15.5.09

Manhã de Verão

A nomeação de Alberto Campos, sobrinho do deputado Martinho Carmona (PMDB) para o lugar de Lívio Assis no Detran, e as tratativas de recomposição da diretoria do Hospital Ofhir Loyola, casos distintos em suas origens mas semelhantes em seus desfechos, parecem sugerir que a coalizão estadual pulou mais uma fogueira.

----

Leitores do blog, do PT ao PSDB, estão impressionados - eu não - com as idas e vindas, por assim dizer, do comentarista Luluquefala nas caixinhas do blog. Observam que, no mesmo dia, o Diabo vira Deus e Deus vira Diabo nas letras do simpático cãozinho falante.

----

Nova sentença do juiz Marco Antonio Lobo, exarada ontem, determina a condução coercitiva do chefe da Defensoria Pública pelo Delegado Geral à uma delegacia de Polícia para que seja lavrado um TCO por desobediência, caso não seja obedecida a sentença que manda reintegrar uma renca de defensores temporários exonerados em 2007.

----

Quem viu - e uma jovem e bela advogada o fez - diz que o gabinete do dr. Marco Antonio está entulhado de processos. Já faz algum tempo que até o MPE pediu novas Varas na Fazenda Pública da capital.

----

Os advogados Frederico Coêlho de Souza e Clóvis Malcher Jr., titulares de poderosas bancas da capital, tentaram lançar-se candidatos na corrida sucessória da OAB.

----

No Tribunal de Ética e Disciplina da OAB há quem espere, digamos, atentamente, o pedido de habilitação ao exercício da advocacia do ex juiz trabalhista Suenon Fereira de Souza Jr., aposentado pelo CNJ.

----

Repercutiu até na reunião do Conselho do Payssandu o post deste blog sobre a provável candidatura de Claudio Puty para a Câmara Federal em 2010.

----

Com a mesma simpatia percebida e consignada de maneira sestrosa pela edição das bancas do Jornal Pessoal, a Temple Comunicação envia ao blog a íntegra do estudo do Instituto Evandro Chagas sobre o vazamento de resíduos no rio Murucupi, em Barcarena, na semana anterior, além da nota da Alunorte, produzida pela gerência de comunicação da mineradora, no Rio de Janeiro.
Na segunda, aqui no blog, vamos comentar os dois arranjos da mesma canção.

----

Até segunda.

14 comentários:

Anônimo disse...

Mais uma baixa importante nos quadros da Funtelpa. Renata Ferreira Jogou a toalha e está de malas prontas para deixar o Sem Censura.

Juvencio de Arruda disse...

Puxa...mas a Renata jogou a toalha?
Céus!!!

Anônimo disse...

Renata Ferreira deixou o Sem Sensura porque não havi como conciliar o trabalho na Funtelpa com o curso de Mestrado em Comunicação recém criado pela Unama.
Foi esse o motivo.

Anônimo disse...

Érealmente vergonhosa a decisão do juiz José Torquato de extinção do processo de improbidade movido pelo MPE contra a juíza Maria Lídia Tocantis por improbidade administrativa. Foi manchete na mídia que a magistrada, em concluio com advogado, concedeu mais de 100 liminares ilegais envolvendo TDAs.Mais essa para o desgaste do TJE/Pará.É triste!

Anônimo disse...

Agora vai cessar o fogo amigo do Carmona. Ultimamente ele votava contra todos os projetos do governo na CCJ da ALEPA. Será que ele vai começar a brigar pelo TCE?

Francisco disse...

Caríssimo Juvêncio,

Nessa ( ou , vendo essa ) toalhada eu quero estar ....

Com todo respeito , por supuesto .

Abração,

Anônimo disse...

Tô com saudade dos comentários do luluquefala

Anônimo disse...

Hoje fiz um pergunta ao Dr. Jose Luiz, médico oncologista do Hospital Ophir Loyola, no programa da Renata Ferreira e a pergunta foi censurada. A pergunta que fiz foi sobre o porque de um equipamento que salva vidas (acelerador linear) estar a mais de 6 anos em Belem encaixotado e não terem instalado este aparelho. Minha pergunta foi sumariamente censurada. É a censura fazendo escola.
Pedro Carvalho

Meg Barros disse...

Juvêncio,
Gostaria de tê-lo em minha feijoada.. Tudo no meu blog.
Abs

Juvencio de Arruda disse...

rsrs...vou de Toucinho, gordo que estou.
Já fui lá no blog, amiga, e confirmei presença.
Parabéns pelo sucesso.
Obrigado e abs.

Anônimo disse...

A Renata Ferreira é sem dúvida a melhor a apresentadora do Pará. Ela tem o time perfeito para fazero Sem Censura.
Se ela sair, vou deixar de ver o programa

Anônimo disse...

Como chamar um programa de Sem Censura, quando censuram as perguntas formuladas?

Polícia Consciente disse...

Na questão dos defensores públicos vê-se novamente o judiciário usurpando as decisões do executivo, fica difícil acreditar que haja imparcialidade nessa decisão, mas que com certeza há muita vaidade.

Juvencio de Arruda disse...

Estamos de acordo nesta questão, Major Pontes. Deveriam chamar os concursados.