19.12.08

Procura-se o Sobrancelhudo

Ex-presidente do Congresso, o deputado Jader Barbalho (PMDB-PA) não tem muito jeito para o plenário da Câmara e as comissões da Casa, onde exerce o mandato de deputado federal desde 2003. O índice de faltas do peemedebista na atual legislatura, iniciada no ano passado, chega a 43%.
O parlamentar, que retomou a vida política depois de ser ameaçado de cassação no início da década, teve um índice de presença de apenas 57% no plenário nos últimos dois anos. Na única comissão da qual é titular, a de Ciência e Tecnologia (CCT), ele não compareceu a nenhuma das 86 reuniões realizadas em 2007 e 2008.
Neste ano, descontada uma licença médica tirada pelo deputado, Jader esteve no exercício do mandato durante 49 sessões. Em 2007, foram 115 sessões. Mas ele só pisou no plenário da Casa 93 vezes, o que significa que suas faltas representaram 43% do total de sessões plenárias deliberativas da Câmara.
Entretanto, Jader justificou 43 faltas, o que elevaria seu índice de presença para 83%. As justificativas para as faltas são uma constante na Câmara, já que, segundo a Constituição, se um parlamentar faltar a mais de um terço das sessões, seu mandato tem de ser cassado.
A regra não vale para as comissões. Por isso, na Comissão de Ciência e Tecnologia, na qual Jader é titular e da qual já foi presidente, ele foi ainda mais ausente. O deputado não participou de nenhuma das 63 reuniões de 2007 e das 23 reuniões deste ano. O deputado só justificou 14 faltas na CCT.
Na legislatura passada, Jader apresentou apenas sete propostas, mas somente requerimentos. Nesta legislatura, ele não fez nenhum discurso e não apresentou nenhuma proposição sequer.
Só relatou duas matérias, o ato de concessão e renovação da rádio da Associação Comunitária de Comunicação e Cultura Alternativa, em Urubici (SC) e da rádio do Sistema Comercial de Comunicações Ltda, em Maranguape (CE). Seus pareceres favoráveis à renovação das concessões foram aprovados pela CCT em reuniões das quais Jader não participou.


A matéria completa está aqui, no Congresso em Foco.

6 comentários:

Anônimo disse...

Caro Juvêncio.
Neste final de ano, o "Pomada na Virilha", que há 10 anos, em formato Newsletter contava sobre os comichões e coceiras políticas da planície, estará de volta.
Nosso editor chefe, Tião Freitas, já está na Amazônia e promete divulgar a lista dos "10 Nais" antes do final do ano.
Agradeceria a publicação.
Francis Mescouto
Assessor de Imprensa do Pomada na Virilha

Anônimo disse...

Como se isto valesse alguma coisa. o tal sobrancelhudo sem pisar no plenario esta entre os parlamentares mais influentes do Brasil por mais de 10 anos direto, inclusive este ano de 2008.

Juvencio de Arruda disse...

rsrs...deve ser por isso mesmo.
Não representa, influi.

Anônimo disse...

Lamentável o comentário acima do das 6:46.
Juca, aposto que será matéria de capa do IVCezal amanhã.
Abs.,
O Vigiador.

p.s- e a cervejinha, tá de pé?

Anônimo disse...

Influi tanto que o Puty já está querendo "adivinhar" a chapa dele de 2010. E a do PT, qual será? Ele falou?

Juvencio de Arruda disse...

Claro que sim, Vigiador.
O comentário e a cervejinha...rs
É vc quem marca.
Abs