13.12.08

Cadê?

A Polícia Civil inaugura na segunda, 15, o Setor de Perdidos e Achados. Quem descobrir onde anda o secretário de Segurança, favor entregar no novo setor.

25 comentários:

Carlos Barretto disse...

Rsss...
Era só o que faltava.
Rsss...

Itajaí de Albuquerque disse...

Gratifica-se? Rsrsrs.

Juvencio de Arruda disse...

rs...e muito bem, cumpadi.

Anônimo disse...

eu achei a ana....mas nao encontrei a governadora...onde procuro..??? será que lá prestam informações..?

Anônimo disse...

Procura-se uma governadora pro para nao pará de crescer....

Anônimo disse...

Posso deixar um secretário lá...alguem vai encontrar o dono...

Anônimo disse...

achem a porta de saída e o ultimo apague a luz...

Anônimo disse...

Fui ness~e Setor da polícia civil e quando cheguei lá ouvi uma voz dizendo: GERALLLLLLLLLLLLDO...

Anônimo disse...

Perdi a minha esperança que depositei na urna em outubro de 2006 será que esta por lá vou procurar por lá quem sabe encontro e me devolvem pra eu depositar em outro lugar.

Anônimo disse...

É mais fácil achar o Seffer!

Anônimo disse...

Esse governo não tem jeito... Onde será eles perderam a vergona?
Pede pra sair 013!

Anônimo disse...

Este secretário de segurança é o maior fiasco. Aliás, os secreatários da Ana são um fiasco. Aliás, a Ana é um fiasco.

Val-André Mutran disse...

É bom esquecer que existe um fim!
Poesia de um ex-Titã que sou fã!!!
Ninguem merece!
Vem logo pra cá mestre.

Yúdice Andrade disse...

Juvêncio, quando a postagem é espirituosa, isso atiça os comentaristas. A caixinha está divertidíssima. Quer dizer, seria mais engraçado se não fosse tão trágico.

Anônimo disse...

Estive há pouco no velório de Salvador Namias, tinha "puliça" de viatura, de moto, etc... na porta. Agora eles aparecem... será que esperavam que os assassinos fossem ao velório?

Anônimo disse...

Não é difícil: vai num dos restôs da moda, ele anda sempre com o vice dele, e outros mais, comendo claro!

Anônimo disse...

CPI DO HANGAR JÁ.....MAIS DE 30 MILHÕES PELO RALO E A SEGURANÇA E A SAUDE ISSO QUE ESTAMOS VENDO CEPI HANGAR JÁ, CPI HANGAR JÁ

Anônimo disse...

O Dr. Geraldo não merece isso principalmente pela sua biografia!!devería pedir pra sair e desembarcar desta nau de imcompetentes.

Anônimo disse...

A revolta é grande. Mas quando morre um pobre, muita gente acha até engraçado. Que tal ver como melhorou a segurança na Terra Firme, por exemplo, mesmo que seja por causa do Fórum? Que tal em vez de achar que a culpa de tudo é do governo, exigir mais segurança dentro dos bancos onde as pessoas fazem grandes saques?

Anônimo disse...

O recrudescimento da violência em Belém está só começo: Invasões bárbaras e favelização da cidade, falta de saneamento e água potável; deformação da juventude que é violentada em seus direitos; subnutrição; famílias totalmente desestruturadas; desemprego; subemprego; alcoolismo; lixos televisivos somados à indecência do paráfolia, tecnobrega; dvd's piratas com explicita apologia à violência e pornografia; escolas sucateadas e professores acuados pelo medo; consumismo compulsivo e doentio; banalização da sexualidade juvenil; gravidez precoce; pedofilia; políticos obscenos, corruptos e incompetentes; burguesia atrasada e concentradora de riquezas; poluição sonora; transito enlouquecido; poluição. Componentes que formaram uma bomba que tem suas explosões gradativas e cada vez mais violentas. E ainda vemos uma polícia ágil, que se move com destreza, quando o crime se volta contra os ricos, já o povão continua desprovido e apartado de seus direitos elementares por um abismo de legalidade pesada e elitista.

Anônimo disse...

E eu vou procurar o respeito da oposição para com as correntes políticas não-oposicionistas.

Árdua busca.


Prefiro procurar saber se Brasília vai mesmo indicar Maneschy
- "vai, vai, vai: Maneschy, Maneschy... em Maneschy vale votar".

Anônimo disse...

Seria bom ver o Governo Federal agir da mesma forma que agiu o governo estudal, ignorando propositadamente a vitoria do candidato a reitor na UEPA.
Se Silvio Gusmão foi eleito com a maioria dos votos e não assumiu seria bom que o mais votado ficasse na mesma condição, ou pelo menos a segunda mais votada na UFPA ter a condição de indicar os DAS´s da federal assim como o Bira Rodrigues o fez na estadual...

A Edilza Fontes, seria colocada na condição de epicentro da contradição.

Juvencio de Arruda disse...

Um erro do governo estadual não justificaria outro do governo federal, que, aposto, não será cometido.
Maneschy será nomeado reitor, independente da crise histérica que toma conta de setores de sua campanha.
Edilza Fontes responde pelo primeiro equívoco. Tá de bom tamanho.

Rosinh@ - Sou como você me vê. (C.L.) disse...

Troca-se por um prefeito que não cheira nem fede (ou só fede)?... ou dá pra esquecer ambos por lá?

Cássio de Andrade disse...

Lamentável a morte do Dr. Salvador. Tive um apreço especial por este cardiologista quando me atendeu no INCOR em 1996, durante minha primeira crise de arritmia cardíaca. Figura simpática e carinhosa, foi um médico bastante atencioso, recebendo um paciente oriundo de um plano público: na época IPMB. Apreços e lamentações à parte, lamentável também quando mais uma vez o oportunismo político vem à tona diante dessa tragédia. É indiscutível o quanto o governo estadual vem fazendo de patrulhões nas periferias, realizando concursos públicos em áreas estratégicas como a segurança pública. Está se prevendo pelo IESP novas formações de agentes de seguranças até 2010, na quantidade aproximada de mais 15.000 agentes. O dr. Salvador foi vítima de uma fatal e frustrada tentativa de assalto no golpe manjado da "saidinha" com requintes de crueldade pessoal de quem atirou. Mais: ficou preso num engarrafamento o que facilitou a ação do marginal. E aí, a culpa será do prefeito? A vítima foi alvo por conta de uma volumosa retirada de um banco, e aí, a culpa é do banco que é avisado com antecedência pela retirada? Algum funcionário do banco avisou o bandido? O que é isso? Patrulhamento intensivo está sendo feito sim com a força existente e operante. Outra coisa, há muito secretário de segurança já deixou se ser xerife. Isso é da época de Paulo Sete Câmara, cuja maior proeza foi ter seu nome associado à execução de 17 trabalhadores sem-terra, a mando daquele que sempre sentia "sensação de insegurança", mas sempre foi avesso à concurso público nessa área (exemplo seguido pelo sucessor). Pingos nos is, meninos e meninas...