20.2.09

TJ Afasta Prefeito

O TJ acolhe pedido do MP e afasta a quadrilha que assaltava os cofres públicos em Uruará, comandada pelo prefeito da cidade, Eraldo Pimenta, do PMDB.

8 comentários:

Anônimo disse...

Logo o mesmo será liberado, é a tal de sensação de impunidade. Até acredito que antes das cinzas carnavalescas esfriarem. vamos apostar ?
Até mais tarde meu nobre.

Anônimo disse...

Caro Juca, quando será que isso ocorrerá por essas bandas de cá? Um exemplo "cabal" da quadrilha da banda de cá está instalada no IPAMB, onde até o presidente ganha GAE para participar de comissão "do nada pra lugar nenhum"; além de salários que chegam a casa dos R$ 13 mil.

Barroso disse...

A questão não é tão simples. O começo de tudo é a contratação pelos prefeitos, de contadores incompetentes que se dizem com fortes ligações no TCM. Em seguida, advogados que nada entendem de direito administrativo são contratados (em geral por indicação partidária - o PT é pródigo nisso) e por último a máfia dos recursos (o entra e sai) decorrentes de decisões judiciais antagônicas. Juvêncio, é essa a realidade da maioria de nossos municípios: assessores que nada ou pouco entendem de administração pública, prefeitos que não fazem a mínima questão que eles entendam (para não impedirem atitudes de impulso que beneficiem apaninguados) e tribunais de contas que assessoram diretamente o prefeito (quando é patente que quem julga não assessora).É essa a realidade da maioria dos municípios.

Juvencio de Arruda disse...

Vc resume bem o quadro, Barroso.

Anônimo disse...

Barroso vc foi certeiro e objetivo na breve análise dessa bandalheira que tanto custa à sociedade brasileira. A título de colaboração é bom lembrar que as questões de "contadores incompetentes" e ligações viciadas e históricas de membros do TCU e TCM com esses quadrilheiros exige uma abordagem dialética. Porque to jeito que bandalheira corre solto os prefeitos não querem contador ético, técnicos competentes,que cumpram a legislação com honestidade, enfim ciadãos com responsabilidades sociais. Corre a solta a informação da existência de banco de dados com perfil dos membros do TCE e TCM classificados como "quem pega mais" e de "quem pegue menos". A situação começa a apresentar sinais objetivos e subjetivos de que há "algo de podre nos reinados dos prefeitos e dos governadores, dentre outros.

Anônimo disse...

alguém duvida que em breve este corrupto voltará ao poder, como sempre ocorre no judiciário brasileiro, onde um juiz julga o caso com rigor e outro apazigua a situação?

Anônimo disse...

Parabéns, anõnimo das 10:30! Vc. resumiu tudo. Sou profissional especialista há 30 anos e estou desempregado, por ser honesto, ético e técnico.

Anônimo disse...

Infelismente a quadrilha não será desfeita e continuará a saquear os cofres públicos de Uruará, pois o vice-prefeito Laercio Barros (PTB) é farinha do mesmo saco.