16.3.09

Alguma Coisa Acontece

Desembarquei em São Paulo no sábado ao meio dia.
Aqui a visita foi de caráter sentimental: rever minhas duas filhas mais velhas, depois de ano e meio. Uma é assistente de produção na Trip, e a outra redatora de uma agência especializada no meio campo entre grandes empresas e seus fornecedores.

----

Muitas surpresas em Sampa, a começar das beiradas da marginal Tietê, floridas e com as encostas protegidas por bem arrumadas pedras. Céu azul, trânsito fluindo. Levei apenas 23 minutos do centro ao aeroporto de Guarulhos no início da tarde de hoje. Cidade limpa. Leve. Mais tarde, minhas filhas chamaram atenção: foram os out doors que saíram de cena. A diferença é enorme, e ao mesmo tempo discreta.
Marta, Serra e Kassab levantaram a cidade depois das quadrilhas de Maluf e Pitta.

----

Todo mundo fala em crise, revela números de queda em seus negócios. Na média acham que a crise não vara 2010. Tenho cá minhas dúvidas. Num artigo na Ditabranda de SP, edição de hoje, Bresser Pereira elogia a condução da economia do governo Lula, sem esquecer de criticar a demora do BC em baixar os juros, e, ao fazê-lo, não pesou a mão o quanto deveria. O IPEA já havia dito isso.

----

No sábado de tarde conversei com o sociólogo Renato Ortiz, da Unicamp, considerado o maior teórico brasileiro da globalização. Mora em Higienópolis, perto de FHC.

----

Aliás, foi FHC quem deu a senha para a bancada federal tucana atirar na Dilma em campanha Roussef. Por causa desta, digamos, queimada na largada.

----

Gastronomia por aqui? De leve. Alguns cafés no Franz e no Viena do Conjunto Nacional, e um agradabilíssimo almoço de domingo no Frangó, uma espetacular casa italiana ao lado da matriz da Freguesia do Ó que ensina aos fregueses que beringela combina até com alite.
No mais, os buffets simples e gostosos do centro.
Lucio Flavio Pinto precisa saber que diminuiu bem a diferença entre os pães de São Paulo e Nova Déli.

----

Daqui a pouco embarco pra Nova Déli, mas toda vez que venho em Sampa alguma coisa acontece no meu coração.

----

Até amanhã, de volta ao açaí com camarão.

15 comentários:

Anônimo disse...

Juca!
O Frangó é sensacional!
O alite, não seria aliche?
Um abraço e bom retorno!
O Vigiador.

. disse...

Ah... minha cidade do coração...
Nem sabes o aperto que me deu ler isso agora...

Francisco Rocha Junior disse...

Faço uma ideia dos teus olhinhos piscando na frente das milhares de marcas de cerveja do Frangó, Juca...
Faça boa viagem e seja bem-vindo de volta.
Abração.

Carlos Barretto disse...

Ei.
Cuidado com o Google Heart, professor.
Rsss

Anônimo disse...

Estava contando nos dedos os dias que faltava para a sua volta. O blog perde muito da sua criação vc não estando na terra do Oftalmologista Dr. Dulciomal. Com certeza teremos novidades no front.

Anônimo disse...

Esse é o Juvêncio fazendo inveja para nós hehe.

Anônimo disse...

Seguramente eh uma coisa enorme.Do tamanho desse coracao...

Cabelo Seco disse...

Faz tempo que não vou a "Sampa", não sei como ficou depois da retirada das placas de publicidade,não fazem falta,nosso publicitários são ótimos, eles sempre dão um jeito de inovar. Franz café,mto bom...Na proxima vez que for a Sampa,vai aqui uma sugestão, a feijoada no Bolinha é ótima, fica na cidade jardins, av. Europa.

Cássio de Andrade disse...

Juvêncio, não não sei se alguma coisa falta a teu coração, agora o meu, acelerou geral em mais uma (a quinta) crise de arritmia por conta de meu peso (um pouco acima dos 100)em 10 anos. Essa foi mais brava e quase me encontrei com Ele. Acho que vou fazer um segundo "Batuque"... Abraços e aproveite para me mandar um autógrafo do Ronaldinho (o ídolo dos obesos).

Anônimo disse...

Juca ,
Vc fez um comentário sobre Sampa que eu achei du caramba , sobre os 70% que a cidade por sua estrutura e cidadania já toca por si só , precisando que os eleitos apenas não atrapalhem como o Maluf e seu filhote no passado.
Vc podia desenvolver o tema num post até como reflexão sobre a nossa abandonada Belém
Abs
Tadeu

Juvencio de Arruda disse...

Farei, nobre Tadeu. Em muito obrigado pelo carinho e companhia aí em SP. Breve nos veremos.
Abs

Anônimo disse...

Volta, meu caro.
Uma cerveja nos aguarda
Fonte de Responsa

Anônimo disse...

Juca
Vc é dos grandes.A família te adorou , Norbatchoviski (rsrsrs)também.
Abs
Tadeu

Juvencio de Arruda disse...

Blz. Abraço a família e o Norberto. Assim, se na próxima vez vc não puder ir vou na cara dura tomar uma Original com o palmeirense.
Minhas fihas devem comemorar um aniversário por lá em maio.

Anônimo disse...

Comigo ou semigo vc será super bem recebido pelo grande Norba mas sempre darei um jeito de passar bom momentos contigo nas oportunidades que se apresentarem.
Abs
Tadeu