2.5.09

Serra e Kátia?

No blog do Bogéa, sob o título A Face Oculta de Kátia

No Palácio do Planalto, ninguém tem mais dúvidas: Kátia Abreu movimenta-se pelo país para se credenciar à indicação do DEM como candidata a Vice-Presidente na chapa de José Serra (PSDB).
Além de usar, estrategicamente, o pedido de impeachment da governadora Ana Júlia para se projetar nacionalmente, Abreu se apodera de propostas de gestão da CNA, em seus discursos para o agronegócio, como bandeira política, destacando-se promessa de promover oito projetos inovadores para o campo, como a capacitação do produtor em Responsabilidade Ambiental (Projeto Terra Adorada), a capacitação em Legislação Trabalhista (Projeto Mãos que Trabalham) e os programas de Inclusão Digital Rural e Campo Futuro.
Segundo a presidente da CNA, o objetivo desses projetos é promover um choque de globalização nos produtores brasileiros.
Mas, o principal mesmo, é viabilizar a candidatura dela na chapa de Serra.

11 comentários:

Anônimo disse...

Duvido. O vice de qualquer candidato à Presidência com chances reais de vitória deve sair do Nordeste. E, pelamordedeus, qual a densidade eleitoral de Kátia Abreu?

JOSÉ DE ALENCAR disse...

Juvêncio e Hiroshi.

É a candidata a Vice-Presidente dos sonhos do PT e adjacências.
Como uma Vice dessas, quem não votará no candidato - ou candidata - contrário a ela?
E que tal se o Vice do candidato - ou candidata - da situação for Roger Agnelli, já que não dá mais para ir de José de Alencar outra vez? Tem quem aposte na proposta.

Juvencio de Arruda disse...

Alencar, num caso (Kária) ou noutro (Agnelli) os sonhos tucanos no Pará se transformam em, digamos, farinha de tapioca.

Anônimo disse...

Juvencio, esta estória estaria rolando em Marabá, principalmente nos meios "agrossilvopastoris", que sonham com a candidatura de alguém que lhe dá atenção, talvez por isso o Bogéa assinalou. Mas concordo integralmente com os comentáristas acima, é a candidata dos sonhos do PT, e o vice do Serra dev sair mesmo do Nordeste, além de que a senadora não tem cacife eleitoral nenhum.

Raphael Teixeira disse...

O pop star Luiz Inácio disse que será um privilégio ter como candidatos a sua sucessão Serra, Aécio, Ciro e, claro, Dilma. Pq, nas palavras dele "não há ninguem de direita nessa lista". Mas se essa previsão se confirmar Kátia entorta esse barco sem fazer esforços!

Será bom ver uma ex-guerrilheira de um lado e uma xerifona dos latifundios do outro. Polarização total.

R eu não duvido disso não, como digo, foi esse tipo de gente que sobrou pro Serra depois do furacão Lula.

Jones disse...

Kátia Abreu conseguiu, chamou atenção de todos, jogou nosso estado na lama (algo que nem Flexa Ribeiro e Mario Couto tiveram coragem de fazer) ela poderia dar alegria aos paraenses nunca mais vindo aqui. ps se bem que tenho presentimentos de o que ela fez foi a pedido de senadores do nosso proprio estado, um dia saberemos.

Prof. Alan disse...

Juvencio, Mano Velho, fico impressionado com a potente capacidade do PSDB de fazer besteiras e cometer suicídios eleitorais.

Na eleição passada foram de Alckmin, um candidato tão ruim que até a opção religiosa dele (é membro ativo da Opus Dei) serviu de munição para desqualificá-lo eleitoralmente.

Nem a militância guerrilheira clandestina de Dilma Roussef servirá de munição com tanta eficácia quanto a opção religiosa de Alckmin.

Agora pensam (me admira que ainda cheguem a pensar nisso...) em emplacar como vice uma pessoa que, permitisse a lei e as circunstâncias, andaria feliz com a suástica numa braçadeira.

Seria um suicídio político ainda maior do que a destrambelhada e vazia Sarah Palin foi para a candidatura republicana nos EUA.

É impressionante. Parece que a capacidade política deles morreu com o trator Sérgio Motta...

Anônimo disse...

O Serra pode ser tudo, menos burro. Por isso mesmo jamais aceitaria uma Kátia Desastre Abreu como vice. Isso deve ser sonho de quem tá mnuito preocupado com a candidatura do tucano.

Anônimo disse...

http://www.globoamazonia.com/Amazonia/0,,MUL1104734-16052,00-SOMADAS+GRILAGENS+NO+PARA+EQUIVALEM+A+AREA+TOTAL+DO+ESTADO+CONCLUI+ESTUDO.html

Muito pertinente a divulgação desse estudo, não achas, Juvêncio?

Anônimo disse...

CHISTE, disse:

Se inverte-se ficaría melhor

Kátia para presidente e Serra para vice.

O Brasil está precisando ser governado por uma mulher e Dilma não é a indicada é uma pessoa que ainda não se encontrou e facilmente manipulada, sería um Lula de saias.

Anônimo disse...

A Carta Capital desta semana fornece, através da entrevista da governadora Ana Júlia, o roteiro do agronegócio para pavimentar o sonho dourado da senadora e de seus mega-financiadores a um possível voo da neo-UDR rumo ao Planalto.

Primeiro o lobby, na ponta do bigodão do ex-companheiro Eduardo Greenhalg, que trouxe ao Pará o ex-cunhado de Daniel Dantas, o Rodenburg, para tentar convencer a governadora a aliviar a barra da Agropecuária Santa Barbaridade; depois a pressão dissimulada do agente do banqueiro no topo da corte suprema do País, o notabilíssimo Gilmar Mendes, que telefonou à governadora para cobrar o "por quê" de o Pará ainda não ter varrido os sem-terra das áreas ocupadas - como era a prática do tucanato -; depois a vinda da senadora Kátia Abreu, em conluio com a Faepa, para rearticular a jagunçada para a volta da violência no campo, com ameaças de pedido de impeachment, falseamento de números de mandados judiciais de reintegração de posse não cumpridos e outros quetais; depois a senha da agressão armada protagonizada pelos seguranças da fazenda Santa Bárbara contra os sem-terra, por um parlamentar do baixo clero ruralista; depois a agressão armada propriamente dita, com o resultado de nove feridos, oito deles sem-terra, perpetrada no dia 18 de abril, um dia após o famigerado massacre de Eldorado dos Carajás; depois o pedido de intervenção no Pará protocolado pela insistente senadora do DEM na Procuradoria da República. Só não vê quem não quer...