17.2.09

Questão

A peça do PT-Santarém que procura adiar a eleição marcada para o dia 8 de março parece avisar que haverá modificações na chapa do partido.
O centro da argumentação da peça pede oportunidades iguais aos candidatos, leia-se, o mesmo período de exposição do candidato ao eleitorado.
Se não houver, mostrará que não passou de embromação. Mais uma.

8 comentários:

Anônimo disse...

Enquanto isso, o PMDB está com carro som na rua anunciando a candidatura do José Antonio Rocha e o Pelozo do PT como vice. Uma chamada bem feita, interessante mesmo. Lembra até a campanha vitoriosa do Priante, que, pelo jeito, sentou praça aui em Santarém pra comandar o barco do Rocha.
Pelo PMDB, como se vê, o caso está consumado.

Anônimo disse...

Vou relembrá-los: Maria voltará!!

Anônimo disse...

Não é embromação...é tática e estratégia.

É dar a mesma oportunidade à todos para quem quiser disputar a prefeitura.
É ganhar tempo para evitar essas eleições fuleiras dando tempo ao Supremo Elefante de fazer Justiça com Santarém e Maria do Carmo.

Tiberio Alloggio

Anônimo disse...

Lembrem-se: Hoje o TSE negou todos os recursos e cassou o governador da Paraíba. As coisas estão mudando para os políticos cupiúbas.

Anônimo disse...

Luluquefala:
Não haverá uma nova eleição em Santarém.
Tem muito mais gente do que só o PT mexendo os pauzinhos em Brasília.
Eu disse pauzinhos ? Ponha pau nisso.
Vai pra casa Von. E tu também, Orly.

Anônimo disse...

José Antônio é uma pedra amarrada numa âncora de ferro embaixo de um oceano.

Anônimo disse...

Informação privilegiada, Lulu?
Fala, Lulu. Fala!

Juvencio de Arruda disse...

Olá, Tibério.
Vc é dos meus. Rasga logo e fim de papo...rs.
Abs