13.12.08

Nuvens Carregadas

Três novidades do caso Sefer na coluna de Claudio Humberto, publicada na edição de amanhã de O IVCezal e já nas ruas de Nova Déli.
A primeira diz que, com base em documentação da Polícia Federal em poder da CPI da Pedofilia no Senado, o senador Magno Malta (PR-ES), presidente da CPI, considera que há indícios suficientes para convocar o parlamentar paraense para depor na Comissão, o que poderá ser votado na terça da semana que vem.
A segunda informa que o acusado teria dito, à colegas na Assembléia, que a menina foi induzida a acusá-lo.
E a terceira dá conta que o deputado federal Vic Pires Franco, presidente regional do DEM, vai expulsar Sefer do partido.

9 comentários:

Anônimo disse...

Juva o pior de tudo isso é que, embora tudo possa ser verdade, creio que por de baixo dos panos o apoio da madrasta do Pará a essa CPI é concreto. Assim talvez tenha mais argumentos para abortar a CPI do Hangar junto aos parlamentares locais ...

Juvencio de Arruda disse...

É...pode ser.
Até porque, reza a lenda, todo mundo sabe como começa uma CPI mas ninguém sabe como termina.

Anônimo disse...

essa briga é boa.....seffer foi premiado com sua OS para administrar o hospital regional de redenção com repasse de milhoes de reais....atraves da turma do DEM e agora..???? será que vao mesmo expulsar...??? e se expulso for e cair em desgraça até quando vai calar..??? já comprei meu camarote...

Anônimo disse...

Nocê já reparou que o Liberal não toca diretamente no assunto e sim somente através do Claudio Humberto. Aliás algu´[em pode me explicar por que no caso Novelino nada ter saido na Globo a nível Nacional . Um cvaso tão hediondo como aquele, já no caso do Salvador saiu tudinho .
Sei não Juva, aí tem...

Juvencio de Arruda disse...

Por lá sempre tem alguma coisa.

Anônimo disse...

Meus prezados:
Ser ou não ser cassado.
Esta não é a questão.
Ser ou não ser culpado.
Esta, sim, é a questão.
A cassação vem em decorrência da resolução da compita.
A intervenção imediata deve ser da justiça.
Acho que essas outras “assembléias” não têm competência - legal, ética, moral, técnica, etc. - para instruir e dirimir questões tão hediondas.
O importante é o suposto biltre ser caçado e, se comprovado o crime, exemplar e severamente punido.
E sem essa história de curso superior, bom comportamento (sic) e outras mil longas ou milongas "más".
Sinceramente, me sinto muito mal, como (quase) todos, tendo de conviver com essas notícias e refuso-me a comentar por demais esses fétidos comportamentos.
Nestes casos há de se ter pragmatismo, e julgar os acusados com celeridade e imparcialidade, para evitar as constantes (infelizmente) pizzas, em que, quase sempre, acabam essas e outras safadezas.
Justiça já!
Tenho dito.
Marcos Klautau

Juvencio de Arruda disse...

Disse bem, Marcos.
A propósito, este blog tem dívidas, grandes e antigas, com vc.
Vamos conversar sobre elas qualquer hora dessas. Pessoalmente.
Abs

Anônimo disse...

Prezado Juvêncio:
Na vida, geralmente tenho débitos (em especial, financeiros).
É o (nosso) exemplo de honestidade.
E para tê-la sempre, vamos driblando os deflúvios.
Mas se existem os créditos, e deles sou merecedor, que venham.
Aguardo sua convocação para, como dizia o querido e saudoso amigo Luís Geolás de Moura Carvalho, uma “tertúlia” etílica cultural divertida (minha sugestão).
É sempre um prazer falar com você e outros amigos que têm afinidades comigo.
Um abraço
Marcos Klautau

Anônimo disse...

Olá JUca, parabéns pelas postagens e pelo comportamento em favor do interesse público. É assim que se faz comunicação democrática. Agora, vamos rezar pra Assembléia fazer sua parte e não decepcionar a gente. Agir, como agiu há muitos anos, no caso Vavá Mutran, caso seja comprovada a culpa do deputado em questão, a qual, em minha opinião, procede.