagar pelo preço da derrota na opinião pública, sendo que uns (provavelmente os campistas majoritários) imaginam que com isso estão "disputando" Jáder (enquanto o Prof. Claúdio quer distância dele e se move pragmaticamente para não tomar o tombo na conta, o que poderia ser o fim dele)

Tudo, então, indica que Juvenil será o ´presidente da ALEPA pela bancada governista enquanto o PMDB for governo, ou seja, Puty terá que se enquadrar ou se humilhar.

Jatene e Jáder preparam a olhos o vistos o cerco ao já cercado "Governo Popular".

Em 2010 teremos 3 candidatos fortes: um do PSDB, um do PT (se é que se pode falar que este seja forte, a menos que a ídéia de prévias do Paulo Rocha vingue) e um do PMDB.

Alguém chuta o segundo turno? Precisa ser cigano?

Juvencio de Arruda disse...

Excelência, entendo que ninguém quis bater chapa com Jader, perdão, Juvenil, após avaliar que os custos ( riscos) desta transação seriam muito altos.
Daí preferirem "correr para a vitória"...rs.
O PSDB considerou que Juvenil, como Jader, são capazes de manterem conversas horizontais, com todos os setores, enquanto que o concorrente só se move na vertical, e para cima, se me entende.
Quanto a DS, avalio que jogou o mesmo jogo dos demais, e não arriscou, como tucanos e G's.
É como se diz no marketing político, quando têm-se a percepção que a campanha está carregando um candidato, ou um vice, problemático mas popular, bom de voto: deixa pra segunda feira.
Segunda, no caso, é 2010.
Qualquer prognóstico, a partir daqui, é arriscado, embora não necessáriamente equivocado.
Abs.

Anônimo disse...

Juca,

O Jatene não indicou voto no Juvenil. Pelo contrário, pouco antes do ato de apoio do G8-7-6 ao candidato, mandou uma tropa de desesperados propor ao G apoio do PSDB.
Tomou um senhor chagão o governador pescador. Agora vai ter que apoiar o PMDB, a contragosto.

Anônimo disse...

Juva,

Alguma palavra do Walter Jr. e do Glauco Lima sobre o pagamento da segunda parcela do segundo turno nas campanhas de Priante e Duciomar?

Juvencio de Arruda disse...

Desconheço o assunto.

Anônimo disse...

Juvêncio,

a história é a seguinte:

O PSDB mais uma vez passa atestado de burrice. No primeiro biênio o Mário Couto para se proteger das suas irregularidades vendeu os votos dos deputados para o Jáder.Entregou de graça a Presidencia. Agora foi a vez do Jatene. Para fazer um "mimo" ao Jáder quiz vender os votos do PSDB e do G-9, vetando a candidatura do Carmona, justamente para se cacifar para suposta coalizão com o PMDB em 2010. Como no G-9 não há vaga para bobalhão, a estratégia do Jatene soou como fraude, fato que desmoronou a idéia de outra chapa para concorrer com o Juvenil.
Por outro lado, dessa história ,saiu como grande vilão, além do Jáder, o verdadeiro traidor, o Jatene,o verdadeiro vendedor, e o PTB(Joaquim Passarinho e Eduardo Costa) que colaborou para o esfacelamento da idéia da outra chapa, na medida em que VETAVA a tudo e a todos.

Moral da história; Juvenil, de novo, na sua mansidão, emplaca mais uma vez, agora com as benção do G-9, que soube inteligentemente se apresentar como o consolidador da vitória do Juvenil.

Viva o Juvenil
Viva o G-9, G-10 ou seja lá o quê!

Meg Barros disse...

Obrigada Juvêncio. Estou sempre por aqui. We're blog partners :)

Anônimo disse...

Caro Juca estava arrumando a bagunça geral no meu quarto quando vi a coletânea de artigos do PNUD sobre a Reforma Política no Brasil. Por incrivel que pareça não havia lido ainda o artigo do Professor Fernando Limongi, "Presidencialismo e Governo de Coalizão", onde ele afirma que para o bem ou para o mal o presidencialismo de coalizão funcionaria de uma forma particular no Brasil. São Palavras do Professor Limongi:

"Esse modo peculiar de operar do sistema político é invocado em tempos de calmaria quanto de turbulencia. Se o cenário é de tranquilidade eo governo tem sucesso em suas inciativas é convocado para dar conta do que se passa. Em momentos de crise, recorre-se a ele para explicar os caconteciments pouco abonadores que se lê nas páginas dos jornais e/ou dificuldades enfrentadas pelo governo para aprovar esta ou aquela medida."

Incrivel coincidência? Não sei. É verdade que o Limongi está analisando uma coalizão presidencial e não se deteve a analisar o funcionamento dos governos estaduais, como fez Fernando Abrucio ao investigar o "Ultrapresidencialismo Estadual".

Eu não sei se a DS tem esse "ultrapoder", mas esse arranjo garante uma boa coalizão pra esse governo respirar. Falta-nos saber até quando.

Abraços Juca.

Jefferson Alves - Mestrando em Ciencia Política na UFPA.

Juvencio de Arruda disse...

Sure,Meg...rs
Abs

Juvencio de Arruda disse...

Jeferson, obrigado pela contribuição. A pergunta é essa mesmo...eheh
Nos vemos amanhã.
Abs

Anônimo disse...

Juvêncio

As pessoas, ao escrever ou falar, costumam utilizar com frequência algumas construções verbais. Isto facilita ao analista do discurso identificar quem o produziu.

Sabe, eu acho que sei quem é o Nicolau Villegagnon, e acho que ele podia reciclar um pouco seus conceitos, pois seu discurso já está ficando enjoativo...

Quanto à mesa da Alepa, é preciso enxergar mais além e descobrir que o que está por trás disto tudo é 2010 sim, mas não a vaga majoritária. Bater chapa na eleição da mesa significa que a chapa perdedora fica de fora. E com isso, assessores, verbas de gabinete, emendas parlamentares e outras "cositas más", que muito fazem falta na reeleição de um parlamentar...

José Carlos Lima disse...

Juvêncio
Concordo com você, 2010 é 2010. Uma eleição para lá de profissional, com atores que estão no ramo faz tempo.
O mais burro deles faz relógio com casco de carangueijo no fundo do rio ou, como diria um deles, pinta uma vaca num quadro e ainda tira leite.
Por tanto, não convém facilitar.

Anônimo disse...

Nicolau Duranz Vilegagnon II , é o Zorro ?
Ou o primo dele?

Juvencio de Arruda disse...

Bom dia, Zé. É isso mesmo...rs

Anônimo disse...

A verdade não é bem essa. Na realidade o Jatene tentou dar um drible da vaca em todo mundo. Foi ao Jáder, garantiu que levaria o PSDB e o G-8. Se cacifou como liderança junto ao sobrancelhudo mas se esqueceu de combinar isso com o grupo suprapartidário. Na reunião com o G-8. Foi passado a ele que o grupo apresentaria 4 candidatos, então nosso ex-governador tentou levar todo mundo no "Bico", sabe como é tucano... Começou dizendo que o PTB, por ser da base da Ana Júlia, não aceitaria compor com um candidato do PSDB ou do DEM, eliminando os dois partidos. Em seguida argumentou que candidato de primeiro mandato não seria aceito por ninguém, eliminando com isso outros dois do G-8. No PTB o único que poderia sair seria o Passarinho, vetado por todo mundo, não sei por quê?
Sobrava então o PSDB montar uma coalizão com o G-8 e cair nos braços do Jáder. Essa seria uma tacada de primeira que iria botar o pescador na crista da onda com o Barbalho. Só que o nosso ex, não lembrou que no G-8 só tem cobra criada. Perceberam a jogada do "Jata", ficaram quietinhos e correram na frente para fechar com o Juvenil, antes dele. Passando, é claro, pela varanda da governadora de madrugada, na surdina. Quando clareou o dia o Jatene acordou num pesadelo danado. O PSDB não servia mais nem para papel de embrulho. E para não ficar falando sozinho foi se entregar de graça pro PMDB.

Agora quanto a 2010... Anota aí: Mario Couto, Governo. Anhanga, Senado. É aguardar pra ver.