29.3.09

O Teatro de Potemkim

O Juiz Federal, ainda substituto da 5ª Vara Federal de Belém, Antônio Carlos Almeida Campelo, irá, amanhã, dia 30 de março, inspecionar os prontos-socorros municipais, do Guamá e o grande problemático da 14 de Março.
A inspeção faz parte de uma medida incidental, em uma Ação Civil Pública, movida pelo Ministério Público Federal que pretende o bloqueio do repasse de verbas federais no valor de R$ 17,8 milhões e de futuros repasses federais, pois, de acordo com o M PF, “Não há nos autos qualquer prestação de contas, por parte do município de Belém, acerca do destino dado às verbas liberadas, cuja utilização deveria ser na área de saúde”.
Campelo é juiz novo, tem exatamente o meu tempo de “lidas judiciais”. Somos novos.
Mas, tal e suposta meninice não siginifica que Campelo seja bobo. Experiência é antes uma vivência, um estado de espírito e reflete a criação do cidadão.


Na íntegra aqui, no Xipaia, por Lafayette Nunes.

9 comentários:

Anônimo disse...

Juca!
Tá um corre-corre no PSM da 14...
Como se uma demão de cal fosse ajudar ...
Abraços,
O Vigiador.

Prof. Alan disse...

Juvencio, Mano Velho, e Dr. Lafayette, permitam-me aduzir: o dr. Campelo pode ter relativamente pouco tempo de magistratura, mas é experiente e competente. Conheci-o profissionalmente, ele conduzia processos em que eu atuava enquanto procurador do INSS em Belém. Sempre teve uma postura muito correta e julgados bem fundamentados e pragmáticos. Se o Dr. Campelo achar o problema (o que não é difícil, em termos de Falsário...), ele vai descer o piquiá sem piedade...

Anônimo disse...

É a grande chance para que o falsário conheça a cadeia. Ainda acredito na justiça, apesar de sempre pender a favor dos poderosos.

Anônimo disse...

CAMPELO, a esperança dos justos! Será? Veremos.

Lafayette disse...

Prof. Alan, também acredito nisso. O Campelo, desde muito tempo, sei que é um cara sério, determinado.

É como disse, idade e experiência são dois conceitos distintos, que, em se tratando de julgadores - já vi isso - tal sentença é por demais exata!

Já vi juiz antigo dando "canelada" no direito e já vi juiz novo, dando aula de direito e de cidadania. Ah, e advogados também neste mesmo acorde.

Aliás, hoje o mestre Alencar, em seu excelente blog, discorre sobre isso, de outro modo, citando o Ministro Barros Levenhagen.

http://blogdoalencar.blogspot.com/2009/03/critica.html

Segundo Levenhagen (que me impressionou positivamente certa vez, em um julgamento que participei no TST, de como o cidadão é preparado, e é educado até na hora de sentar a maçaranduba nas partes litigantes! rsrsrs), a diferença entre juiz e magistrado “é a de que o juiz é o profissional que domina a técnica do direito, e a magistratura não se limita ao domínio da técnica no direito posto, exigindo envolvimento ético e moral do juiz“.

*Juva, obrigado pela ribalta e linkada.

Juvencio de Arruda disse...

Lafayete,honra e prazer nossos.
Abs

Anônimo disse...

A Prefeitura pediu para que a inspeção fosse feita somente amanhã (3l|03) allegando que não foi avisada em tempo. ´Todo mundo sabia desta vistoria e somente a PMB não sabia. Hoje no PSM era um corre corre danado com entrada de materiais, remédios, tintas, lampadas, colchões e até lençois. Eta Prefeitinho ordinarissimo que temos.

Alcilene Cavalcante disse...

Campelo, pode ser Juiz Federal novo. mas tem muita experiencia como juiz estadual, procurador, etc. E é muito competente, sério e firme. Aguarde o desempenho do conterrâneo.

Juvencio de Arruda disse...

Olá,querida. Bom vê-la por aqui, menos um pouco do que ver as flores que vc nos brinda em seu blog.
Quer dizer que o dr. Campelo é amapaense?
Sabia que ele tinha trabalhado aí, mas não que era filho da terra.
Bjs