18.12.08

Mais do Mesmo

Irresponsáveis. Foi assim que o senador Aloyzio Mercadante (PT-SP) classificou a malta de senadores que aprovou, nesta madrugada, o aumento do número de vereadores com aumento nos gastos públicos. Deverão voltar às ruas 7.343 dos 8.000 que foram retirados de circulação em 2004, pelo TSE.
Mais aqui.

10 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Juvencio de Arruda disse...

É mesmo? Quem faz a acusação? Onde foi registrada? Polícia, veículo de comuncação, etc.
Quem "dizem"?
Tres horas para responder as interrogações e assinar o comentário ou ele será retirado.

Cássio de Andrade disse...

Concordo Juvêncio, tem que provar. O Humbertinho não precisa de emissários, mas é cidadão digno e não merece ter seu nome lançado na lama por porcos e levianos. Prova, anônimo covardão... E não se fala mais nisso. A propósito, é SECOM e não CECOM.

Juvencio de Arruda disse...

Ok, Cássio.
Abs

Edemir Miranda disse...

Juvêncio,

Sou um dos acusados de ASPONE pelo anônimo. O outro é o repórter fotográfico Vanildo Maia, vinculado à SECOM. Nenhum de nós é "cota" do senhor Humberto Cunha. A indicação do Vanildo foi feita pelo Aquino. A minha nomeação foi fruto de pedido do Deputado Zé Geraldo.

Rompi com o Deputado em função de divergência quanto à condução do mandato na região. Mas isso é um assunto entre eu e ele.

A serraria em questão é de minha família. A madeira em questão NÃO foi beneficiada lá, pois os transportadores NÃO levaram a Ordem de Serviço ou qualquer documento da SUSIPE para que pudesse ser feito o trabalho. Sobre isso já prestei esclarecimento à atual diretora do Presídio, Dra. Eceila. Inclusive estou aguardando para prestar depoimento a termo, no PAD que resultou na exonoração do referido vice.

Quanto ao senhor Humberto Cunha, o conheci em 2006 na campanha da Governadora. Com ele tenho relação de amizade, como com outras pessoas da DS, de outras correntes do PT ou de outros partidos.

Eu respeito muito esse companheiro. Por isso me manifesto aqui. Não é admissível que se use do anonimato para processar o fel que a inveja acumula no fígado.

Não tenho como julgar o que aconteceu na Casa Civil, isso é entre ele e o Puty. No entanto alguns dos homens de confiança do atual Chefe têm uma empafía, um autoritarismo um madonismo que nunca vi no Humberto.

Talvez você não o conheça, mas se um dia conversar com ele provavelmente também não vai entender porque o anonimo - como disse o cássio - covardão tem tanta raiva do rapaz.

Obrigado pela atenção,

Edemir Miranda
Assessor Especial da Governadoria do Estado.

Vanildo Maia disse...

Boa Tarde, Doutor Juvêncio.

Sou Vanildo Maia e junto com o Edemir sou o ASPONE citado no comentário anônimo.

Em primeiro lugar, o comentário não tem nada a ver com o post.

Em segundo lugar, sou repórter fotográfico há mais de 20 anos. Atualmente estou lotado na SECOM fazendo a cobertura dos eventos do Governo do Estado na ala oeste.

Vim para o Governo por conta dessa experiência e com a ajuda do senhor Aquino, que na epóca era Superintendente do INCRA. Por conta de minha não concordância com um encaminhamento feito por prepostos daquele senhor fui isolado dentro do grupo e desde então pedem minha cabeça.

Quanto ao betinho, durante esse Governo falei com ele duas vezes. Mas o conheço há 15 anos, inclusive tendo trabalhado com ele duas vezes cobrindo matérias para o Resistência na década de 90.

Como nunca fui frequentador da casa dele nem ele da minha, não posso dizer que somos grandes amigos. Mas há uma relação de respeito profissional entre nós.

Sei que muitas pessoas da "DS" de Santerém não gostam da atitude que ele tomou durante sua passagem pela Casa Civil que foi estabelecer uma linha divisória entre Governo, Partido e Tendência fazendo escolhas que não permitiam a ninguem se dizer dono do Estado. Mas isso é um problema que ele vai ter que resolver ou não de acordo com a improtância que ele der a esse assunto.

No mais, acho que sei quem é esse anonimo. Não passa de um invejoso, que sequer cuida dos dentes e parece um porco gordo.

Como não tem o que fazer da vida e sobrevive dos restos que o Aquino e outros dão prá ele, tem bastante tempo para denegrir os outros.

Sujeito, SAIDECENA e vai trabalhar.

Vanildo Maia
Correspondente SECOM

PS: desculpe por fazer de seu blog caixa de recados. Sinta-se à vontade para editar essa parte.

Cássio de Andrade disse...

Muito bem, Juvêncio, esclarecimentos feitos pelos dois "ASPONES", que tal voltarmnos ao debate central do post? De fato, esse aumento de cadeiras é onoroso ao erário público.

Juvencio de Arruda disse...

Olá, Cássio.
Agradeça em meu nome ao Vanildo e ao Edemar.
Voltaremos ao tema amanhã, pois a Câmara se recusou a promulgar a PEC, fazendo com que o senador "Garibaldo" Alves recorra ao STF.
Veja em:
http://www.estadao.com.br/nacional/not_nac296150,0.htm

Juvencio de Arruda disse...

É vc de novo Guigui?
Traga notícias do Pedro Traquino.

Humberto Lopes disse...

Juvêncio, desconsidere o cometário anterior. Não estava assinado. Grato, Humberto.


Olá, Juvêncio.
Fui surpreendido ontem à tarde por um telefonema informando que meu nome estaria circulando em seu blog, num comentário. Confesso que tive dificuldade em localizar o dito comentário, pois estava num post que não guarda nenhuma relação com o assunto comentado.
Pelos termos utilizados, trata-se de disputa interna da DS Santarena, com a qual prefiro não me envolver.
Muitas vezes eu disse ao Charles que nunca tive inimigos - até o dia 1° de janeiro de 2007. Depois disso , de acordo com interesses não atendidos as pessoas encaravam as escolhas como pessoais e não políticas.
De resto, há insunuação de participação minha em esquemas desonestos. Não participo nem concordo com esse tipo de prática.
Quanto ao Vice-Diretor do presídio, deixe que a SUSIPE apure e tome as providências pertinentes ao caso. Apesar de meu amigo, se ele estiver errado não vou interferir pedindo coisas ilegais. Não o faria nem se ainda estivesse na Casa Civil.
Por falar em Casa Civil, não devo satisfação a ninguem quanto à minha saída de lá. Mas nem eu nem - até onde eu sei - o atual Chefe encaramos esse fato como defenestração.
Por fim, quero saudar o Vanildo e o Edemir, que foram fieis aos fatos e às relações deles comigo. Só espero que a DS de Santarém consiga resolver seus problemas sem envolver mais quem não tem nada a ver com isso.
Obrigado, Juvêncio, pela atenção.

Humberto Lopes

PS: Quero agradecer ao Cássio, que sempre está nos blogs disposto a prestar testumunho não só do meu cárater mas de todos os que considera amigos. A SEcretaria de DIversidade CUltural continua de pé.