8.5.09

Caso Arbage Chega na Justiça

A 1ª Promotora de Justiça dos Direitos Constitucionais e do Patrimônio Público, dra. Graça Cunha, deu entrada na Ação Civil Pública contra o prefeito falsário da capital, Duciomar Gomes da Costa, o presidente da casa de Noca, vereador Walter Arbage, o então secretário de Saneamento, Luis Otávio Mota Pereira e Jorge Ferreira, sócio gerente da Transterra.
Todos responderão pela acusação de improbidade administrativa, e o MPE pede a perda do mandato do falsário.

5 comentários:

Yúdice Andrade disse...

Alguém poderia, por gentileza, atualizar o contador? Com esta, já são quantas ações cíveis e criminais contra o Sr. Duciomar Costa? É que eu já perdi a conta.
Infelizmente, as ações começam, mas não terminam. Daí...

Juvencio de Arruda disse...

É o recordista, professor!
O falsário passou a frente de Barbalho, Lira Maia e outros membros proeminentes da cangalha qu devasta impunemente os cofres públicos.

Anônimo disse...

desculpe amigo juvencio, mas dizer que o falsario tem mais acoes que barbaladrao e demais e seja justo ele tem igual.

Anônimo disse...

Juvêncio,

Este Luís Otávio é o que é prefeito da UFPA?

Oswaldo Chaves disse...

Juvêncio,
Então era só jogo de cena a grita do Luiz Otávio Pereira no caso da macrodrenagem da estrada nova?