18.5.09

Empresário do Ano Não Vê o Mundo

O presidente da Federação da Agricultura do Pará, Carlos Xavier, eleito na semana que passou como empresário do ano pela Associação Comercial do Pará, afirma em entrevista na edição de ontem do IVCezal que o estado do Pará afugenta os investidores.
Decerto refere-se às hordas de grileiros, escravocratas e predadores que a peso de bala e intimidações de toda ordem devastam o Pará, tendência que se intensificou nos últimos 40 anos.
Na trilha que começa no Medievo - onde caminha a maioria da decadente elite paraoara, patrimonialista até os pelos pubianos - Xavier desconhece que é exatamente a tentativa de ordenamento das relações de produção que trará os investidores que o estado precisa: aqueles que operam dentro das normas previstas na lei.
Que o estado continue afugentando essa laia de investidores.
Aí sim, chegarão os investidores.

5 comentários:

Alexandre disse...

Ótimo, análise precisa e impecável. Estamos cansados de modelos de desenvolvimento agrário defendidos pelos(as) Kátia Abreu (senadora) da vida, que são os verdadeiros responsáveis pela vilolência no campo.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado, Alexandre.

Anônimo disse...

Talvez ele esteja se referindo a NATURA, que que foi expulsa por invasores.
Talvez ele esteja se referindo a combalida AMAFRUTAS.
Talvez queiram esconder sobre o veu dos movimentos legitimamentes sociais ações socialmente podres.

VMA

Juvencio de Arruda disse...

rs..só os desinformados não sabem que embas se escafederam pelas próprias pernas, ou ausência delas.
Mas é bom que vc reconheça a legitimidades dos movimentos sociais do campo, bem como suas ações contra grileiros, escravocratas e predadores.
Nada existe de mais socialmente podre do que estes bandidos e suas ações.
E seus defensores, claro.

COLETIVO SOCIALISTA REVOLUCIONÁRIO disse...

professooooor....

quem e carlos xavier paa falar alguma coisa?
um cara que apoia uma senadora que quer paralisar o nosso estado, sinceramente, eu nao levo a serio...

uma pessoa que apoia os grandes latifundios de terra afim de minar os movimentos sociais que fazem uma luta legitima por terras no campo, nao tem nem que ser ouvido.

esse senhor e katia abreu e td farinha do mesmo saco!!!