8.5.09

Sobe

Indicador interessante das vendas de impressos da capital, a Banca do Alvino, na Praça da República, a melhor e mais tradicional da capital, informa ao poster que aumentam as vendas do jornal Público.

9 comentários:

Anônimo disse...

Coincidência ou não, recentemente o Público introduziu as bundas na capa do jornal, a exemplo do que faz o Amazônia.

Mas, justiça seja feita: as bundas do Amazônia continuam sendo muito mais bonitas.

Isso prova que o leitor médio é um bundão.

Prof. Alan disse...

Caro Anônimo das 11;24, não é uma bunda, mas sim uma comissão de frente: a DJ que está no Público de hoje desbanca o Amazônia de lavada...

Anônimo disse...

Os jornalões, inclusive o Público, se assemelham em bundas e sangue e se diferenciam no rigor jornalístico.
Parece que em "O Público", ainda há um projeto em disputa e que por isso, se aproxime mais da opinião pública. Lhe falta poder de fogo! Ou seja, ser alternativo em número de cadernos e folha o que pode resultar em qualidade jornalística.
Se conseguir se sustentar no mercado feroz e desleal, quem sabe, a longo prazo, se firme ou não?

Anônimo disse...

Juvencio,Uma questão que não abordaram o Publico popularizou sem perder a linha editorial e a qualidade,não introduziu sangue mais um pouco de alegria que o povão precisa de fato e além disso baixou o Preço e deu destaque 0,50.Nas Bigbens o jornal também aumentou em 40% a venda..é o Público começando a incomodar..no Sul do pará mais certamente na cidade de Marabá o Público já está vendendo mais que O LIBERAL e Diário..que são fraquissimos na região..

Anônimo disse...

O caderno dominical high society do jornal vai se chamar... RESPEITÁVEL PÚBLICO

hauhauahauahauahuahauhauahauaha

Juvencio de Arruda disse...

Voa voador, voa daqui, xô !!!

Anônimo disse...

Tem uma notinha no jornal Pessoal sobre o Público que merece atenção.

"Campanhas
O jornal Público andou fazendo matérias e editoriais contra a Vale. Espero que não siga o exempo dos seus cmpetidores das famílias Maiorana e Barbalho, cm ênfase em O Liberal, que fez a maior campanha que já vi contra qualquer coisa(com editorial sendo manchete de capa)só para consegir mais publicidade da empresa . Alcançando o objetivo, a ex-estatal parassou a ser o nirvana empresarial.(...)
Bater para ganhar, como fazem os jornais e os políticos, não é manejar uma causa ública, mas algo que aparece tipificado no código penal"

Juvencio de Arruda disse...

Merece atenção sim, principalmente dos proprietários do Público.

Anônimo disse...

Hoje este jornal está cheio de publicações do Governo do Estado e é só elogios para o governinho. Vamos ver com a Vale.