3.2.09

CPI Tem Novo Presidente

O novo presidente da CPI da Pedofilia é o deputado Adamor Aires, do PR/G, por sugestão do colega democrata Márcio Miranda.
Ambos leitores do blog - o primeiro é comentarista bisexto e o segundo rastreador de caixinhas de comentários - poderão acompanhar a cerrada marcação que os blogs continuarão a fazer em cima das atividades da Comissão. Mas ponham cerrada nisso!
Boa sorte, Adamor.
Não vacile.

8 comentários:

Anônimo disse...

coitado do adamor,e tanta pressao politica e financeira pra virar pizzas,que ate deus duvida!

Pinky disse...

JUCa, nem um comentário sobre isso? é efeito de cachaça pura? http://www.diariodopara.com.br/noticiafull.php?idnot=28139

Reinaldo disse...

O deputado Adamor é um parlamentar sério e cumpridor de seus deveres além de jurista competente. Conheço-o muito bem e há muito tempo. Tenho certeza que ele vai conduzir os trabalhos da CPI com serenidade e muita transparência.

Anônimo disse...

Juca, agora a pizza vai assar mais rápido (em Belém), pos tem caroço grande nesse angu. Mas em Brasília o negócio vai pegar pro lado dos "nobres" pedófilos do Pará. Graças a Deus! Cadeia Nelles!

Anônimo disse...

Adamor Aires, Jurista ?
Só se ele anda fazendo muitas juras de amor...
Fora isso, noves fora, zero.

Anônimo disse...

Prezado Juvêncio,

Com renovada satisfação em cumprimentá-lo, aproveito o incontestável prestígio desse blog para prestar, se assim me permitir, alguns esclarecimentos:

1 - A CPI da exploração sexual da criança e do adolescente,que não é da Pedofilia, não tem caráter individual. Ela é coletiva.A própria nomenclatura já denuncia; É comissão. O Presidente é um integrante. E no caso específico são 07(sete) Parlamentares titulares e igual quantidade de suplentes. É certo que o Presidente tem o grave mister de coordenar e supervisionar os seus trabalhos. É evidente, por outro lado, que a maior tarefa seja a do relator, que tem a missão árdua de condensar todo o trabalho investigatório e produzir um relatório das atividades, sugerindo, inclusive, providências de direito.
2 - Não lancei meu nome para substituir o colega Deputado Bira Barbosa,que deixou a Presidência por motivo de saúde plenamente reconhecido e justificado. Sem favor, trata-se de um homem público honrado e com longa lista de serviços prestados ao Pará. Vale destacar que passei a integrar a CPI depois de sua instalação por conta da saída do Deputado Robgol.Não pretendi disputar o cargo(ou encargo) de Presidente com a querida colega Deputada Regina Barata que, por certo, seria mais credenciada para presidir a CPI.
3 - No entanto, enquanto Representante de parcela da população no Parlamento Estadual, fui escolhido e designado pelos meus pares para conduzir os trabalhos. Assim, por conta dessa deferência espontânea e democrática, não posso fujir das minhas responsabilidades.
4 - Nesse diapazão, pretendo contribuir para que os trabalhos investigatórios evoluam e que produzam efeitos positivos para combater os hediondos Crimes contra a exploração sexual da criança e do adolescente no nosso Estado.Para tanto, nesta quarta-feira,dia 04/02, a partir das 14:00 hs.,serão colhidos depoimentos da Delegada da DATA Dra. Socorro Maciel e da Coordenadora do Pró-paz Dra. Eugênia Fonseca. Na quinta,05/02, teremos um encontro com o Secretário de Segurança para cobrar os B'Os e Inquéritos sobre o tema dos últimos 05(cinco) anos. Em prosseguimento, nos dias 11 e 12/02, este Presidente, o Relator Deputado Arnaldo Jordy e a membro-titular Deputada Regina Barata teremos encontro, em Brasília, com membros integrantes da CPI Nacional que guarda semelhança com o fato determinado de nossa CPI para requisitar apoio e informações. Além disso, já está agendada viajem para Breves, Portel e Altamira para colher dados e produzir oitivas com acusados e vítimas de acordo com denúncias já de posse desta Comissão. Enfim, esta CPI, na medida de suas possibilidades, adotará um ritmo de trabalho, como já vinha adotando, estratégico e programado.
5 - Desta forma, Caro Juvêncio, a cobrança, é de todo evidente, não deve recair só em cima deste limitado Presidente. Tem o Relator,que é competente e diligente,os demais membros que são Parlamentares eficientes e da mais alta credibilidade, o Próprio Parlamento,e, principalmente, em nosso pensar, a cobrança sobre resultados deve recair, sobremaneira, em torno do Ministério Público e do Poder Judiciário, que são Instituições, por ditames Constitucionais, que possuem os mecanismos para formalizar as denúncias cabíveis e punir os verdadeiros culpados.
6 - Faremos a nossa parte e somos conscientes de nossas limitações,inclusive,no aspecto espaço-temporal. No entretanto, a CPI da ALEPA já presta um bom serviço à sociedade Paraense na medida em que, com transparencia, trás à baila este assunto, debatendo e aprofundando as investigações a respeito de uma temática que não acontece só no Pará, mas no mundo inteiro.
7 - Devo dizer, por fim, que os resultados de nossa CPI serão conhecidos ao longo dessa jornada. Como Presidente e membro desta CPI não devo vacilar, Juvêncio, e seria um suicídio político se assim procedesse. Mas é bom que se diga, desde logo, em nosso proceder devemos obediencia ao Estado Democrático de Direito,ou seja,em resumo,aos princípios e normas legais, e não serei pusilâmine quando tiver que rejeitar,dentro das minhas prerrogativas, acusações injustas ou desprovidas de fundamento, só porque um ou outro, midiáticos ou não, sobrevive da carnificina alheia. Aos acusados inocentes terão o nosso reconhecimento e a nossa solidariedade. Aos comprovadamente culpados o rigor da Lei.
Um grande abraço do

Deputado ADAMOR AIRES(PR)

Anônimo disse...

JUCA

de fato tem razão o dep.AIRES.a assembleia legislativa nao tem o poder de solução pros crimes sexuas contra crianças e adolecentes.dizem que muitas vezes o proprio pai e a propria mae incentiva a prostituição.o que falta mesmo é a JUSTIÇA botar pra quebrar e condenar os culpados.sem falar que tem muita hipocrisia por ai.todo mundo sabe que tem garotas por ai a fora menor de 18 anos que seduz o homem e não o contrario. Sou mulher e sei e conheço muitas garotinhas que atacam até coroa.

Anônimo disse...

O deputado Adamor Aires merece todo respeito. Tem-se mostrado um político sério e coerente. Boa-sorte nesta árdua tarefa.