24.3.09

Sem Defesa

A matéria do IVCezal sobre o caos na Saúde da capital, publicada na edição de domingo, procura dar guarida a tese do prefeito falsário de que Nova Déli sofre por atender a demanda do interior. Mentem, o prefeito e o IVCezal.
A materia cita cinco municípios, próximos e grandes, que efetivamente mandaram mais pacientes do que pactuaram mas deixa de mencionar o saldo positivo que a prefeitura da capital tem no quadro geral do que foi pactuado com os outros municípios do estado.
Só Marabá, por exemplo, que poderia, de acordo com o pacto, mandar mais de 1000 pacientes para Nova Déli, só drenou pouco mais de 100.
Passando a régua, em 2008 os municípios deixaram de mandar 6.200 pacientes, o que representa 15% a menos do que o previsto.
Devem ficar atentos, pois, leitores e eleitores, para o pactuado entre o IVCezal e a prefeitura falsária.

----

Mas os internautas também precisam prestar atenção na blogosfera.
O blog do Zé Carlos, na linha meireles, tenta convencer seus leitores corroborando os argumentos do falsário, uma pena.
Hoje, aborrecido com as agressões que recebe em resposta às teses que abraça, suplica por uma proposta de resolução dos problemas da saúde da capital, em vez das críticas.
Aqui vai uma, Zé, uma só: se não roubarem, já melhora. Muito.

7 comentários:

Newton Pereira disse...

Resposta ao Zé do PV (ex-PT)

infezlimente, a saúde pública de Belém virou notícia nacional, e aqui em S. Paulo tenho que justificar o motivo.
Contudo como sua proposta é apontar soluções então vamos lá.

1 - Concluir as obras do PSM da 14 de março.

2 - Aumentar o número de leitos e valorizar o PSM do Guamá

3 - Política de valorizão dos servidores da saúde.

4 - Humanização no atendimento de urgência e emergência.

5 - Encontrar a solução a curto prazo para construção PSM do Entroncamento.

6 - Concluir a transformação do posto de saúde da Sacramenta.para unidade de urgência e emergência

7 - Cumprir a promessa da campanha de 2004 para que todos os posto de saúde fique aberto 24 horas.

8 - Aumentar o número de equipe da saúde da família.

9 - Investir do dinheito da saúde, nas ações de saúde, não em compras de equipamente e viaturas para guarda municipal e outras finalidades.

Então Zé, a situação é dificil, mas a solução é fácil, basta ter vontade política.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado pela participação, Newton.
Se não roubarem, podem fazer isso e muito mais.

Newton Pereira disse...

Juvêncio,

Na hora do "recreio" aqui no mestrado, sempre passo pelos blog's da terrinha. É para não esqueçer do tacacá e maniçoba, mas acabo encontrando desafios como o do Zé.

Newton Pereira.

Juvencio de Arruda disse...

Sucesso pra vc aí no mestrado.

Anônimo disse...

Juca, o Zé Carlos deveria ficar calado, pois ao defender o indefensavel só prova o que estão dizendo dele.

Anônimo disse...

O Zé, não esqueçam, é colega do Meirelles, desde velhos tempos.

Anônimo disse...

É Juca, Desde que saiu do PT o Zé nunca mais encontrou o caminho da coerência e do bom senso. PIor: a cada episódio político de Nova Déli isso fica mais claro. E pensar que ele já foi um dos melhores deputados estaduais do Pará, época em que falava horrores do falsário (todos verdades contudentes); e pensar que sempre votei nele, inclusive pra prefeito ( ainda bem que não foi eleito). Zé, vc não precisa voltar pro PT, mas pelo menos não queime tanto o PV.