21.3.09

Corporação, Partido e Família

Embora negue publicamente, a presidente da OAB Pará, Ângela Salles, em privado, admite que a sucessão foi acertada entre o grupo dela e o do advogado Jarbas Vasconcelos, que seria ou indicaria o Vice-Presidente.
Dias depois o dito ficou por não dito porque, segundo Jarbas, o Partido - o PT, claro - teria decidido que ele deveria ser candidato à Presidência.
Ao governo - estadual e federal - interessa uma Ordem pelega e tutelada, como já ocorre com o movimento sindical e o tal movimento social, MST inclusive, hoje quase uma dependência depentente - vale o pleonasmo - do governo, com direito até a DAS.
Há quem veja também que Jarbas na cabeça seria uma resposta ao avanço do Sobrancelhudo, pois Evaldo Pinto, o candidato da situação, lhe é simpático.
A propósito, o entrelaçamento das famílias com tradição advocatícia e poder público no Pará já está merecendo pelo menos uma monografia.
Os Salles, por exemplo, democráticos, estão presentes em vários grupos de poder: o saudoso Egydio pai era alacidista; o Egydinho petista e Ângela peemedebista.
A família Vasconcelos vai no rumo: Jarbas no PT, o irmão e a cunhada no PMDB, depois de uma uma passagem no PSDB.
O consenso é maior na família Klautau, de tradição católica, liberal e humanista, cujo representante maior foi o velho Aldebaro Klautau.

7 comentários:

Anônimo disse...

O Baim Klautau era bem de esquerda, né?

Anônimo disse...

Falas deste "tio" aqui?!?

http://www.senado.gov.br/sf/senadores/senadores_institucional.asp?leg=a&codparl=4545

Anônimo disse...

Faltou os Calvancante, Ophir pai e filho, tucanos até a alma, o primeiro chegou até a ser candidato a deputado federal em 94. O 2º, alpinista, que ser presidente, pode?, do Conselho Federal, e atrelar a OAB a candidatura Serra ...

Anônimo disse...

Consenso na família Klautau? Juca realmente voce está redondamente por fora.

Juvencio de Arruda disse...

Das 12:42, onde vc já viu tradicionalista, liberal e católico de esquerda?
Leia direito o post antes de comentar.

Juvencio de Arruda disse...

Das 3:16, o post refere-se aos advogados da família, e aos mais antigos. Dentre os não advs, e mesmo entre os mais novos, como Paulo Klautau Filho, há membros da família muito bem situados políticamente.

Anônimo disse...

A verdade é que nos anos do tucanato a ordem ficou sempre muda ao que acontecia no estado : Marcelo Gabriel é preso por falcatruas no IASEP - Ordem calada; diminuiu o número de policias e a violência estourou - Ordem silente; a saúde foi para as cucuias - Ordem ignora; quem mandava era o pai do ex-presidente que, ocupando cargo de alto escalão no Governo, obviamente nunca deixou o filhinho falar nada contra a admnistração da qual fazia parte. Como nunca os tucanos partidartizaram a OAB no Pará, vamos ver o que vai acontecer agora.