27.3.09

Em Suspensão

A matéria do Diário do Pará sobre o andamento da CPI da Pedofilia na página A-3 da edição de hoje, a primeira da lavra da jornalista Rita Soares em seu retorno à folha sobrancelhuda, mostra que o conselheiro Cipriano Sabino, do TCE, e o ex prefeito de Barcarena, Laurival Cunha, ficaram no pior dos dois mundos - o meio do caminho, a beira da estrada - dado que as vítimas desapareceram e a denúncia ficou, por assim dizer, em banho maria.
A ausência de materialidade não arquivou a parada contra a dupla, apenas suspendeu-a. E pra completar, o B.O. teria sido substituído.
Se o poster fosse Ciprino ou Laurival, largaria tudo e cairia no trecho até encontrar as moças. E remover toda e qualquer suspeita sobre o B.O. , claro.
Deve ser horrível viver como naquela imagem do antibiótico que precisa ser sacudido antes de consumido, antes que as partículas desçam lentamente até o fundo do vidro.

----

O caso do músico Yuri Guedelha, também citado na matéria como supenso, é diferente. Há mais do que ausência de materialidade. Há contradições entre o primeiro e o último depoimento da mãe da suposta vítima. A criança não apresenta indícios de reação ao pai. Psicólogas e assistentes sociais que estudaram o caso e ouviram a criança tem dúvidas quanto ao fundamento na denúncia. Além do que a suposta vítima não sumiu e não há suspeitas sobre qualquer descaminho do B.O.

6 comentários:

Anônimo disse...

Não é nada disso, juca. Não existe essa de substituição de B.O. Nem poderia ter.seria um escândalo. Não existe essa de desaparecimento de supostas vítimas. Não existe essa de que o caso foi suspenso pela CPI. A verdade, basta ler a Ata da Comissão Parlamentar de Inquérito, que é pública, o caso que envolveria Cipriano e lauriwalzinho, simplesmente foi encerrado por absoluta falta de consistência.Não havia indiciamento, muito menos acusação formal contra ambos. Tudo com o Parecer do Promotor Milton Menezes,que recomendou o arquivamento do caso. O Diário do Pará tá apenas fazendo "mea culpa" sobre a questão, porque um de seus repórteres acusou ambos de pedofilia de forma leviana, numa matéria absolutamente irresponsável.

Anônimo disse...

Este pessoal do Cipriano é bom no gatilho, é só quererem pensar em dizer a verdade e haja gente a desmintir. Deve ser gente comissionada que trabalha com o nobre conselheiro querendo mostrar trabalho.

Anônimo disse...

Ve se substituem BO de pessoas pobres, se substituirem é para incriminar mais. Ricos tem tudo ao seu favor, as gavetas estão sempre abertas a espera do conhecido embargo.

Anônimo disse...

Falou e disse Juca. Uma pessoa honrada e inocente iria, no mínimo, tirar isso a limpo. Mas o "nobre" conselheiro e o irmão da deputada Ana Cunha não deram a menor demonstração de que querem mostrar a verdade à sociedade. A providência que ambos tomaram foi de mandar seus puxa-saco (àquela gentinha não concursada, que não tem competência pra a iniciativa privada e muito menos pra estudar)ficarem enchendo o saco nos blogs, como se tal medida fizesse mudar o rumo que a opinião pública já tomou com relação a ambos. No caso dos dois, isso é irreversível!
Profº Demócrito

Carlos Augusto Mello disse...

Juvêncio, boa noite,

Permita-me discordar de você, mas ao contrário do que você pensa e escreve, o tempo é o senhor da razão.

Juvencio de Arruda disse...

Boa noite, Carlos Augusto.
Claro que sim, nem precisa pedir. De novo, só uma ressalva: não é "o que penso e escrevo".
São os fatos, e o que sobre eles é publicado.
Quanto ao sr. da razão, foi exatamente a imagem que usei.
E o tempo, infelizmente, conspira contra Cipriano, pela suspensão a que foi colocado pela CPI.