5.5.09

Onda Conservadora

No blog de Vinicius Torres Filho, da Folha de SP.

Essa é para rir _ou mais ou menos.
Lembram do caso do peito nu de Janet Jackson, que apareceu enquanto a moça fazia o show do intervalo do Superbowl, em 2004 (o Superbowl é a final do campeonato de futebol americano)? Pois é. A CBS, que transmitia o evento, foi multada por causa da breve nudez do peito da senhorita Jackson; o seio esquerdo da moça deu uma pulada da roupa. A CBS recorreu e o caso da multa foi parar na Suprema Corte. Mas a graça não é essa (aliás, isso não tem a menor graça, multa por causa de peito saltitante em transmissão ao vivo).
Hoje, o serviço de alerta de notícias do "Wall Street Journal" chamou a inopinada nudez peitoral da moça de "wardrobe malfunction" ("defeito no vestuário", mas mais engraçado em inglês porque "malfunction" dá um tom ainda mais alucinado à história", como se a moça estivesse usando um traje espacial, ou algo assim).
O serviço de alerta por e-mail do "Wall Street Journal" noticiava que a Corte Suprema dos EUA mandou uma instância inferior rever uma decisão que aliviava a multa absurda sobre a CBS. Na época do desnudamento do peito, em pleno governo Bush, os conservadores fizeram um carnaval com a história e queriam aproveitar o caso para aumentar a censura aos meios de comunicação.
O problema é que a Suprema Corte está dando apoio às medidas censoras do FCC, órgão de regulação da mídia americana. O FCC quer punir meios em que alguém solte um palavrão eventual, em transmissões ao vivo, por exemplo.


E na AFP, dias atrás.

A Suprema Corte dos Estados Unidos autorizou o governo a punir os canais de TV que difundirem expressões grosseiras pronunciadas ao vivo.Por cinco votos contra quatro, a máxima instância judicial americana reconheceu à Comissão Federal de Regulação das Comunicações (FCC) o direito de modificar suas regras para castigar a difusão de palavrões e impor multas às emissoras de tv aberta e rádios.Segundo a corte, a decisão da FCC de sancionar a Fox por atitudes deselegantes da cantora Cher e da 'starlet' Nicole Richie - que deixaram de lado os bons modos durante uma premiação transmitida ao vivo - "não é uma decisão arbitrária nem caprichosa", como havia alegado uma corte de apelações.

8 comentários:

O BOCA disse...

Era o caso de mandar para a Pátria da Liberdade de Imprensa os defensores da tese de que a Justiça paraense deve permitir, em nome da Liberdade de Imprensa, a utilização de imagens grotescas, de gente miserável, destroçada, para alavancar a venda dos matutinos. Não é?

Prof. Alan disse...

Juvencio, Mano Velho, acredito que nessa hora o Rominho agradece aos céus de não estar nos States...

Juvencio de Arruda disse...

Está nas Oropas, Parente, segundo diz um membro do passaralho alvo de uma rasante recente no jornal e que o aguarda para homologar a rescisão contratual.

Anônimo disse...

Será que tem um Stanislaw Ponte Preta para tirar sarr????
Febeapá , não é privilégio nosso.
Abs
Tadeu

Prof. Alan disse...

Aliás, Mano Velho, sobre as pocilgas e IVCezais do Pará, me permita dizer o seguinte: é espantoso que não tenham dado nenhuma repercussão à entrevista da Ana Júlia à Carta Capital, edição desta semana. Ainda que fosse pra criticar a governadora.

Afinal de contas, na entrevista ela (dentre outras coisas):

1) Fez revelações de bastidores do Governo estadual;
2) Falou poucas e boas sobre a turma do Daniel Dantas;
3) Levantou ressalvas quanto ao comportamento de um ex-deputado federal e prócer do PT, o Greenhalgh;
4) Anunciou a tentativa de interferência do presidente do STF, Gilmar Mendes (que não a desmentiu, até agora), no governo estadual;
5) E de quebra deu uma raspada naquela cidadã que não é senadora e nem é do DEM, a Kátia Abreu.

Tem uns dez fatos relevantes na entrevista, falando em termos de notícia.

Em qualquer outro estado da federação (ou em qualquer jornal decente e preocupado com a notícia...) dava chamada de capa.

Helena disse...

Ontem mesmo o nosso adorado Zeziel, depois de seus dois golaços contra o São Raimundo, anunciou ao vivo na TV Liberal: "foi bacana pra caralho o jogo!"
Bem na hora do almoço. Quase engasguei de tanto rir.

Anônimo disse...

Caraca! a Suprema Corte dos EUA autoriza sanções contra palavrão, mas fecha os olhos às torturas praticadas pelo governo Bush que fariam corar qualquer Idi Amin Dada e mesmo o Hildebrando moto-serra Pascoal!

Juvencio de Arruda disse...

Tadeu, abs saudoso pra vc, bro!