18.11.08

Terra Fértil

Do comentarista Plebe Rude, na caixinha do post A Não Política, de ontem.

Renato Lessa faz uma reflexão muito importante sobre a política, notadamente quando se refere à semelhança entre os partidos políticos. A Política está cada dia mais sendo trabalhada na dimensão de uma "gestão administrativa".
É certo que é muito mais fácil diluir os conflitos sociais dando-lhes tal perspectiva, mais difícil é realizar ações que dignifiquem a representação deste imenso eleitorado brasileiro.
A ideologia há muito deixou de ser abordada apenas na ótica da luta de classes, é bem mais complexa e muito mais eficaz, seus usos e finalidades.É claro que para muitos dos "cientistas políticos" as fórmulas de bolo da "escolha racional" permitem maior desenvoltura na explicação de alguns "fenômenos políticos", e ajudam a esconder o grau de cinismo e instrumentalização com que explicam os cenários eleitorais.
Como bem percebeu Pero Vaz de Caminha, "aqui em se plantando tudo dá".

10 comentários:

Bia disse...

Bom dia, Juca querido:

tem razão o comentarista ao relembrar Pero Vaz. Especialmente quando se planta a despolitização da política. Aí, o messianismo, seja da Sorbonne ou de Garanhuns, faz estragos incorrigíveis.

Santo Ambrósio, creio eu, já pediu asilo...rsrsrs...

Beijão.

Juvencio de Arruda disse...

Bom dia, queridona.
Nada melhor do que plantar a ignorância e a alienação, essências do patrimonialismo.
Sto. Ambrósio desapareceu...rs

Bjão

Anônimo disse...

Enquanto isso o PMDB alicia Aécio Neves, frita-se a Dilma e .......
Abs Tadeu

Juvencio de Arruda disse...

...enquanto isso aguardamos vc.
Abs

Anônimo disse...

Grande Juca
Passagem comprada , hotel reservado (Beira-Rio), dia 25 e 26 trabalho(isto é enrolo um pouquinho , rsrsrs) , dia 27 sexta vou passear , Icoaracy , Mosqueiro etc.Sabadão back to sampa.
Vamos ver se um dia tomamos uma e nos damos um abraço
Tadeu

Anônimo disse...

Nem bem a poeira baixou, o DEM nacional não perdeu tempo e já sacramentou a escolha de alguns nomes que disputarão as eleições majoritárias de 2010.
No Pará, o nome escolhido foi da ex vice governadora Valéria Pires Franco.
A notícia saiu na coluna Panorama Político, do jornal O Globo.
Valéria já aceitou a missão.

Anônimo disse...

O anônimo das 11:09 coloca lenha na fogueira de 2010.
Como é que vai ficar a aliança entre o DEM e PSDB, se os dois terão candidatos próprios ?
Simão Jatene e Valéria Pires, disputado o mesmo cargo ?
Valéria para o governo ou para o senado ? Ou ela vem de vice novamente ?
E o Jatene, vem para o governo ou para o senado ?
Pelo jeito, vai sobrar muita gente do lado de fora dessa festa.

Cássio de Andrade disse...

Anônimo, não esqueça da "agenda de capa-preta" do Vic. O rescaldo da eleição municipal ainda pode sobrar em 2010.

Anônimo disse...

Dá pra você traduzir, Cássio de Andrade ?

Alan Wantuir disse...

Caro amigo, num futuro bem próximo pretendo me aprofundar na Ciência Política, mas versando alguns autores renomados como Paulo Bonavides, vejo que tanto se adentrou nos problemas mais diversos envolvendo a política e a própria sociedade e ainda não se conseguiu disciplinar uma maioria de políticos que se locupletam quando de posse de um cargo público. Parece que essa Ciência ainda se encontra em estado empírico ou estou enganado?