12.2.09

Deputados Querem Ouvir Wanzeller

O ex-diretor do Centro de Perícias Científicas (CPC) “Renato Chaves”, Miguel Wanzeler, exonerado na terça-feira (10.02) pela governadora Ana Júlia Carepa, será convidado pela Comissão de Segurança Pública da Assembléia Legislativa do Pará a prestar esclarecimentos sobre as denúncias feitas ao deixar o cargo.
O requerimento, apresentado pelos deputados do PPS, Arnaldo Jordy e João Salame, e Márcio Miranda do DEM, foi aprovado na manhã de ontem (11.02) e sugere que a audiência seja reservada aos membros da CSP.
O pedido foi embasado nas notícias veiculadas na imprensa local, onde o ex-diretor, em entrevista, insinuou a existência de procedimentos escusos que afetam diretamente o Sistema de Segurança Pública do Estado. “As denúncias se revestem de tamanha gravidade que esta Casa, com a devida cautela, precisa de informações, fatos e documentos que as comprovem”, ressaltou Jordy.

Fonte: Assessoria de Comunicação do deputado Arnaldo Jordy.

----

Fala, Wanzeller!

10 comentários:

Tucunaré disse...

É o Pará Terra de Direitos, nada de obrigação e por falar nisso cade o Hangar, Juvencio voce viu ontem no Claudio Humberto o aumento no Contrato de HRS e eu te pergunto e respondo, sabes onde é a mina? é na Fiscalização dos Recursos Publicos repassados e não gerenciados como deviam ser,e ter que ser, conforme Clausula de Contrato, é fiscalizado por alguns assessores por indicação de parentes do Gov que facilitaram a vida desta OS em Marabá que tinha um rombo a receber depois da campanha de governo o qual por obrigação contratual acabou perdendo o seu candidato e agora é contemplada com esse hospital de santarem e com aumento de repasse,e aqueles valores que foram repassados e que o hospital nunca funcionou? é isto aí não existe fiscal até porque alguns andam passeando pela Europa. Santos me protejam desta terra de Direitos.

Juvencio de Arruda disse...

Das 10:59, vou encaminhar suas perguntas ao Wanzeller para a Comissão de Segurança da AL.
E publicarei as respostas.

Anônimo disse...

Sr. blogueiro,o assunto que trato é de outro tema, mas peço licença para postá-lo aqui, pela urgência e importância da matéria, esclarecendo que estou enviando-o para outros veículos, acreditando merecer tmbém a atenção desse blog, um dos mais lidos do estado, sigo:

Por força de minha profissão estou acompanhando o caso da CPI da Pedofilia no Poder Legislativo e suas consquências; no que tange à eleição para as novas comissões da Casa, em especial a CCJ, que substituiu a parlamentar, advogada e defensora pública Regina Barata pelo deputado Bosco Gabriel, cuja formação, ou melhor, não formação deveria impedí-lo de imedito de assumir a função,venho ressaltar outro agravante ético, ou falta de, no caso desse parlamentar em especial, no que diz respeito à sua declaração de bens ao TRE, quando da última eleição que o elevou à condição de parlamentr, vejam por si, no site do TRE:

Eleições 2006 - Divulgação de Dados de Candidatos

Declaração de Bens
Candidato(a) a Deputado Estadual - PA JOÃO BOSCO GABRIEL

Seq. Descrição Valor

1 25% DOS LOTES 7/8 - SALINAS/PA
R$ 2.500.00

2 APARTAMENTO RESIDENCIAL-BELÉM/PA R$ 100.719.60

3 FAZENDA PARAJÚ 3,119Ha -PARAGOMINAS/PA R$ 15.000.00

4 FAZENDA PRIMAVERA 1,452Ha-PARAGOMINAS/PA R$ 27.500.00

5 FAZENDA TRIANON 240,3020Ha-
PARAGOMINAS/PA R$ 10.000.00

6 QUOTAS DA SOCIEDADE MADENAVE LTDA R$ 45.000.00

7 SALDO EM BANCOS EM 31.12.2005
R$ 49.957.15

8 TERRENO 3,3298 Ha-BENFICA/PA
R$ 10.000.00

9 VEICULO MITSUBISHI PAJERO ANO 2001 R$ 90.000.00

Ora, está claro a falsidade na avaliação de tais bens, o deputado fazendeiro reduziu em milhares o valor de suas fazendas que chegam a casa de milhões em qualquer avaliação superficial que se possa fazer.

Toda a sociedade brasileira acompanhou recentemente o caso do Corregedor do Congresso obrigado a se retirar da função por imbróglio envolvendo bem não declarado, QUE NA VERDADE TRATA-SE DE MENTIRA DA MESMA NATUREZA A AVALIAÇÃO MILHARES DE VEZES A MENOR DE BOSCO GABRIEL EM RELAÇÃO A SEU BENS.
O CASO É UM FLAGRANTE DELITO DE FALTA DE ÉTICA, PASSÍVEL EM QUALQUER PARLAMENTO DO MUNDO DE CASSAÇÃO DE MANDATO EM PAÍSES DEMOCRÁTICOS, NO PARÁ SERIA DIFERENTE?

Pergunto, é este senhor parlamentar que ficará à frente da Comissão de Constituiçõ e Justiça da Casa, com os votos do Relator da CPI da Pedofilia e da Presidente da Comissão de Finanças?

QUE ESTADO, QUE PAÍS,QUE PODER, QUE SOCIEDADE É ESTA DE BELÉM DO PARÁ?

Anônimo disse...

Que coisa podre!!!

Eliene disse...

Caro Juca eu fico pensando, se este Wanzeller sabia de tantas coisas erradas porque ele não denunciou, porque só agora que ele saiu do cargo que ele vai falar tudo.
Pra terminar, pergunta para o deputado João Bosco Gabriel se ele quer vender uma das fazendas dele para mim, eu tenho um dinheiro para receber da Prefeitura, já dá pra eu virar fazendeira.

Juvencio de Arruda disse...

Pena que eu não tenho nada a receber, senão entrava de sócio com vc.

Anônimo disse...

na verdade muita gente nesse governo deveria abrir a boca do que sabe, por exemplo, se um diretor abrisse a boca na SEMA, o tal blindado do Ortega chegaria a uma situação nada confortavel

Anônimo disse...

Ao das 12:50h a SEMA está com uma corregedoria a todo vapor funcionando tão bem que já começa incomodar a alguns...Mais que para melhorar é preciso denunciar por escrito afinal palavras o vento leva.
Se a Secretária e dada a um político o estado afunda e o Meio Ambiente mais ainda.

Anônimo disse...

Agora vi que escrevi errado Secretaria, corrigido.

Anônimo disse...

Tem dossiê contra o Wanzeler também.
Cuidado com este espertalhão que quer desviar a atenção de suas maléficas ações a frente do Renato Chaves.
A velha tática do defendendo-se acusando.