28.5.09

Doca Reduto

Dez quilos mais magro, sem barba, e comemorando dois anos de paixão com uma bela e simpática obidense. Foi assim que encontrei o jornalista Ronaldo Brasiliense ontem, no novo e delicioso bistrô do publicitário Orly Bezerra, na Doca com a 28. A casa, do final do sec. XIX, foi restaurada com apuro. Parece até projeto do arquiteto Paulo Chaves.
Quem passou por lá pra jantar com a família foi o ex governador Simão Jatene, cuja pressão anda bem melhor do que a de muito rapaz que anda tendo chiliques por aí.
By the way, Jatene estraçalhou uma língua assada em molho ferrugem.

7 comentários:

Anônimo disse...

A comida de lá é boa, como a casa?
Sobre o Simão: eu sou petista e, é claro, votei na Ana. Mas em 2010 entre ela e o Jatena vou mudar. Gosto de trabalho, nao de displicência acompanhada de fuxicaria.

Anônimo disse...

E, diga-se de passagem, Jatene é um homem polido. O mundo, e particularmente o Estado do Pará, precisa, também, de gentileza.Aliás, o Juca bem que poderia dar umas aulas de gentileza para alguns integrantes desse governo, já que modera com gentileza ímpar o nosso Quinta Emenda.

Anônimo disse...

Se for do mesmo modo que é feito o esptinho, não tenho dúvida que vai agradar em cheio. Vou conferir e digo depois se aprovou.

Ricardo Teles disse...

Jamais votarei em pessoa que passava o final de semana pescando(ora com o bicheiro Mario Couto ou com o presidiário Chico Ferreira) em vez de estar visitando o interior do estado para sentir a realidade do nosso povo.
O único município que este boêmio visitava era São Francisco do Pará, pois é onde se encontra sua fazenda que adquiriu quando governou o estado.

Anônimo disse...

Qual foi o prato do Ronaldo Brasiliense?

Anônimo disse...

Juca!
Retorno a blogsfera depois de longo (e merecido) descanso!
O projeto do Doca Reduto, segundo minhas fontes (rsrsrs), é mesmo do Paulo Chaves!
Estive lá semana passada. Cerveja estupidamente gelada, chopp da melhor qualidade (brahma) e tirado na finta. Preços convidativos!
Degustei um bife de chourizo, acompanhado do arroz biro-biro. Recomendo!
Abs.,
O Vigiador.

Juvencio de Arruda disse...

Bem vindísimo, grande Vigiador!
Fui de filé a cavalo, delicioso.
Abs