11.11.08

Fritada de Jornalista

Do comentarista Paulo Jordão, na caixinha do post Vidraça, de hoje a tarde.

Lendo uma das postagens neste espaço, encontrei a palavra "o mesmo", quando o autor se refere a tucano. Veio à memória um episódio que ocorreu na redação do jornal "O Dia", do Rio, na Riachuelo, há alguns anos.
O repórter Zé Grande, um dos mitos da época na reportagem policial foi cobrir um crime em que o marido matou a mulher depois de uma discussão por causa de um peixe. O marido queria que a mulher fritasse o peixe, mas ela queria fazer de outra forma.Ocorreu a discussão e o cara deu várias facadas na companheira.
Mas o repórter, que já tinha repetido a palavra peixe várias vezes na matéria, encontrou a saída mais rápida que achou.
E continuou a matéria: "Então o marido disse para a mulher: frite os mesmos"...

6 comentários:

Val-André Mutran disse...

Hehehe!

Aline disse...

Oi Juva, lembra de mim?
A Aline (ou bagaça pra vc! rs).
Abri um blog pra falar de ocmunicação, o "tudo numa coisa só", se tiver tempo nessa tua agenda sempre corrida, passa lá!

Bjnhos

Bia disse...

Boa noite, Juca querido:

para um repórter amante de português castiço, soaria melhor

" - Frite-os!".

Caramba!

Beijão.

Anônimo disse...

Seria o Paulo Jordão "o mesmo" Paulo Jordão repórter de A Provincia, quando "o mesmo" ainda tinha cabelo?

Roberto Souza

Juvencio de Arruda disse...

Oi Aline, tão longe da "base"!!
Fui lá ontem de noite. Beleza!
Que corra tudo bem aí na pós, sucesso pra vc.
Grande abs

. disse...

hahahahahahaha...
Às vezes, vir aqui me diverte. Sobretudo pelos comentários...
E o careca é "o mesmo"!