22.2.09

Atravessou Geral

Uma completa esculhambação. Assim pode ser definido o primeiro dia de desfile das escolas de samba de Macapá. Na dispersão do Boêmios do Laguinho, que homenageou o Pará, teve muito choro, reclamação e briga.

7 comentários:

Dulcivania Freitas disse...

Snif!!!

Juvencio de Arruda disse...

Ô,Dulcivânia, nem diga...sei muito bem o que é a tristeza de um desfile assim pra uma escola de samba. É de chorar sim.

Diniz Sena disse...

O problema começou com a gestão desastrada da Presidente da LILESA (ops... LIESA). Uma pena que o carnaval e o povo do Amapá é que saem tristes desta.

Juvencio de Arruda disse...

Diniz, é preciso ralar até que o profissionalismo desfile no Carnaval. Aqui não é diferente. Acostumados a viver entre o bicheiro e o político, as escolas estão devagar.

Juvencio de Arruda disse...

Não atravesse, otário, não atravesse.

Anônimo disse...

Nao só lá como aqui, tamanha precariedade foi o carnaval na aldeia cabana. Uma vergonha exibida num monte de plástico, arames expostos, tnt e penas de frango coloridas. Vá ter mal gosto e pobresa de espirito na caixa prego!

Anônimo disse...

Se não der por aqui, vou por lá.

E Ana Júlia estava firme e forte, ao lado de Waldez Góes.

Todos sabemos quanto o Amapá é ligado ao Pará: laços históricos e familiares fortíssimos, Ana Júlia também é bem conhecida por lá.

Será que ela já ensaiaria sair candidata por lá, caso não desse por aqui?!?

Afinal, em 2010 o Amapá oferecerá 19 vagas no parlamento federal.